Quem Vai Reinar Sobre Nós?

Meditação do dia 18/09/2015

Jz 9.8Foram uma vez as árvores a ungir para si um rei, e disseram à oliveira: Reina tu sobre nós.”

Quem vai reinar sobre nós? – Reinar, palavra simples, pequena, mas poderosa! O dicionário define reinar como: Governar, proceder como rei, dominar, estar em voga, prevalecer, existir, durar certo tempo, grassar, estar em pleno domínio. O ser humano, por causa de seu instinto gregário, gostar e precisar de viver em comunidades, ele precisa liderar ou ser liderado. Então, surge a oportunidade de indivíduos mostrar seus dotes e talentos, e assim, por necessidade, obrigação ou oportunismo, surge a figura do líder. A função está presente em todo e qualquer seguimento da sociedade. Parece inevitável, é só formar ou juntar um grupo de pessoas, já querem eleger um líder, um representante e surge a delegação de poderes e lá vem as regras e esse filme todos nós já vimos….(e no final dele todos nós morremos!) O caráter do líder determina muito o rumo de sua liderança e a ausência de prestação de contas ou omissão de presença e participação da massa, dá oportunidade para a corrupção e desvio de conduta ou abre-se a porta para o autoritarismo. Nosso texto de hoje, trás uma parábola, dita pelo filho de Gideão, que fora um grande líder e se recusara a reinar ou liderar sobre o povo como rei e não queria que seus filhos também o fizesse; no vácuo do poder, surge um filho nascido fora do casamento e criado fora da cultura e da educação dos demais irmãos. Reivindicou o direito de reinar e cidadãos isolados de uma localidade lhe concedeu poderes e recursos; sua primeira medida de liderança, foi executar, assassinar todos os seus meios irmãos, exceto um escapara. Em três anos, ele destruiu a família de seus irmãos, a cidade que lhe acolhera e lhe dera poderes, perseguiu outras localidades e acabou se auto destruindo, morrendo de forma abominável. “Quer conhecer o Inácio, é só botar ele no palácio!” Na sua parábola, o jovem ilustrou as árvores escolhendo um rei e convidaram a Oliveira, a Figueira e a Videira – Todas elas já serviam à comunidade com seus frutos e entendiam que isso era muito importante, acima até de governar sobre as demais e assim o vazio do poder foi colocado à disposição do Espinheiro, que “já chegou, chegando,” tudo seria do jeito dele ou o fogo destruiria qualquer oposição. Uma teoria que nunca foi idealizada para ser teoria, transforma oportunidade do exercício do bom governo ou administração nas tragédias administrativas que temos visto: O Senhorio de Deus! O próprio Senhor Jesus citou: “E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?” (Lc 6.46) No Antigo Testamento, Deus faz uma reivindicação semelhante a essa: “O filho honra o pai, e o servo o seu senhor; se eu sou pai, onde está a minha honra? E, se eu sou senhor, onde está o meu temor? diz o SENHOR dos Exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o meu nome. E vós dizeis: Em que nós temos desprezado o teu nome?” (Ml 1.6) Deus deve ocupar o primeiro lugar e uma pessoa, segundo o coração de Deus, em amor, temor e desejo de servir, lidera servindo. Líder de verdade é para servir e não para ser servido!

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s