Intolerancia

Meditação do dia 14/04/2016

Et 3.8 Então disse Hamã ao rei Assuero: Existe espalhado, disperso entre os povos em todas as províncias do seu reino, um povo cujas leis são diferentes das leis de todos os povos e que não cumpre as do rei;  pelo que não convém ao rei tolerá-lo.”

Intolerancia – Essa é uma palavra que está em alta nos nossos dias. Não que ela não existisse antes, mas está alcançando significância cada vez maior. A era moderna trouxe no embalo da revolução industrial, uma promessa de tempos bons de ventos favoráveis, com ciências em alta, raciocínio lógico e desprezo às superstições e medos infundados do sobrenatural. Cálculos precisos resolveriam o problema da fome e da pobreza e a erradicação das doenças com medicação farta e avanços nas ciências médicas. O Quadro pintado era tão promissor que o racionalismo dispensava até mesmo a fé e a existência de Deus. Foi utopia, o que vimos de fato foi duas guerras mundiais avassaladoras, terrível diferença na distribuição de renda e riquezas, doenças, moléstias e pragas em altos níveis e uma população desiludida com suas lógicas e ciências exatas demais. Isso nos trouxe ao mundo pós-moderno, onde nada mais é relativo e onde as verdades substituem a verdade, pois a sua verdade é tão boa quanto à minha, é mera questão de ponto de vista. Não há mais nada absoluto, Deus, família, igreja, autoridades, tudo é relativo e o ponto de vista de um é tão válido quanto o do outro. A nossa palavra chave é “Desconstrução” tomada emprestada das ciências da educação. O negócio é desmanchar tudo e qualquer coisa e cada um montar do seu jeito. Tudo pode ser misturado e tudo pode ser experimentado. A antiga ambivalência de preto e branco, agora tem uma enorme faixa cinza no meio. Ao mesmo tempo que vivemos esse caldeirão de misturas e uma constante iniciativa de aceitar todas as diferenças e cada um na sua, na prática, dá campo livre para a radicalização, que é outra palavra e atitude muito em voga atualmente. Radicais na política, na educação, na religião, nas ideologias para se chegar ao poder ou mesmo para não se chegar e não deixar ninguém em paz no comando de nada. Nações radicais, grupos radicais e medidas radicais e o saldo é um medo e uma tensão radical de fato e de direito. O primeiro ministro do rei Assuero, apresentou uma proposta ao rei, para exterminar um povo inteiro, em todas as províncias do império (127), só porque na sua compreensão “érea um povo diferente dos demais e com leis diferentes.” Colocou à disposição do rei a sua fortuna para cobrir os custos do extermínio, o que foi rejeitado pelo rei, pensando que se era um problema de estado, esse deveria custear essa limpeza, para benefício de todos. Como eu citei na meditação sobre o capítulo um desse livro, não uma única menção da palavra Deus nesse livro, nem tampouco da pessoa do Diabo, em qualquer de suas muitas faces. Mas, sinceramente, de onde você acha que vem idéias, planos e ações desse tipo? Por que eliminar uma etnia inteira, sem uma causa? A resposta? Tem alguém que pensa e planeja à longo prazo, pois esse povo espalhado por todas as províncias do reino de Assuero, era o povo de onde viria anos mais à frente, o Cristo, o salvador do mundo e não apenas de um império de 127 pronvincias.

 

Senhor Deus de todos os tempos e de todos os povos, ajuda-nos com as atitudes que precisamos demonstrar o que somos e o nosso papel de abençoar as nações e as pessoas. Oro, pedindo um coração pacificador e por uma mente clara e compreensiva sobre as diferenças que são frutos da multiforme graça do Senhor. Jesus amou a todos indistintamente e ordenou-nos a segui-lo nisso e o faremos, com a graça e a força que vem de ti, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s