Vencendo Gigantes

Meditação do dia 28/08/2015

Js 12.4Como também o termo de Ogue, rei de Basã que era do restante dos gigantes e que habitava em Astarote e em Edrei.

Vencendo gigantes – Sem lutas não há vitórias! Vencer sem lutar legitimamente, não tem glória! O negócio então é lutar, dentro das regras, legitimamente e vencer, ainda que seja, uma luta de cada vez, uma vitória a cada dia. Uma luta sempre nos prepara para uma outra que virá, assim vamos enriquecendo o nosso conhecimento e ganhando experiências, porque quanto mais vencemos, mas visados nos tornamos, até chegar no ponto em que nos tornamos o alvo de todos. A minha história, é exatamente igual a sua e a de tantos outros, que batalham “matando um leão por dia” para chegar onde chegamos. Isso nos dá orgulho de contar para nossos filhos e amigos, como foi que iniciamos a vida, os “perrengues” que passamos até as coisas melhorarem; nossas conquistas foram suadas e acumuladas uma a uma e assim sabemos não só o preço, mas o valor de tudo o que conseguimos. Mas não para por aqui, a luta continua! A história dos hebreus, o povo de Deus, foi igualmente cheia de marcas e conquistas alcançadas com muito esforço e determinação. Ao ler a vida dessas pessoas, existe o que chamamos de “ler nas entrelinhas” para perceber detalhes que tendem a passar despercebido do leitor comum. Aqui, há um resumo das vitórias e conquistas de territórios e reis que foram subjugados; mas os detalhes fazem toda a diferença. Esse rei Ogue, governava um território rico e fértil, uma legítima terra para pecuarista nenhum botar defeito, por anos Basã fora referencia de bons gados, até nos cânticos e poesias. “Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam” (Sl 22.12). No texto que descreve esse conquista, em Dt 3, diz que seu reinado abrangia vasta região e que 60 cidades fortificadas e com muralhas caíram, fora cidades e povoados nem esse tipo de proteção. Não se descreve a estatura física desse homem, mas era descendente de gigantes, ele era o último de uma linhagem. Sua cama, que ficou exposta posteriormente, era digna de relíquia de museu; media 9 côvados de comprimento e 4 de largura, isso em termos aproximados nosso, em metros, seria 4.5m de comprimento por 2m de largura, e registre-se que era de ferro. Era um gigante, com certeza, mas caiu diante dos filhos de Deus, que não tinham preparo, equipamentos e nem experiências de vencer gigantes, mas venceram. Qual é o tamanho de sua luta, de seu adversário? Se for demais para você, deixa isso com Deus! Nossas lutas e provas hoje, não são mais físicas e materiais ou bélicas, como o foram a deles, mas os gigantes são os mesmos, sejam físicos, psicológicos, emocionais ou espirituais. Use sua fé! Use as armas e armaduras espirituais disponíveis em Cristo Jesus! Se prepare em oração e se for mais forte ainda, vá para o jejum, o clamor e a consagração de mais tempo e qualidade no preparo espiritual. Tenha um ponto de vista otimista em Deus, ou seja, veja o seu adversário ou oponente do ponto de vista de Deus; encare-o com os olhos da fé! A razão, a lógica, a realidade, o medo e a carne te dirão que não dá pra encarar, é grande demais! A fé, o amor e a graça de Deus te dirão que tudo é possível para quem crer! Na força do Senhor, em nome do Senhor dos Exércitos, como fez Davi, o gigante cairá! Quanto maior, maior a queda! Eu posso, você pode, todas as coisas naquele que te fortalece! Hoje é dia de vitória! Mais um gigante cairá hoje!

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s