Escolher em Quem Confiar

Meditação do dia 28/09/2016

Sl 118.9 “É melhor confiar no Senhor do que confiar nos príncipes.

 Escolher em quem confiar – Segundo a turma que dos detalhes, esse é o versículo central da Bíblia, não confirmei fazendo a contagem, mas se o for, é bem significativo, pois a vida toda, gera em torna da fé ou da confiança. Nos tempos do escritor sagrado, praticamente todos os povos eram governados por algum tipo de soberano e seus nobres ostentando títulos. Os filhos destes, já nasciam com a cara da nobreza, ainda que a vida e a conduta nunca comprovasse isso. Então uns nasciam nobres e nunca eram na vida, enquanto outros se faziam nobres por suas vidas e dedicação ao seu povo e suas causas. Em termos de autoridade, de que se trata o nosso texto, um príncipe, é uma autoridade que governa um território, um principado, ou mesmo um membro de famílias nobres. Nos moldes bíblicos hebraicos, os descendentes diretos dos patriarcas, eram tidos como líderes das famílias ou tribo e também eram chamados de príncipes; No contexto de autoridades governamentais no Brasil, não temos essa figura com tal nomenclatura, mas o temos no exercício da prerrogativas; que são nossas autoridades legislativas,  executivas e judiciárias das ações de governo. (Estamos bem na fita!) O que o versículo diz se torna uma escolha que temos a fazer porque são duas fontes de soluções e meios de suprir necessidades. As autoridades foram constituídas para servir a população e em ser nome exercem tal função; cumpre-lhe por ofício disponibilizar meios que atendam uma demanda legítima de um cidadão. Na prática, sabemos que prometem mundos e fundos antes de serem eleitos ou nomeados, e que depois nem sempre são eficientes, ou o são mais por interesses pessoais e corporativos, do que mesmo pelo servir. Além do mais sabemos que todo ser humano é falível e dentro de um sistema de governo, há certos trâmites que tornam as coisas mais distantes do ideal. Deus contudo, está sempre presente, sempre disponível e é totalmente confiável, pois seu caráter é perfeito, seu amor é imenso e suas misericórdias não tem fim. Entre colocar nossa confiança num homem falível ou em um Deus Todo-Poderoso, é claro que para o cristão, isso nem chega ser um desafio de qual escolha fazer. Mas a prática da fé também tem mostrado que quanto mais supérflua, for a fé e a relação da pessoa com Deus, maiores as chances dos recursos espirituais ficaram relegados a um segundo plano. Na teoria, todos sabem que devemos “orar sem cessar” – “buscar primeiro o reino de Deus e à sua justiça” – “pedir com fé” – “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” – “Tudo posso naquele que me fortalece” – “O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará” Etc. Mas quando surge uma necessidade, um desafio, quase que o padrão é buscar todas as fontes de ajuda e quando tudo se esgotar, então ir para a oração da fé e aí sim, fazer uma campanha poderoso, com jejum e oração, “porque para Deus não há impossível!” Que tal simplificar, acreditar no que diz a Palavra: É melhor confiar no Senhor do que confiar nos príncipes.

Senhor, obrigado por ser o meu Deus, o nosso Deus! O Senhor conhece o meu coração e também as minhas motivações, porque muitas delas, veio de ti; obrigado por sua palavra nos chamar a uma vida de confiança plena em ti, pois tua capacidade de agir é grande e suas misericórdias estão sendo renovadas todos os dias para com os teus filhos. Obrigado por acrescentar a nossa fé, andar contigo é uma experiencia gratificante e sempre exigirá fé e ação. Obrigado, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s