A Erva, a Flor e a Palavra

Meditação do dia 29/01/2017    

 Is 40.8 Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente.”

A Erva, a Flor e a Palavra – Gosto da história do menino pequeno que brincava enquanto a mãe costurava e ele as vezes utilizava alguns dos instrumentos de trabalho da mãe nas suas brincadeiras; Ela utilizava um metro de madeira e aquilo despertou o interesse da criança pela importância que aquelas medidas significavam e que ditavam o trabalho que sua mãe fazia. Em dado momento ele disse a ela que já havia crescido muito e que media agora três metros de altura; ele se voltou para ver a proeza e lá estava ele com seu próprio metro que ele fizera e por suas medidas realmente ele media “três metros.” O texto de Isaías 40 é magnífico e inicia-se com consolo e termina com renovação de forças por aqueles que esperam no Senhor. No meio disso tudo, Deus revela todo o seu bom humor com um pingo de ironia, mostrando a sua grandeza e poder e a insignificância dos homens e do mundinho deles, aonde eles criam suas próprias medidas de grandezas e se acham o máximo ao ponto de provocar a Deus, como se pudessem medir forças. Deus começa pela falibilidade humana, comparando a sua existência com uma erva que dá flor; a planta é mais longeva que a flor, que só aparece na fase adulta e produtiva da erva e também desaparece primeiro, como se a planta fosse eterna em relação a flor. Então o Senhor diz: “A erva seca-se, a flor cai, mas a sua palavra permanece eternamente e o eternamente aqui é de Deus. Mais adiante o texto cita as nações, e elas se orgulham de seus atributos, suas conquistas, suas superioridades, domínios, opulências e supremacias sobre as demais…no verso quinze o Senhor diz que para ele, as nações são tão importantes quanto um pingo dágua que cai do balde quando sai do poço ou do rio; ou como o pó que fica no prato da balança, e olha que não se trata dessas balanças modernas de precisão; daquelas balanças antigas dos armazéns, feiras e etc. Que diferença faz o pozinho no peso total, ou a gota dágua no contexto do balde? Nós brasileiros nos gloriamos de termos um país de dimensões continentais!!! O Senhor fala, para mim é pó na balança, não pesa nada, não muda nada! Mesmo vendo esses extemos, A palavra de Deus não quer nos assustar, mas mostrar o quanto o Deus aquém servimos é grande, é poderoso e tem recursos para cumprir cada uma e todas as suas promessas. No texto ele fala, que não existe entre os humanos alguém ou quem em conjunto sirva para aconselhá-lo, argui-lo ou demandar contra ele. Deus não só é grande, como é sábio, como é generoso, como é misericordioso e fiel. Ao final ele mostra a “geração saúde de atletas” bem treinados e preparados com muita resistência e compara a performance deles com a jornada de fé dos que nele confiam: Ele afirma, que os jovens se cansarão, se fatigarão e cairão, mas ele pode repor forças e vigor ao coração dos seus eleitos: Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão (Is 40.31).

Graças, Senhor, por ser o nosso Deus e nos mostrar a tua grandeza e o teu amor leal. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s