Os Intocáveis

Meditação do dia 30/01/2016

1 Cr 16.22 “Não toqueis os meus ungidos, e aos meus profetas não façais mal.”

Os intocáveis – Estou com 56 anos de idade e congrego no meio do povo evangélico desde os 16, portanto, são 40 anos peregrinando com o povo de Deus. Desde muito cedo na fé eu aprendi esse texto, mesmo antes de ler por mim mesmo esse texto na Palavra de Deus. Nos arraiais pentecostais, principalmente, esse é um texto vastamente utilizado, especialmente pela liderança e em grande maioria, distorcendo-o não só do contexto, mas da aplicação correta, e isso para manter certa distancia entre o que se prega e o que se vive. A inconsistência de vida precisa ser camuflada com uma suposta autoridade dada por Deus aos obreiros de tal forma que eles se tornam intocáveis e fora de alcance da disciplina que faz parte da vida de todo cristão. Fazem valer o “faça o que falo, mas não faça o que faço!” Acredito, como ministro da Palavra de Deus, e fui ordenado ainda bem jovem, aos 26 anos de idade, que toda autoridade vem de Deus, e com toda segurança, sei que o Senhor Deus trabalha muito bem com o princípio de autoridade, isto é, ele respeita esses princípios que ele mesmo estabeleceu. A rebelião, ou o princípio da rebeldia é repugnante diante dele e toda a Escritura Sagrada, nos chama a uma fiel e correta obediencia às autoridades legitimamente constituídas. Mas em hipótese alguma, isso serve de pretexto para servir de escudo para pecados na vida e no ministério de alguém e ficar impune e imune, porque é um “ungido do Senhor.” Toda autoridade está submissa a um nível superior e todos, para o nosso próprio bem e saúde do corpo de Cristo, precisamos prestar contas uns aos outros. Num sentido amplo, todos os filhos de Deus são ungidos de Deus, porque todos recebemos o Espírito Santo, por ocasião do novo nascimento. Por extensão, sempre que proclamamos as boas novas do Evangelho e interpretamos a vontade de Deus para as pessoas, estamos agindo como profetas de Deus, porta-vozes divinamente comissionados, sendo assim, somos todos intocáveis. Mas não é isso o que significa, pois o próprio Senhor Jesus disse, que angústias, apertos, pressão e perseguição, faz parte da nossa vida e das testemunhas de Deus em todos os tempos. Quando no mundo só existiam quatro pessoas, houve violência e morte de um piedoso servo de Deus. “A qual dos profetas não perseguiram vossos pais? Até mataram os que anteriormente anunciaram a vinda do Justo, do qual vós agora fostes traidores e homicidas;” (At 7.52). Não se iluda, querendo vida fácil e mansa, livre de perseguição e sofrimento. Somos vencedores nas lutas, nas provas para nosso próprio crescimento e aperfeiçoamento! Quando for necessário e útil, Deus nos livra, quando não, ele concede a sua graça e força! Nem Jesus foi intocável!

Senhor de toda a glória, como seres humanos fracos, não gostamos da idéia de sofrer, queremos alívio, livramento, mas como Jesus nos ensinou, “faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu” – Ele sofreu muito e acha que valeu a pena, ao ver tantos filhos salvos, libertos pelo sangue ali derramado na cruz. Conceda graça aos que hoje estão passando por lutas e dificuldades; fortaleça aqueles que estão caindo em desânimo e prostração. Estenda a tua poderosa mão e levanta-os e por amor do teu nome. Em nome de Jesus, amém!

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s