O Copeiro do Rei

Meditação do dia 30/03/2016

Ne 1.11 “…Então era eu copeiro do rei.”

O copeiro do rei – “Um grande violinista chamado PAGANINI. As notas mágicas que saiam de seu violino tinham um som diferente, por isso ninguém queria perder a oportunidade de ver seu espetáculo. Numa certa noite, Paganini coloca seu violino no ombro e o que se assiste a seguir é indescritível. De repente, um som estranho interrompe o devaneio da platéia. Uma das cordas do violino de Paganini arrebenta. O maestro parou. A orquestra parou. O público parou. Mas Paganini não parou. Olhando para sua partitura, ele continua a tirar sons deliciosos de um violino com problemas. O maestro e a orquestra, empolgados, voltam a tocar. Mal o público se acalmou, outro som perturbador derruba a atenção dos assistentes. Outra corda do violino de Paganini se rompe. O maestro parou de novo. A orquestra parou de novo Paganini não parou. Como se nada tivesse acontecido, ele esqueceu as dificuldades e avançou, tirando sons do impossível. O maestro e a orquestra, impressionados voltam a tocar. Mas o público não poderia imaginar o que iria acontecer a seguir. Todas as pessoas, pasmas, gritaram OOHHH! Uma terceira corda do violino de Paganini se quebra. O maestro pára. A orquestra pára. A respiração do público pára. Mas Paganini não pára. Como se fosse um contorcionista musical, ele tira todos os sons da única corda que sobrara daquele violino destruído. Nenhuma nota foi esquecida. O maestro empolgado se anima. A orquestra se motiva. O público parte do silêncio para a euforia, da inércia para o delírio. Uma corda só e Paganini!” Para qualquer artista, a quebra de uma corda compromete o seu trabalho, mas para quem não é “qualquer um” a quebra de três cordas o leva ao ápice da performance e lhe permite demonstrar o verdadeiro talento. Estou pensando, em como uma pessoa comum, limitada, nas mãos de Deus, pode se tornar num poderoso instrumento e que os talentos ou falta deles não limita a atuação de Deus. Neemias, era um copeiro, quem quiser baixar mais o nível, pode chama-lo de “garçom,” cuja função principal era servir de provador ou oficial das comidas e bebidas servidas ao rei. Os reis sempre temeram serem envenenados, acidental ou propositadamente, por isso tinham uma pessoa de sua estrita confiança e lealdade comprovada, que “beliscava” tudo antes do rei para certificar que não havia risco. A necessidade do povo de Deus naquela época era de um governador, com experiência em administração, construção e restauração, sem falar em conhecimentos bélicos e estrategista militar e perito em segurança e habilidade diplomática para lidar com povos briguentos e hostis. O que um copeiro poderia fazer? Estamos em pleno século XXI e as três maiores correntes religiosas do planeta, tem sua origem em um único homem; Um filósofo? Um sacerdote? Um religioso místico? Não! A resposta é: Um fazendeiro, do ramo da pecuária – Abraão. O maior rei da história de Israel, foi um adolescente pastor de ovelhas. Daniel, um dos profetas mais piedosos e responsável em oração pela restauração da nação, feita por Esdras e Neemias, era funcionário público, ministro de estado. Os apóstolos que propagaram o Evangelho pelo mundo inteiro, na maioria eram pescadores, coletores de impostos. Até mesmo Jesus, que é “o Cara,” era um carpinteiro. Se Deus estiver no comando e a pessoa completamente rendida, qualquer um serve, até mesmo eu e você. Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós (2 Co 4.7).

Eis me aqui, Senhor! Toma-me em tuas mãos e opera através de mim, conforme o teu propósito. Não mais especial que qualquer outro dos teus filhos só pelo fato de ser pastor de igreja. Abençoa, Senhor nesse dia, a cada dos teus filhos, que como Neemias, trabalham em algo, mas isso não os tornam insignificantes e nem indignos do teu amor ou do mover do teu Espírito Santo. O Senhor é a suficiência de cada um de todos nós. Levanta homens, mulheres e crianças no poder da tua graça, para restauração não só a nossa nação, mas tudo quanto tens planejado. Nos consagramos a ti e depois ao teu serviço. Pela tua misericórdia, usa até mesmo os pastores e missionários para estabeleceram um testemunho do teu amor e do teu poder. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s