Atirando Flechas

Meditação do dia 24/10/2015

I Sm 20.20 “E eu atirarei três flechas para aquele lado, como se atirasse ao alvo”

Atirando flechas – Há um provérbio popular, que diz que “há três coisas que nunca voltam: A palavra falada, a flecha atirada e a oportunidade perdida.” Não vamos entrar no mérito da questão do que volta ou não volta, mas, devido a finalidade do uso da flecha, é de esperar que se acerte o alvo ou ela se perde. Essa questão me trás a memória, alguns episódios bíblicos onde o uso da flecha foi significativo e importante. Um deles foi no fim do reinado do Rei Acabe, de Israel, que por sinal foi um péssimo monarca, de caráter fraco, influenciável e que fez alianças abomináveis que trouxeram muitos prejuízos para a nação toda. Entre essas coisa foi o seu casamento arranjado com uma princesa fenícia, de nome Jezabel, que trouxe e implantou o culto pagão ao deus Baal, e muitos outros transtornos e abusos e crimes sangrentos praticados contra cidadãos e especialmente profetas e servos de Deus. O rei Acabe em desobediência a Deus e sua palavra, disfarçou-se para entrar num combate. O rei invasor havia dado uma ordem para seus soldados focarem a atenção e suas armas no rei de Israel; como ele estava disfarçado, não foi possível distingui-lo, mas um soldado atirou uma flecha aleatoriamente e por acaso, essa flecha encontrou o rei de Israel, e por uma brecha na armadura ela cumpriu seu papel! O rei foi morto, mesmo disfarçado, a sentença que pesava sobre ele se cumpriu (I Rs 22.34). O rei Jeoás, numa visita ao profeta Eliseu, recebeu uma palavra e uma promessa de vitória e livramento contra inimigos que estava invadindo constantemente seu território; Eliseu, ordenou-lhe que atirasse uma flecha através da janela e ao faze-lo recebeu a promessa que viria o livramento de Deus para ele e novamente ordenou que tomasse suas flechas e com ela ferisse a terra, e ele o fez por três vezes – o profeta ficou indignado com ele e explicou: quantas vezes você ferisse a terra, seria a quantidade de vitórias que teria contra os seus inimigos, então quanto mais vezes tivesse feito, mas oportunidades teria de exterminar o inimigo, mas agora seria apenas três vitórias. Faltou fé! (2 Rs 13.14-19). Uma outra oportunidade linda sobre flechas está no Salmo 127.4, onde se afirma: “Como flechas na mão de um homem poderoso, assim são os filhos da mocidade.” Nossos filhos, são flechas que Deus nos entregou para prepará-los e um dia chega a hora de serem atirados ao alvo, para o qual eles foram criados por Deus. Se essas flechas atingirem seus alvos, elas não voltam mais para nós, irão cumprir seus destino e seu propósito; se errarem o alvo, dificilmente as teremos de volta. Mas a verdade do Salmo é que esse homem poderoso, sabe preparar e sabe atirar suas flechas. Pense em como você está preparando suas flechas e como elas serão atiradas ao alvo. Grande privilégio e grande responsabilidade, essa nossa! No texto de hoje, Jônatas, iria atirar três flechas, mas o alvo não era acertar nada, era apenas para dar um sinal ao seu amigo se ele estive correndo perigo ou se ele estivesse liberado para voltar para casa. Era algo apenas para Davi e Jônatas; A coisas que devem ficar entre você e só mais alguém especial em sua vida, nem todos ao seu redor precisam saber, pois você tem uma aliança, um compromisso, que ultrapassa até mesmo à sua vida e existência terrena. Há pessoas que contam com sua amizade e sua fidelidade e você vai atirar flechas apenas para sinalizar sua amizade e fidelidade!

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s