De Olho Nos Montes

Meditação do dia 01/10/2016

Sl 121.6 “Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro?

 De olho nos montes – Meu amigo, pastor Zezinho (José Rego do Nascimento Jr) costuma dizer que não há gente que goste tanto de monte, como os crentes; eles estão em todo tempo em algum monte – pode ser um “Monte de problemas” – “Monte de cobertas” – “Monte de comida” – “Monte de desculpas” e até mesmo “Monte de oração.” Literalmente um monte é um lugar elevado; figuradamente, pode ser uma posição elevada, de grandeza, de autoridade, de destaque, algo que se sobrepõe ao geral, como também pode ser lugar privilegiado e porque não também uma dificuldade ou obstáculo. Nesse caso, cada um tem seu próprio monte e deve saber do que se trata e como superar ou desfrutar das vantagens e privilégios de ter seu próprio monte. O Salmista faz uma pergunta para si mesmo e dá a resposta que realmente satisfaz em detrimento de outras possíveis. Do ponto de vista de um adorador apaixonado por Deus, por sua palavra e pelo seu estilo de vida, Ele sempre será a fonte de recursos e o lugar de socorro e refúgio. Assim, quando surge uma condição adversa ou perigo, cada pessoa lança mão de seus meios de livramento e de obter ajuda. O autor disse que o socorro dele vinha do Senhor, o criador do céu e da terra. Ele não só conhecia a Deus e o servia, como sabia distintamente bem o caráter e a natureza do seu Deus, mesmo num panteão de possibilidades divinas que grassava as culturas ao seu redor. Ele e o seu povo tinham uma aliança com o Deus que se revelara aos seus patriarcas e estabelecido alianças eternas e nas quais eles vinham sendo abençoados e preservados. Ele não tinha nenhuma dúvida sobre onde buscar ajuda nas horas difíceis. Essa é a minha pergunta constante, nos dias modernos; uma vez que como cristãos, nos consideramos herdeiros espirituais do mesmo Deus, mesmo culto e mesmos propósitos, pois em Cristo, não há mais as diferenças que separavam a fé da etnia entre os povos. “Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa” (Gl 3.28,29). Então, hoje, quando surgem os problemas, para onde levantamos os nossos olhos? Que tipo de monte ganha a nossa atenção e preferencia? O governo? Os políticos? O dinheiro? A igreja e suas campanhas? A única resposta que realmente satisfaz a pergunta e os anseios da alma e do espírito, sem dúvida é a mesma do salmista: “O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra” (Sl 121.2).

 

Graças, Senhor, por seu o nosso refúgio e fortaleza, o socorro bem presente na hora das angústias. O Senhor é bom, o tempo todo, e o nosso coração sabe muito bem disso. Sou grato pela ajuda e proteção dada a mim, à minha família e aos meus queridos. Nada tem nos faltado, como é prometido na palavra e somos gratos pelas lições a serem aprendidas, para nosso crescimento. Obrigado por tua fidelidade. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s