Em Quem Confiar

Meditação do dia 26/10/2016

Sl 146.3 “Não confieis em príncipes, nem nos filhos dos homens, em quem não há salvação.

 Em quem confiar – Os textos dos salmos falam muito sobre confiança em Deus, ao mesmo tempo que enfatiza o perigo de colocar a confiança em pessoas, mesmo sendo elas “poderosas,”  como reis, príncipes, juízes, autoridades, soldados, exércitos e etc. Ainda que hoje, vivamos uma situação e uma cultura bastante diferente daquela do contexto dos autores sagrados, onde eles tinham grandes experiências pessoais com Deus e revelações maravilhosas, e que em sua grande parte, acabaram por se tornaram parte da nossa Bíblia, como literatura sagrada e digna de confiança. Muitos dos aspectos teológicos, que hoje asseveramos estarem bem definidos e sistematizados academicamente, portanto temos alguma luz um tanto mais clara do que eles. Contudo em termos de experiência, eles ainda continuam com vantagens sobre nós; mas o elemento fé, que eles cultivavam e para nós hoje é o que sustenta todas as nossas descobertas e certezas do que para eles era algo muito simples e trivial. Nosso patriarca Abraão, era um fazendeiro simples, que recebeu uma revelação e um chamado de um Deus único, sem representatividade material, sem imagens ou símbolos e ele cultuou e serviu a esse Deus de forma muito fiel e tiveram um relacionamento muito próximo, sendo até chamado de “amigo de Deus.” O culto era simples, sem rituais elaborados, sem sacerdócio e sem muitas cerimonias e mesmo assim, a fé dele era inabalável. O cristianismo inicial era muito simples e sem maiores rebuscamentos, sem paramentos e sem cerimonialismo ritualístico. As informações, doutrinas e preceitos básicos eram passados aos anciãos que se encarregavam de transmitir e preservar a fidelidade da mensagem, que girava em torno da pessoa e obra de Cristo, que viera ao mundo para demonstrar o amor e a salvação prometida por Deus não só aos hebreus, mas a todos que estivessem dispostos a crer e render-se em consagração total a Cristo e ao Reino de Deus.  No tempo do Rei Davi, que foi o autor de muitos dos nossos salmos, a fé, ou confiança em Deus, não era um aspecto religioso, separado da vida pessoal, dos afazeres e da vida cívica e social. Com o passar dos tempos, as coisas foram sendo departamentalizadas cada vez mais, ao ponto de termos uma quadradinho para cada área da vida e alguns nem podem se tocar e sofrer influencia. A escola é pública e laica, lá a fé tem de ficar de fora; no trabalho, estamos ali para trabalhar e produzir e fazer valer o que ganhamos e a fé e as questões pessoais não são permitidas, ficam penduradas no cabide ao chegar e pegamos novamente na saída. Para muitos o lazer não pode fazer parte do cardápio, férias e descanso é para os fracos e os problemas devem ser resolvidos com lógica, números e habilidades profissionais, deixa-se Deus de fora, pois o lugar dele é na igreja, nos horários demarcados para cultos e orações. Com isso, as pessoas são estimuladas a crerem em Deus e exercitar a fé, apenas no âmbito espiritual e religioso com agenda fechada; ao mesmo tempo que são cobradas para acreditarem piamente “no sistema” ou seja, na medicina, nos governos, nos políticos, na justiça humana, na economia de mercado, na tecnologia, nas ciências e por aí… Não que essas instancias não devam existir e fazer parte da vida das pessoas, mas todas elas, estão ali, firmadas na capacidade operacional humana e todos são falíveis, confiar neles, como sendo a solução para tudo, é um erro grave e o preço social pago tem sido muito grande. é muito verdade que nos filhos dos homens não há salvação, de jeito nenhum, para causa nenhuma e por preço nenhum! Se é para radicalizar, então confie plenamente em Deus!

Pai, obrigado por nos criar à tua imagem e semelhança, com inteligência, capacidades e potenciais que podem e devem ser utilizados para nosso próprio bem-estar. Mas o Senhor continuará sendo a fonte de recursos e a salvação de todos. Obrigado, por dar-nos uma fé, que nos leva a desenvolver os dons dados à criação, mas sem substituir o Criador e sem rebelar para assumir o comando, como pudéssemos ser independentes. Ser fiéis a ti, não nos torna menores e não nos tira a dignidade, pois no Senhor é que nos realizamos plenamente. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s