A Arte de Enriquecer

Meditação do dia 09/11/2016

Pv 10.22 “A bênção do Senhor enriquece, e, com ela, ele não traz desgosto.

 A arte de enriquecer – Com exceção de uma ala católica de determinadas ordens que optaram e fazem votos de pobreza, não conheço muita gente que é pobre por opção e que sente prazer nisso. Conheço pessoas que não pretendem se desgastar demais para acumular bens e riquezas, que se satisfazem com um padrão de vida modesta que lhes dá segurança e o conforto que consideram suficientes. Mas a grande maioria querem melhorar de vida; querem ganhar bem e desfrutar do apetitoso poder de compras. Alguns até exageram na dose e se tornam materialistas, capitalistas ou qualquer outro termo, desde que signifique faturar alto acumular muito. Alguns até se perdem nessa empreitada, como prevista pelo apóstolo São Paulo, na sua carta à Timóteo: “Ora, os que querem ficar rios caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e  a si mesmos se atormentaram com muitas dores” (I Tm  6.9). Percebo pela Palavra de Deus e pelo estilo de vida proposto pelo evangelho, que existe um modo correto, divino e abençoador de se enriquecer e existe um modo errado, maligno e amaldiçoado de também se enriquecer. Como cristão eu prefiro diferenciar as palavras que definem os resultados desses dois modos de vida, assim, um é enriquecer e o outro é acumular bens e não considero que sejam a mesma coisa. O Cristo baseia sua vida em Cristo e tem uma promessa máxima de vida abundante, ser guiado pelo Espírito Santo, ser cheio do poder de Deus para testemunhar, operar no espírito, viver pela fé, ter em Deus sua fonte inesgotável de suprimentos e muitas outras coisas dentro de um contexto de aliança eterna. Então nesse estilo de vida, não pode fazer parte termos como expressos por Paulo, como: “tentação” – “cilada” – “muitas concupiscências insensatas e perniciosas” – “que afogam os homens” – “ruína e perdição” – Porque alguém sensato e da bênção irá querer cultivar uma “raiz de todos os males?” e que alguns filhos de Deus, servos de Deus entraram “nessa cobiça” e se “desviaram da fé” – Acredito que, como em uma caminhada, ou viagem as pessoas se desviam e algumas não se dão conta disso e agem como se tudo ainda estivesse bem; uns estão apenas desviados, mas outros acabam se perdendo mesmo. Desviar da fé não é algo normal e aceitável para o estilo de vida cristã, pois “o justo viverá da fé;” a religião ensina que desviar é deixar de ir nas reuniões da igreja, praticar os rituais e desistir de ir para o céu… Não é isso que a Bíblia ensina sobre vida com Deus e vida espiritual. Riqueza e acúmulo de bens não são sinônimos. A riqueza tem mais à ver com satisfação, suficiência e gratidão do que necessariamente com recursos ilimitados. Por isso quem tem riqueza do tipo de Deus, isso não vem acompanhado de preocupações e desgastes como insônia, insegurança, medos de perda e desvalorização. Jesus havia dito nos seus dias terrenos sobre onde acumular um e outro tipo de riquezas, sendo que um é permanente e outro ilusório e passageiro. Você quer ser rico ou cheio de coisas?

Obrigado Senhor, por nos guiar a um estilo de vida onde podemos usar coisas e amar pessoas diferentemente de uma vida baseado em valores mundanos onde se ama coisas e usa pessoas para satisfação e obter seus fins. Graças damos por suprir em Cristo Jesus cada uma das nossas necessidades, abençoando o nosso pão de cada dia e suprindo generosamente, até que haja abundancia na vida e na casa dos teus filhos. Obrigado pela compreensão dos teus valores e do que esperas de nós com cada recurso que disponibiliza, para administrarmos com zelo e responsabilidade. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Investindo na pessoa certa

Meditação do dia 08/11/2016

Pv 9.9 “Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio ainda; ensina o justo, e ele crescerá em prudência.

 Investindo na pessoa certa – Ninguém tem todo o tempo do mundo disponível a si; como também não tem recursos suficientes para todos os projetos que gostaria de realizar. Mesmo que os tivesse a ambos, a prudência e a sabedoria lhe diria que deveria canalizar tais recursos para investimentos realmente produtivos. Ninguém no mundo soube u sabe melhor como investir do que Jesus Cristo. Mesmo sendo Deus e Criador de todas as coisas e como tal, estava acima e além dos limites do universo criado, se reduziu para caber nele e igualdade de condições com os demais homens aqui nascidos. Agora limitado por matéria, tempo e espaço, Jesus tinha um limitadíssimo tempo de vida e uma enorme tarefa para realizar, já que não era apenas morrer na cruz para salvar os pecadores; ele precisava também realizar uma tarefa de ensinar por princípios e demonstração de como se pode vencer as fraquezas, limitações, pecados, diabos e tudo mais, através de um estilo de vida guiado pelo Espírito Santo e de obediência a Deus via sua Palavra. Ele precisa discipular algumas pessoas a quem delegaria a tarefa de difundir o evangelho da graça salvadora, estabelecendo as bases da sua igreja, que enfrentaria e ainda enfrenta as mais rígidas oposições deste mundo e de quaisquer outros e mesmo assim produz vencedores e mais que vencedores. Diante de um cenário tão amplo e de tão poucas oportunidades, Jesus optou por investir certo nas pessoas certas, para que obtivesse resultados certos, para rimar, deu certo! Jesus escolheu pessoas que na ótica humana seria o único grupo que não daria certo, por diversas razões e qualquer especialista em RH jamais recrutaria aquelas figuras para compor um quadro que teria o desafio de produzir a maior e mais poderosa revolução jamais vista ou experimentada na história do mundo. Sem armas, sem estratégias militares, bélicas ou de logística sofisticada, sem preparo acadêmico de relevância, sem recursos financeiros e materiais; e enfrentado oposição sistemática e bem preparada; a igreja nasceu, cresceu, se firmou e penetrou como sal na carne fresca e foi fazendo a diferença e passo a passo os fundamentos do então inabalável mundo que jaz no maligno foi ruindo como castelo de areia. Hoje, o modelo de Jesus é tema dos grandes mestres em educação, motivação, administração e gestão de pessoas e de recursos. Eita Nazareno arretado! Podemos e devemos construir templos, centros educacionais, obras sociais e beneficência, mas nada é mais rentável e seguro que investir em vidas, treinas pessoas porque estas são insubstituíveis e eternas. Se investirmos em pessoas sábias, elas se tornarão mais sábias ainda e consequentemente investirão em outras pessoas mais sábias do que as originais nas quais investimos inicialmente; investindo em pessoas justas, elas farão diferença e darão aceso justo a pessoas justas que por sua vez produzirão transformações significativas. Nepotismo, favorecimento de parentes, amigos e de vantagens continuará produzindo o que temos hoje no governo, no mundo dos negócios, e até mesmo nas igrejas e sistemas religiosos denominacionais, onde infelizmente prevalece os apadrinhamentos ideológicos e pessoais, em detrimento da verdade e da justiça. Para obtermos resultados diferentes, precisamos agir de maneira diferente, temos que alterar os fatores para haver diferença no produto. Minha avó dizia: “Não gaste vela com defunt0o ruim!” Invista em pessoas sábias e justas!

Senhor, obrigado pelo dom da sabedoria que deixaste disponível para que a igreja pudesse operar em situações além do conhecimento humano comum e razoável, porque a nossa tarefa é acima e além do comum e razoável. A nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra principados e potestades do mal, aptas a enganar e seduzir, mas temos a tua promessa de capacidade pelo poder do Espírito Santo para sermos testemunhas em todo lugar e em todo tempo. Oramos por graça e discernimento sobre quem desejas que invistamos o tempo precioso que dispomos. Fale ao nosso coração e nos guie por caminhos planos e veredas direitas, por amor do teu nome, Senhor Jesus, Amém.

Pr Jason

Achando o que se Procura

Meditação do dia 07/11/2016

Pv 8.17 “Eu amo os que me amam; os que me procuram me acham.

 Achando o que se procura – A literatura permite coisas grandiosas através da imaginação e da criatividade. Nos deparamos com certas maneiras de ver as coisas que nos surpreendem e ficamos a perguntar: Como foi que essa pessoa teve essa idéia? Como ele viu isso por esse ângulo? A Bíblia também é literatura, e de excelente qualidade; história antiga, filosofia, artes, arquitetura, geografia, zoologia, psicologia, poesia, música e tantas outras ciências estão disponíveis em suas páginas. Ainda precisamos de muitas outras ciências modernas e tecnologia de ponta para descobrir e validar registros nela contidos. Nesse nosso texto de hoje, algo sempre me fascinou na narrativa sobre a sabedoria, que aqui não é tratada como se fosse um conceito, uma verdade filosófica ou uma ciência, mas é retratada com todos os pormenores como sendo uma pessoa, com todos os atributos que caracteriza uma ser humano, com os acréscimos de que a sabedoria é contada como sendo alguém eterno e permanente desde quando fora criada, ainda na eternidade, antes mesmo de Deus rascunhar o que chamamos de nosso mundo. Outro detalhe fascinante, é que a Sabedoria, não é apenas uma pessoa, mas uma personalidade feminina, com caráter e emoções distintas ao mesmo tempo que se propõe a utilizar seus serviços em doação espontânea aos homens e ela demonstra que existem alguns que são mais carentes que os outros e que alguns chegam a ser “tapados” mesmos, chama-los de “anta ou jiricos” seria ofensa aos distintos animais. A palavra original grega para sabedoria é SOFIA,  e não tenho dúvida da admiração que tenho por esse nome aplicado a mulheres, me parece que só mesmo pais sábios e com bons propósitos dão à sua filha um nome tão abençoador e distinto assim; ainda que alguns acertam por sorte de principiantes, ou simplesmente por gostar da grafia ou da sonoridade do nome. Abusando do direito da licença poética, sempre imagino esse texto, como sendo a exposição de uma mulher sábia e muito bonita, disposta a ajudar pessoas que andam errantes e perambulando pela vida, fazendo tentativas e com mais erros do que acertos; quando se deparam numa grande praça, com uma linda mulher, bem vestida, de aspecto elegante, atraente e cativante, falando em voz alta, anunciando seus serviços, que podem salvar vidas do colapso e da morte. No seu curriculum, ela tem vasta experiencia de assessoria à reis e príncipes que governam com muito propriedade e distinção.  Ele se apresenta como alguém que foi assistente direta de Deus na criação e no estabelecimento de muito coisa que conhecemos e admiramos em nossa volta, estabelecidos como princípios eternos no funcionamento da natureza e da vida. Também essa distinta minha amiga, Sofia, está sempre acessível e disponível à qualquer que a buscar a encontrará sem problemas. Também ela diz que as pessoas que dão ouvidos aos seus ensinos e recomendações, são pessoas felizes, prósperas e abençoadas, e que eles realmente encontram a vida e o favor de Deus; alguém deseja outras duas coisas melhores que estas? Sem contar que ela já disse que ela oferece investimentos muito mais lucrativos e seguros do investir em ouro ou prata ou qualquer outra aplicação que uma pessoa consiga imaginar. A contrapartida  também é radical, quem a aborrece, ama a morte e pra dizer a verdade, não é tão boa coisa assim não. Prefiro a vida, com certeza! Se você conhecer essa minha amiga, se apaixonará por ela rapidinho e isso não é nada mal, ao contrário, fará muito bem! A Sofia é demais mesmo!

Obrigado Senhor, por nos permitir tão agradável companhia para uma jornada tão importante como é a vida. Graças te dou pela sabedoria divina, disponível a todos os teus filhos, em tua Palavra, na comunhão e na vida de oração e busca ao Senhor! Desejo muito ser uma pessoa sábia e bem assessorado pela sabedoria que trás vida e prosperidade verdadeira para os que temem ao Senhor e escolhem um estilo de vida da maneira que desejas. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

O Antídoto Contra a Imoralidade

Meditação do dia 06/11/2016

Pv 7.2,3 “Guarda os meus mandamentos e vive; e a minha lei, como a menina dos teus olhos. Ata-os ao dedos, escreve-os na tábua do teu coração.

 O Antídoto contra imoralidade – Nas viagens pelas rodovia e estradas desse Brasil à fora, existem muitas placas que dão instruções, advertências e regulamentam para segurança e proteção de quem viaja ou utiliza as mesmas. Não há placas advertindo de um certo tipo de perigo ou risco, se de fato não exista tal perigo ou risco; é óbvio! Assim também, Deus não colocaria sérias advertências contra certos tipos de perigos, se tais perigos não existissem e não nos colocassem em risco. Deus sabe o que faz e porque faz! Assim, podemos refletir e ponderar no porque Deus dedicou páginas preciosas de sua Palavra, para advertir o seu povo contra a imoralidade sexual. Logicamente Deus não é contra a vida sexual humana, tanto é que foi ele o idealizador disso, e o deu como uma dádiva, uma bênção para nós; para ser bênção há normas e instruções que precisam ser levadas em contas, para evitar o os danos que acompanham a mau uso dessa dádiva, como acontece com qualquer outro direito legal e necessário. Comer é bom, mas a glutonaria é pecado; beber é bom, mas os vícios estragam tudo e é pecado justamente por isso; dormir é bom demais, mas a preguiça e a negligencia pegam carona e fazem um estrago na vida e se torna pecado. Como costumo dizer: “Tudo demais, basta, sobra!” O mal usurpa os legítimos desejos e direitos e leva as pessoas aos vícios e às perversões de tal maneira que arruína a vida toda não só daquela pessoa, mas famílias inteiras e até gerações. Aqui, no texto de hoje, como em capítulos anteriores, o autor insiste com seu filho, um príncipe, para que aprenda o caminho da sabedoria e não arruíne sua vida com algo que parece tão simples e banal, que não causaria dano algum, mas que é um grande engano, pois só mesmo pessoas sem sabedoria, sem controle de suas ações é que entra por esses caminhos violando todos os limites estabelecidos e todos os padrões conhecidos e que servem de referencia para o bem estar de todos. O profeta Oséias, faz uma declaração que levo muito à sério e que pode salvar muitas vidas: “A sensualidade, o vinho e o mosto tiram o entendimento.” (Os 4.11) Sensualidade e bebidas tiram a sensatez da pessoa, imagina uma combinação disso tudo? Sensualidade, muita birita e falta de juízo ou incapacidade de avaliar os valores? Olha os resultado dos bailes “funks” espalhados por aí! Olhe as baladas da moçada; olha os carnavais da vida, e tudo mais que nem é preciso descrever aqui. É constatação cientifica e histórica já comprovados: Todos os grandes impérios e civilizações que dominaram o mundo e foram altamente produtivos e fizeram grandes contribuições para o desenvolvimento da humanidade, deixando grandes legados, sucumbiram e foram à ruína, quando carcomidos por dentro, por sensualidade, permissividade, vícios em demasia, abuso da liberdade, descaso pela lei e ordem e abandono e descaso com a família como instituição. Todos, sem exceção alguma. Todos os ditadores e toda ideologia de dominação e opressão faz uso da sexualidade permissiva, vícios em demasia e anulação dos conceitos de família e controle do estado sob os direitos de todos. Ser sábio, saber ouvir os pais e as pessoas bem sucedidas e de boa índole, temor a Deus e estrutura familiar é a forma justa e bem sucedida de vencer a imoralidade tão defendida pelas mídias, pela “cultura” e até oficializada como programa de governo. A indústria do entretenimento, como a TV e o Cinema, investe pesado para vender imagens de coisa boa, através de atores, atrizes, e enredos emocionantes, mas que defendem um estilo imoral de vida e desafio à família e a Deus. Sejamos sábios, ou seremos engolidos pela imoralidade cada vez mais “normal e vendida em promoções” acessível a todos.

Pai, a tua Palavra tem razão e o teu Espírito Santo sabe como nos instruir para vencermos esse mundo mal e agradarmos a ti. Quando dizes que algo é perigoso e mau, podemos acreditar e nos prevenir, buscando sabedoria em ti para vencermos pela fé, pois sabemos que os teus planos são perfeitos e não nos pediria nada impossível ou apenas para nos afligir. Oramos agradecidos por nos dar um espírito de amor, de poder e de moderação, e que nos guia à perfeita vontade do Senhor. Em nome de Jesus. Amém.

Pr Jason

Como Tirar Deus do Sério

Meditação do dia 05/11/2016

Pv 6.16 “Seis coisas o Senhor aborrece, e a sétima a sua alma abomina.

 Como tirar Deus do Sério – Estamos pensando em uma figura de linguagem que representa uma atitude divina de reação à coisas erradas, que ele simplesmente detesta. Todos nós temos um certo limite de tolerância, que quando ultrapassado, reagimos e a isso denominamos “tirar do sério;” e ninguém gosta de ser tirado do sério, não é uma posição confortável e por vezes ela revela coisas nossas que nem nós mesmos gostamos. Com Deus é um tanto diferente, pois ele é perfeito em absoluto e mesmo no exercício da ira, juízo e justiça, o faz sem mudar de qualidade; seu caráter é santo e perfeito em tudo. Mas fica o registro de ações e atitudes que Deus não gosta que sejam praticadas e isso fere sua santidade e seus objetivos de abençoar as pessoas e a sociedade. Quem pratica tais ações não ficarão impunes em absoluto. É uma ilusão imaginar que se pode fazer o que quiser, como quiser, quando quiser e não ser cobrado por isso, ficando no doce engano que “Deus e amor” e portanto quem não ama não castiga e não corrige. Tudo que Deus diz é verdade e vai acontecer fatalmente; plantar é uma escolha, mas colher é responsabilidade inalterável, intransferível e imutável. Vamos pensar nessa lista de seis e uma que pesa mais que as outras juntas. 1. Olhos altivos – Trata-se de orgulho, soberba, a pessoa vê as outras sempre de cima, todos são inferiores; ninguém é igual a ela, não faz as coisas boas e certas como ela, não são boas como ela. 2. Língua mentirosa – Mentira não combina com verdade, com amor, com salvação. Não há como construir qualquer coisa positiva fundamentada na mentira; nada se sustenta com a mentira. Os antigos diziam que “a mentira tem pernas curtas!” Ou seja, mais cedo ou mais tarde a verdade vai alcança-la e tudo se revela. 3. Mãos que derramam sangue inocente – A primeira idéia é de homicídios, assassinatos, violência em geral contra pessoas inocentes e isso não pode deixar de ser verdade; mas a linha que prefiro preferencialmente é que essa expressão trata de casos de aborto. Não existe vítima mais inocente, com menos chance de defesa do que um bebê em formação no útero materno. Tudo que aquele ser espera e ser aceito, amado, protegido e cuidado até o momento do seu nascimento. O aborto é muito covarde, pois a iniciativa é da própria mãe, a pessoa símbolo de amor e proteção; ela mesma deu início aquela vida e vem a tramar um assassinato utilizando os mais diversos meios e instrumentos, incluindo apoio legal; mas diante de Deus é assassinato premeditado! Como pastor e conselheiro cristão, nunca ví um caso de pessoas que praticaram ou ajudaram a prática de aborto que não tenha sérios conflitos e transtornos emocionais, mentais e espirituais, sem dizer que o diabo ganha um direito legal com preço de sangue para atormentar essas vidas e até possuí-las. 4. Coração que trama projetos iníquos – Como se defender de uma maldade que a pessoa está arquitetando, preparando tudo e agindo como se fosse amiga fiel e confiável? Um belo sorriso, tapinha nas costas, apoio nos momentos difíceis, ajuda e etc. mas com intenções más no coração. Armar para os outros é horrível e Deus não gosta disso. 5. Pés que se apressam a correr para o mal – Agilidade e eficiência mas para cometer delitos ou danos a outros. Não é à toa que fofoca, más notícias, difamação, calúnia e etc. chegam muito rápido e vão muito longe, pois o que não falta é pés ligeiros para carregar o mal. 6. Testemunha falsa que profere mentiras – Se prontificar a servir de testemunha alterando a verdade dos fatos, é realmente algo horrível. Sempre há interesses por detrás, que levarão inocentes a prejuízos ou inverter o centro dos fatos. Nunca faça parte disso. 7. O que semeia contenda entre irmãos – Interessante que socialmente diríamos que isso é um mal menor em relação à outros desta lista, mas a verdade é que isso abomina, ou é nojento, repugnante diante de Deus. Pessoas que gosta de fazer o circo pegar fogo e ver o palhaço morrer queimado. Irmãos indica família, laços, confiança, apoio e lugar de refúgio contra todas as adversidades; mas vem alguém e inicia um processo de botar todos contra todos e destruir o sagrado laço de fraternidade e comunidade. Meu irmão e amigos, ainda que você não seja um fofoqueiro, só faz leves comentários e que você só está sendo sincero, a verdade tem que ser dita e todos os argumentos empregados para justificar suas ações, eu te convido ao arrependimento e mudança de atitude, por no fim será muito triste. Façamos uma reflexão bem conscienciosa sobre essas sete coisas, comuns e aceitas socialmente, e tudo muito normal, mas que Deus detesta, abomina e não estamos aqui para provocar a Deus e tirá-lo do sério. Quando Ele resolve botar alguém no cantinho da disciplina para pensar, normalmente a chapa esquenta!

Socorro, Senhor, livra-me e mantem-me à salvo de situações como esta. Escolho andar contigo e seguir teus conselhos e ensinamentos. Lava-me no sangue de Jesus e me conceda graça de manter-me crucificado com Cristo e morto para o pecado, mas vivo para ti. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Indisciplina é Fatal

Meditação do dia 04/11/2016

Pv 5.23 “Ele morrerá pela falta de disciplina, e, pela sua muita loucura, perdido cambaleia.

 Indisciplina é fatal – Temos aqui, um conjunto de vinte e três versículos, que compõe um capítulo do livro de Provérbios, inteiramente dedicado ao ensino de um pai ao seu filho para que aprenda a viver fora da influencia da imoralidade sexual. Um discurso inteiro mostrando os perigos de uma vida entregue aos prazeres errados e com causas básicas e simples: A falta de sabedoria, desprezo pela inteligência, não dar valor a discrição e uma boca que fala muita asneira, sem reter conhecimento útil. Isso junto, forma um coquetel corrosivo, altamente explosivo e que detona qualquer chance de sucesso, prosperidade e dignidade humana. Nunca na história da humanidade tivemos acesso a tanta informação, tantos dados, estatísticas, pesquisas, estudos que fornecem meios suficientes para uma pessoa sensata não se meter em enrascada, mas paralelamente, nunca vimos tantas vidas estragadas, carcomidas e destruídas pela imoralidade, em todos os níveis, espécies e gêneros inimagináveis. A questão se torna mais desastrada ainda dentro dos círculos cristãos, onde era de se esperar um nível mais elevado de ética, moral, pureza, santidade, compromisso e responsabilidade. Mas a grande constatação que fazemos é que se comparando o grupo chamado de ”cristãos” em contraponto com o grupo chamado “mundanos,” o nível ético e moral é um pouquinho, muito levemente melhor, ou menos pior do que do segundo grupo. As últimas gerações detém excesso de informações e déficit de conhecimentos; as pessoas sabem tudo, falam de tudo, tem estudo de tudo, mas não praticam nada, não previnem nada, não se cuidam nem um pouco. Antes problemas tipos como próprios de pessoas que não tinham compromisso com Deus, hoje são corriqueiros nos círculos “cristãos.” Salomão fala francamente para o seu garoto aprenda a discernir e tomar decisões complexas, baseado em sabedoria e nos conhecimento adquirido pela observação e acumulada pelos mais velhos e mestres que já passaram por esses mesmos caminhos e tropeçaram, erraram, ou não, venceram e se superaram pela obediência à verdade guardada no coração. Os valores existem para serem pesados, as pessoas precisam discernir as diferenças entre eternos e efêmeros, permanentes e temporários, prazer momentâneo contra sofrimentos permanentes. Ele exemplifica, levando o jovem a visualizar uma mulher linda, bem vestida, altamente atraente, sensual, bem maquiada, cheirosa, educada e com um tom de voz que mexe com os miolos de qualquer um… mas ele mostra o outro lado: Aquilo ali na verdade é amargoso como a pior coisa amarga que possa imaginar; aqueles lábios bem delineados cortam mais que espada de dois cortes…aqueles pés lindos naqueles saltos é a morte em movimentos e aquele andar é as escadas para o inferno… ela sabe tudo, menos o que realmente são os caminhos da vida, ela nem sabe que seus caminhos são errantes e destrutivos. Ele instrui o seu filho a manter seus caminhos fora da rota desse tipo de pessoa e de pessoas com esse tipo de atitudes. São palavras muito sábias como: Não dê para os outros a sua honra e nem os seus dias (9); Seus bens não devem ser para estranhos e os resultados do seu trabalho não deve ir para a caso dos outros (10); Se seguir esse caminho, o fim de sua vida será de gemidos e seu corpo sofrerá as consequências (11); Você mesmo chegará a conclusão de que fez escolhas erradas baseado em motivações erradas e tudo o que fez era tudo o que não deveria fazer, e você sabia disso (12-14). Imediatamente ele instrui o filho sobre a vida com a perspectiva correta em termos de romance, sexo, família, satisfação e prazer, com resultados infinitamente maiores e melhores e com a bênção da vida e de Deus. Estude melhor os versos 15-21 e veja a beleza, a pureza e a santidade de relacionamentos saudáveis, espirituais e satisfatórios, totalmente abençoados, ao alcance de pessoas sábias, fiéis, obedientes e que escolhem fazer o certo porque é certo e fazer cada coisa no devido tempo e lugar. Intimidade verdadeira, legítima e santa! O que mata o ímpio é a falta de disciplina, mas isso também mata a pessoa de bem quando decide agir como se fosse ímpio e ignorantes dos ensinos de Deus. Quem procede como indisciplinado, sofrerá consequências semelhantes ao de quem é indisciplinado. Lembrando que fomos chamados não para a morte, mas para a vida e paz, a bênção e a santidade. Tudo fora disso, é altamente destrutivo.

Senhor, concede aos teus servos corações puros motivados por amor à tua verdade e sabedoria para acatarmos as instruções que conduzem a vida. Perdoa as atitudes de complacência com o erro ou em tomar as decisões em tempo oportuno. Quero ser cheio do seu Espírito Santo para viver de modo que agrada e que faz jus a tudo que tens feito por mim e para que tenha condições de viver em vitória. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Vamos às Compras?

Meditação do dia 03/11/2016

Pv 4.7 “O princípio da sabedoria é: Adquire a sabedoria; sim, com tudo o que possuis, adquire o entendimento.

 Vamos às compras? – Algumas pessoas boas de grana, quando ficam estressadas ou ansiosas, acalmam-se indo fazer compras. Eu não faço parte deste grupo por duas boas razões, não tenho tanta grana e nem esse nível de estresse ou ansiosidade. Mas ir às compras é algo muito prazeroso e com certeza além de suprir necessidades ainda é fonte de satisfação, claro, na medida certa e com os recursos e meios certos. O escritor desses provérbios, faz um convite para irmos às compras, mas não de bens materiais ou suprimentos de quaisquer espécies, ele tem em mente, aquisições mais permanentes e de bens mais duráveis e de retorno garantido do investimento feito. Adquirir a sabedoria, é colocada aqui como o princípio de tudo o que a pessoa deseja. Comece tudo e qualquer coisa, pela sabedoria, todas as demais coisas irão se encaixar precisamente no devido tempo. Quem imagina construir uma casa que terá lindas janelas brancas, com vidros coloridos, primeiro precisa estabelecer os alicerces dessa casa, senão mais tarde suas janelas brancas sofrerão danos e não ficarão boas ou bonitas, porque a construção todo está comprometida devido a fundação. Alguém sonha em morar num sobrado, com sacada enfeitada, telhado de tal modelo, tal tipo de revestimento e decoração clássica? Beleza, mas antes de tudo chegar nesse ponto, precisa trabalhar no alicerce, pois da qualidade dele vai depender o restante do projeto. Quais são os seus sonhos, os seus planos para sua vida e de sua família, de sua carreira, como quer estar na velhice? Tudo isso pode estar já comprometidos, se não houver sabedoria no planejamento do que serve de base para esse futuro possível. Um detalhe muito importante assinalado pelo autor, é: “…com tudo o que possuis, adquire o entendimento. Nesse projeto, a pessoa deve entrar com tudo o que no investimento. Para adquirir sabedoria é preciso abrir mão de quaisquer outros “bens” e contrariando a máxima de todos os especialistas em investimentos financeiros, a pessoa deve sim, “botar todos os ovos na mesma cesta.” Ao adquirir o kit inicial de sabedoria, a pessoa aprenderá a adquirir mais sabedoria  e com o aumento progressivo e constante da sabedoria, todas as outras aquisições importantes, virão naturalmente e com muito menos desgaste. Enquanto outros estarão correndo e se desgastando por riquezas, bens materiais, fama, títulos, imagem e tantas outras coisas, o sábio chega e passa por todas essas estações sem se escravizar e sem sofrer os efeitos colaterais que tudo isso produz. Quem adquire riqueza atrai riscos; quem ganha fama, perde a privacidade; a imagem muito exposta gera peso de responsabilidade e opinião e lá se vai a liberdade. Quem se torna sábio, por consequência natural sabe lidar com tudo o que aparecer em decorrência disso. As Escrituras Sagradas deixam claro, que é bem melhor ser sábio do que ser rico, famoso, forte, valente etc. Uma pergunta para refletir: Quanto você investe em sua vida para ser mais sábio? Pesando o que é investido em itens como: Saúde, educação, estética, imagem, bens, o seu investimento em sabedoria supera ou perde para quais desses itens?

Senhor Deus de toda sabedoria, inteligência e conhecimento, segundo a tua muita misericórdia, nos assista nesse dia, ao desejarmos crescer em graça e sabedoria  diante de ti e diante dos homens. Apresentamos a nossa gratidão, por termos habitando em nós a pessoa que pode nos conduzir pelos caminhos eternos da sabedoria divina. Firmando nossa fé em ti e na tua Palavra, poderemos alcançar corações sábios e assim glorificarmos ao Senhor nosso Deus. Que hoje seja um dia de pensar e refletir sobre meus investimentos e em que tenho gastado e empregado esforço e energia. Concordamos com Salomão, que adquirir a sabedoria é de fato um bom investimento para essa vida e para a eterna, então esse é o meu pedido do dia: Pai, concede-me um coração e uma mente sábia e entendida de tudo o que vem de ti e das verdades espirituais descritos em tua Palavra. Em nome de Jesus. Amém.

Pr Jason

Aprendendo a Aprender

Meditação do dia 02/11/2016

Pv 3.5 “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.

 Aprendendo a aprender – O Escritor sagrado, o Rei Salomão, escreveu esses pensamentos, quase como se fosse uma carta pessoal e paternal, endereçada ao seu filho, a quem pretendia preparar para o sucesso e ao bom desempenho na vida. Costumamos dizer que a boa educação vem de berço, então o aprendizado começa cedo e ela deve ser intencional e persistente, por isso mesmo existe ciências próprias para o ensino e a educação, que se valem dos recursos, meios, tipo de público, faixa etária e assim, se aplica e os métodos que produzam os melhores resultados. Os filhos começam a aprender assim que nascem, cada contado e cada experiência serve de aprendizagem é acumulativo, pois a pessoa vai mantendo o que aprendeu e utilizando como base para novos aprendizados. Não é à toa que os bebês muito cedo “pegam manhas” – demonstram preferencias – reagem a estímulos e identificam pessoas, lugares, cheiros e sons. Com um pouco menos que seis anos o seu vocabulário já está completo e ela articula frases e pensamentos complexos. Daí em diante é apenas desenvolvimento do aprendizado. Os conceitos básicos, que servirão de pilares de sustentação de sua vida adulta são fundamentados até essa fase. Fé, valores morais, princípios éticos, respeito, obediência e uma série de coisas que serão utilizados em todo o percurso de sua jornada, precisam ser bem firmados o quanto antes. Aqui, o autor está ensinando seu filho a aprender de outras fontes, dignas de confiança e que ultrapassam os limites da capacidade da paternidade humana ou do tipo de ensino que se pode receber pela educação formal e informal. O filho deve aprender a exercer fé em Deus, confiar em Deus de todo o coração. Isso é de uma importância incalculável, pois hoje estamos trabalhando principalmente para adaptar na vida de pessoas adultas, os conceitos da fé em Deus e as vezes temos que iniciar por convence-los de que Deus existe, para depois disso, ensinar que se pode acreditar e confiar nessa pessoa e interagir com ela. No melhor dos quadros, os pais recomendam que os filhos tenham uma religião e sigam alguma coisa. Isso revela que eles estão mais perdidos do nunca e querem guiar seus filhos por algum caminho que leve a algum lugar, mas que eles não sabem o que é e nem aonde isso vai levar. Temos que convir, que quem não sabe para onde vai, não tem como saber se chegou. Como ensinar uma criança a acreditar em algo que eu mesmo não acredito, ou só tenho algumas informações e isso não faz parte importante da minha agenda de vida? Salomão está ensinando duas verdades importantes e que para ambas prosperarem na vida, uma não pode bloquear a outra; A confiança em Deus, de todo o coração, pode ser improdutiva, se ao mesmo tempo a pessoa confiar de todo o coração no seu entendimento pessoal. Embora não seja nada físico, mas essas duas proposições não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo. Seria como a vida ter dois centros – não funciona, assim nem um deles está realmente no centro. Imagine uma roda com dois centros; um deles, ou os dois estará no lugar errado! Deus e eu não podemos ser o centro e a fonte de orientação primária da minha vida. O preferível, é a renuncia do EU em submissão a Deus e seguirmos em parceria ativa e cooperativa da minha parte, mas Deus deve dar as cartas! Não se estribar em seu próprio entendimento é um convite a auto avaliação constante e estar disposto a abrir mão de idéias, conceitos e oportunidades, para que Deus conduza com mão poderosa e direção sábia. Não é escolha fácil, mas é escolha sábia, aí, aprenderemos mais ainda a aprender e quem se dispõe a aprender se tornará apto a ensinar.

Pai, obrigado por seu paciente e longânimo comigo no processo de aprender e confiar na tua capacidade de fazer as coisas. Sou grato por Jesus Cristo dar ao meu coração a condição de nova vida e assim tudo se tornar novo, me habilitando a aprender onde já havia fracassado e errado por desobedecer os princípios de vida que me fariam bem sucedido. Obrigado pela pessoa e presença do teu Santo Espírito,  que nos guia a toda a verdade e nos faz lembrar o que já nos ensinaste. Graças, por tudo, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

O Temor do Senhor e o Conhecimento de Deus

Meditação do dia 1º/11/2016

Pv 2.8 “Filho meu, ouve o ensino de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe.

 O Temor do Senhor e o Conhecimento de Deus – No primeiro trimestre deste ano, ouvi um preletor de origem oriental, de Hong Kong, para nós, um chinês. Achei interessante ouvi-lo falar coisas preciosas da Bíblia e de atividades ministeriais da igreja, mas nas entrelinhas havia uma ótica diferente da nossa, (ocidental é claro!). Numa citação, até em tom de brincadeira, ele se referiu a como nós ocidentais gostamos de definições – tudo que falamos e fazemos precisa de uma definição, uma explicação racional  e estamos sempre pedindo explicações, os fatos não são suficientes para nós, segundo ele. Tive que concordar, após verificar minha conduta e meu modo de pensar e não sou estranho na minha cultura. Temos até quadros humorísticos na TV onde o personagem gosta de tudo “explicadinho nos mínimos detalhes…” ou “tolerância zero, para perguntas óbvias.” Então para não fugir à regra e nem à nossa maneira ocidental de ver as coisas, vou dar aqui os passos precisos, para responder as perguntar: “Como entender o temor do Senhor e encontrar o conhecimento de Deus?” Aqui vai a versão “Faça Você Mesmo.” Passo 1 – Aceite as palavras de seus pais. Como já disse, se filhos não precisassem de pais, provavelmente nasceriam como plantas, mato, no meio do mato e com um pouco de sol, água da chuva e espaço, se cresce e se torna adulto e a vida seguiria. Claro que os pais também tem responsabilidades e não deixar seus filhos crescerem como ervas daninhas, nativas, entregues a si mesmas para decidirem o que querem e o que não querem; já vimos esse filme e não gostamos do final dele. Passo 2 – Guarde contigo as ordens, regras, mandamentos de seus pais. Aprendemos o caminho da vida, em casa, em família. Ali estão as bases de tudo que faremos e enfrentaremos na vida toda. Quem não aprende seguir instruções em casa, não aprende se controlar e conter seu gênio, seu ímpeto violento ou agressivo; acatar ordens, respeitar limites e pessoas, dificilmente se dará bem na vida. Passo 3 – Ouvidos afinados para a sabedoria. Os dois primeiros passos, são as bases para passos seguintes. Quem quer escutar apenas o que lhe convém ou lhe favorece e não aceita críticas, não aprenderá muito e o pouco que aprender não terá muita utilidade. Você já viu ou conhece alguém muito sábio, que não escuta nada de ninguém? Nem eu! Passo 4 – Coração inclinado para entendimento. Todos nós sabemos como é lidar com pessoas cujos corações não estão naquilo que estão falando ou fazendo. Se recebem instruções ou ordens, não acatam de boa vontade e fazem de tudo para que tudo saia do seu jeito, do seu modo, no seu tempo e é muito complicado trabalhar em equipe. Passo 5 – Clamar por inteligência. Ter intenso desejo de melhorar, progredir e fazer melhor a cada oportunidade. Não perder chance de aprender e aperfeiçoar; sem ensinável. Passo 6 – Verbalizar desejo por entendimento. Não é apenas fazer as coisas ou participar delas, mas ter motivação para conhecer a importância do seu papel naquilo que faz valorizar o trabalho e desempenho dos demais ao seu redor. Fazer as coisas por fazer é muito mecânico, robótico; a vida é bem mais do isso e cada ação e atitude se completa com a participação dos demais, por isso não vivemos sozinhos e para nós mesmos. Passo 7 – Valorizar a buscar da sabedoria.   Sabedoria é um bem de grande valor, mas só para quem sabe a sua importância. Depois de encontrada ainda tem processos de refiná-la e agregar mais valor e utilidade. A sabedoria não é um fim em si, como minerar prata ou outros bens do gênero não o são. Passo 8 – Caça ao tesouro de sabedoria. As pessoas que procuram tesouros escondidos ou perdidos empreendem verdadeiras jornadas, nas quais investem muito ou até tudo o que tem e vão aos lugares mais remotos e perigosos. Tesouros não se acham no conforto de nossas salas refrigeradas, templos confortáveis e camas macias. Vale a pena as horas ajoelhadas, nas madrugadas, nas solidões, nas vigílias, nas abstenções, jejuns e nas privações voluntárias, nas inquietações da alma até entender uma verdade da Palavra de Deus, até uma resposta de oração que leva dias, meses anos, mas é um tesouro que vale tudo isso e quando se encontra, se diz: “Eu faria tudo de novo!” ENTÃO: Fazendo só isso, esses oito passos,  dá para entender o temor do Senhor  e achar o conhecimento de Deus. É possível, tanto é que tá na Bíblia e muitos já experimentaram isso. Agora, é a nossa vez.

Senhor de toda a sabedoria e conhecimento, não há ninguém como o Senhor nosso Deus e nem tampouco alguém que nos ame tanto a ponto de investir em nós como o foi feito pelo Senhor. Tiago, disse que se precisarmos de sabedoria podemos pedir a ti que nos daria graciosamente sem lançar em nosso rosto a nossa condição. Eu desejo ser sábio, para conhecer tudo o que tens reservado para mim, de forma que eu servir e abençoar outros que estão comigo na caminhada. Obrigado, pai, pelos dons e ministérios distribuídos ao corpo de Cristo, assim podemos ajudar e sermos ajudados em todo tempo. Que hoje, seja um dia de revelações novas e decisões de se conhecer melhor o que o Senhor é para nós. Visita os teus filhos que tem verdadeira sede e fome pela tua justiça e santidade. Abra os nossos olhos e nosso entendimento para as verdades espirituais disponíveis em tua Palavra e que já estão em tempo de serem conhecidas. Em nome de Jesus, amém!

Pr Jason