Raízes, Flores e Frutos

Meditação do dia 16/01/2017

 Is 27.6 Dias virão em que Jacó lançará raízes, e florescerá e brotará Israel, e encherão de fruto a face do mundo.

 Raízes, Flores e Frutos – Dias virão, se refere a dias que estão no nosso futuro, ainda. Então as expectativas são boas, ou as melhores. O futuro final, dos povos como nações, e das pessoas como indivíduos estão dentro de um contexto de redenção planejado por Deus e que vem sendo executado desde a eternidade. Abraão foi chamado para ser o pai de uma nação que fosse o canal da bênção divina para todas as famílias da terra. Nada disso mudou! Nada mudará! Por mais que Israel tenha se metido em problemas e se espalhado entre os povos por toda a face da terra, sempre houve um remanescente e os meios para tudo acontecer conforme o planejado sempre prevaleceu. Se olharmos um mapa, especialmente voltado para o Oriente, veremos muitas nações, com territórios vastos, e encravado no meio deles, está Israel, tão pequeno, que parece uma cunha, cravada num tora de madeira enorme. Se perguntarmos, qual de todas aquelas nações seriam capazes de encarar Israel em combate, numa guerra, sabemos todas gostariam de fazer isso, mas ninguém, tem coragem e muito menos recursos, meios de enfrentar e vencer. Israel tem poder, tem tecnologia, tem instrumentos e coragem para se defender e fazer um estrago em qualquer potencia mundial que ousar isso. Biblicamente falando, o único maluco suficiente para tentar isso, é o anticristo, mas já sabemos o final da história, quando tudo parecer liquidado, eis que aparece o Leão de Judá, o Nazareno e põe fim, mas fim mesmo, nessa história. Acredito, a minha fé bíblica me aponta que Deus ama todos os povos, todas as nações e que Ele Deus seu filho para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Não precisamos ser ou adotar posturas pró alguém e anti-alguém, em termos de povos e nações. O papel da igreja é exatamente o papel dos descendentes de Abraão, agora o somos pela fé em Cristo, não mais biologicamente. Na promessa ao pai da fé, foi dito que seria pai de multidões como as estrelas do céu ou a areia dos mares; mais do que são os hebreus até hoje, é o número dos redimidos, comprados e lavados no sangue de Jesus e que cumprirão os propósitos eternos de Deus. Israel, como nação, não saiu do páreo, mas “…lançará raízes, e florescerá e brotará Israel, e encherão de fruto a face do mundo. Tá escrito! Veja o que escreveu o Apóstolo São Paulo: Digo, pois: Porventura tropeçaram, para que caíssem? De modo nenhum, mas pela sua queda veio a salvação aos gentios, para os incitar à emulação. E se a sua queda é a riqueza do mundo, e a sua diminuição a riqueza dos gentios, quanto mais a sua plenitude! (Rm 11.11,12).

 

Pai, graças te damos, por sermos chamados teus filhos, em Cristo Jesus. Não somos substitutos dos filhos de Israel e nem somos um plano B, somos herdeiros das promessas de Abraão, através da redenção em Cristo Jesus. A glória e a honra, sempre será do Senhor e para o Senhor. Amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s