Crises Interiores

Meditação do dia 22/10/2016

Sl 142.2 “Quando dentro de mim me esmorece o espírito, conheces a minha vereda. No caminho em que ando, me ocultaram armadilha.

 Crises interiores – Crise não é algo convidativo para se ter, mas elas existem e por incrível que pareça, elas são elementos transformadores. A forma que se reage a uma crise é determinante para que o resultado final seja positivo ou negativo, construtivo ou destrutivo. Muita coisa boa e progresso alcançado pela humanidade, são resultados de crises, que foram transformadas em oportunidades e dali nasceram produtos, serviços, inventos, experimentos e descobertas das quais somos profundamente gratos. A própria natureza produz crises e delas cria situações de renovação e preservação que causa admiração nos especialistas. Incêndios florestais, secas, inundações, nevascas e outros fenômenos, que por vezes castigam e assolam regiões e até atingem pessoas, são formas da natureza se reciclar e corrigir cursos de seus ciclos e assim se auto preservar. Todos que conhecem história antiga, sabe das famosas terres férteis do delta do Nilo no Egito. As inundações anuais mantinham os vales férteis e altamente produtivos. Pesquisadores e ambientalistas americanos descobriram que suas tentativas de evitar incêndios em parques nacionais, estava produzindo também a extinção das famosas sequoias, o fogo servia de catalisador no processo de germinação de suas sementes, assim evitando os incêndios, inibiam o nascimento de novas árvores. Mas, pensando em nós, como pessoas e como servos de Deus, também não gostamos muito da idéia de entrar em crises e situações interiores, que são na verdade, processos bastante doloridos. Mas nem sempre é possível controlar todos os ambientes e evitar situações difíceis na vida. Somos responsáveis por nossas escolhas e nossas reações às diversas circunstancias que se nos deparam, mas não está em nosso poder controlá-las. A única pessoa sobre a qual eu consigo exercer poder o suficiente para modificar, sou eu mesmo e felizmente, não sou uma ilha, vivo cercado de tantas outras vidas, sobre as quais posso exercer influencias ao mesmo tempo que também recebo delas alguma contrapartida. Davi, como Rei de Israel, fora um soldado, um guerreiro e se tornara rei de uma nação ainda em fase de conquista e consolidação de território e viviam cercados de povos nas mesmas situações e outras simplesmente com instintos bélicos e de imposição de força e domínio; então conflitos e pressões eram realidades naturais para eles e isso é cantado em verso e prosa em suas literaturas e parte delas, compõem a nossa Bíblia Sagrada. Hoje, no século 21, em várias partes do planeta, ainda existem regiões com muitos conflitos de natureza política, ideológica, religiosa e algumas situações nacionalistas e colonialistas que produzem muitas situações de crises humanitárias, que vão desde as guerras, até opressões ideológicas e raciais, que obrigam as pessoas a viverem em constante estresse e que aqui chamaríamos de crises interiores. Quando o espírito esmorece, no dizer do salmista, significa uma crise de solidão, depressão, desânimo e até de desespero, pela falta de perspectiva de solução definitiva ou mudança que venha a aliviar. Confesso que ao ouvir cristãos, incluindo membros da igreja que trabalho, falando de “como é difícil ser cristão, e como são perseguidos e sofrem pressão por causa de sua fé e etc…” Isso quase me coloca em crise! Mas não vou dar este gosto a esse tipo de pessoa. Claro que todos sofremos algum tipo de pressão, alguém sempre encontra um engraçadinho que zomba, ou provoca, comparando a gente com outros grupos “pseudo-cristãos” mas isso não pode ser comparado com as pressões perseguições que outros nossos irmãos passam todos os dias e eles literalmente não tem nenhuma garantia de sobreviverão amanhã, então tudo o que eles tem é o hoje. Mas mesmo assim, procure aprender alguma coisa com “suas crises” e cresça interiormente e seja bênção na vida de outros que precisam de você.

Obrigado, Senhor nosso Pai, pois Jesus disse que seríamos como cordeiros no meio de lobos, e que precisaríamos ser simples como as pombas e prudentes como as serpentes; assim nós temos nossa cota de responsabilidade diária para darmos bom exemplo e fidelidade, para assim abençoar os nossos irmãos mais novos na fé e que ainda estão em fase crescimento. Te glorificamos, por ser o nosso Deus e nos guiar com muito amor nos momentos difíceis e quando a pressão é grande e imaginamos que nem poderemos vencer, mas a tua graça e a tua misericórdia se manifestam poderosamente em favor daqueles que confiam em ti. Renova, ó Senhor a nossa confiança em ti e no poder da tua Palavra, que pode nos nortear e guiar por caminhos que nos levarão a vitória e ao crescimento. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s