Minha Âncora

Meditação do dia 25/10/2016

Sl 145.17 “Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras.

 Minha âncora – Não sou marinheiro, nem ainda viajei de navio ou fiz um cruzeiro marítimo ou fluvial; o mais perto possível em termos de negação que já experimentei, foi atravessar de balsa, o Rio Corumbá em Mato Grosso do Sul, o Tietê entre Jaú e Bauru numa manutenção da ponte, ou os ferry-boats Rio Niteroi e na baia de Guaratuba no Paraná; Mas teoricamente eu seu a importância de uma âncora para uma embarcação. Quanto se atraca no porto ou é necessário ficar parado em determinado lugar, lança-se âncora e fixa-se dando segurança em meio ao balanço das águas na tempestade ou em circunstancias adversas; sem elas o risco de ficar à deriva, ou de acidente grave é enorme. Uma das poucas citações de que me recordo sobre o uso da expressão “âncora” aparece em hebreus 6.19 “…a qual temos por âncora da alma, segura e firme e que penetra além do véu,…” Falando da promessa da salvação feita por Deus e garantida por Cristo Jesus. Mas a minha meditação de hoje, tem essa idéia, não partindo do texto da Carta aos Hebreus, ou de alguma experiência náutica, mas vem de uma experiência que me acompanha por muitos anos, desde os tempos de seminário, quando estava aprendendo a lidar com conflitos, decisões, ouvir a voz e a direção de Deus e eu sabia que os quatro anos de estudos em regime de internato integral naquele seminário seria um tempo precioso e ao mesmo tempo muito curto para aprender tudo que um futuro ministro do evangelho precisaria para desenvolver um bom ministério. Então cada oportunidade de aprender, era precioso e procurava estar atento às possibilidades que apareciam e numa dessas conversas informais entre os rapazes, alguém citou esse verso, dizendo que aquilo se valia muito em momentos de dificuldades, pois afirmava o caráter santo e justo de Deus. Aquilo caiu como uma luva em minha alma e até parecia uma bomba de efeito retardado, que só depois de algum tempo é que vem a explosão. Comecei a meditar e prestar atenção nesse versículo e no seguinte e sempre que apareciam as dificuldades e me via meio sem direção ou em possibilidade de ser engolido por problemas, eu recitava essa verdade em voz alta para eu mesmo ouvir e acreditar, solidificando ainda mais essa verdade em minha mente e coração. Como na vida de um jovem pastor não faltam oportunidades de lutas e problemas, então tive muitas oportunidades de ser treinado e testado sobre a fidelidade de Deus para com a minha vida, o meu chamado, meu ministério e sobre fazer o certo e crer que Deus honraria e andaria comigo, mesmo em meio às dificuldades. Com os anos, se tornou parte de mim e já superei aquela fase reativa, de usar uma verdade da Palavra para solucionar uma problema e depois da fase reativa, quando reagimos a uma provocação, vem a fase ativa, quando essa verdade já acionada naturalmente assim que surge uma necessidade dela e em seguida, vem a fase que pode se chamar de automática, pois a verdade já está enraizada e encrustada na pessoa. Sempre que percebo uma situação adversa e na qual minhas chances são mínimas, eu declaro para mim mesmo: Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras. Sendo Deus, o meu Deus justo em todos os seus caminhos, então essa situação não irá me derrotar, nem mesmo ficarei desamparado por Deus, por Ele é JUSTO EM TODOS OS SEUS CAMINHOS! Nenhum dos caminhos de Deus serão maus ou ruins para mim; posso não entender o que está se passando ou quais os resultados finais, ou mesmo que lições poderei aprender e tirar de tais circunstancias, mas algo já está bem definido dentro de mim: Deus é justo em tudo que faz, Ele me ama e é fiel e santo e cuida dos seus; se algo der errado, cem por cento da responsabilidade será minha, porque Ele é Deus, é santo, é justo e quer o melhor para mim. Não tenho nenhuma sombra de dúvida sobre suas intenções para comigo. ISSO, me serve de âncora nos momentos difíceis! É só uma questão de me segurar e esperar a tempestade passar, afinal: “Com Cristo no barco, vai tudo bem!”

Graças, Pai, pela vida daquele irmão, que citou esse texto de uma forma tão natural e espontânea, mas não soube o bem que me fez e a semente que foi plantada no meu coração. Obrigado, Espírito Santo, por me permitir sensibilidade naquela época, para perceber uma ferramenta que estavas colocando à minha disposição e dependeria de investir tempo e prática até que ela se consolidasse dentro de mim, e até hoje, ela continua sendo bênção e trazendo paz ao meu coração nos momentos de tempestade. Oro, Senhor, para que nesse dia, esse ou outro texto da tua Palavra, que já esteja na mente e na vida de alguns dos teus filhos que leiam essa meditação, possa se tornar uma palavra rhema e abençoá-los definitivamente. Pedimos, que além de memorizar versos da Bíblia, os teus filhos acolham com paciência a palavra neles implantada, como diz Tiago, assim, frutificarem abundantemente. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s