Deus é Ilimitado

Meditação do dia 17/02/2017    

Is 59.1 Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir.

 Deus é ilimitado – Por que parou? Parou por que? Lembro-me da diversão quando garoto, ao ver alguém usando uma mangueira para irrigar ou lavar alguma coisa, e no meio da tarefa, o fluxo de água acabava, para e o usuário ficava surpreso ao ver que a mangueira havia se dobrado nos movimentos e cortar o fluxo; outras vezes, quando ele ia verificar, descobria que alguém propositadamente estava pisando sobre a mangueira, ou a dobrava, fazendo uma espécie de pegadinha. Quando era uma criança pequena segurando a mangueira, normalmente ele se surpreende e vai olhar dentro da mangueira para ver porque a água não está mais saindo. Isso me faz pensar sobre muitos cristãos descuidados com a vida e a santidade ou o relaxamento que toma conta de sua vida e enquanto o fluxo da bênção de Deus não é interrompido, eles não se preocupam e nem verificam mais nada, pois tudo continua certo, tá tudo indo bem. Quando são surpreendidos com a interrupção ou alguma coisa mais séria lhes sucede, eles ficam como que admirados de algo estar acontecendo, “sem nenhuma razão!” Nosso relacionamento com Deus tem bases muito sólidas e firmada em uma aliança eterna, garantida por Cristo. A nossa posição oficial diante de Deus é de filhos, amados, aceitos, acolhidos, herdeiros dele e coerdeiros com Cristo. Temos acesso ao Pai, à sala do trono em todo tempo e com liberdade de apresentar quaisquer necessidades ou demandas nossas. Mas, esses direitos e privilégios, não altera o fato de que Deus ainda é Deus, Santo, justo, grande, digno de todo o respeito, reverencia e sabemos muito bem que ele gosta de decência e ordem no trato de suas coisas. Não é verdade, a imagem que muitos fazem de Deus, como sendo um “velhinho carrancudo, mau humorado” que vive andando atrás da gente com uma lanterna numa mão e um porrete na outra, e assim que flagra alguém em erro, “Zaaap!!!” Paulada na moleira! Muitos cristãos foram ensinados que devem ter muito medo da “mão de Deus” pois quando ele a pesa sobre alguém, não sobra nada! Nosso Pai Celeste não tem essas características, definitivamente não tem! Mas também ele não faz vista grossa e deixa passar tudo e qualquer coisa, porque nos ama. Não deixamos de ser filhos, só porque erramos ou pecamos! Assim como ninguém perde a paternidade e os cuidados paternais humanos, por errar ou desobedece-los. Mas também não se pode omitir a disciplina e a correção necessária de acordo com o grau da prática errada, exatamente visando corrigir e restaurar o processo de treinamento e preparo na vida do filho. O fluxo da graça e da bênção de Deus, jamais é interrompido porque do lado divino faltou recursos, ou ele e encontra desprovido de meios e condições. Seus ouvidos sempre desfrutam de boa condição de saúde e suas mãos não tem problemas de atrofiamentos ou limitações. Deus pode ouvir em todo tempo, ajudar em todo tempo e seus recursos continuam ilimitados, porque ele é ilimitado. Nós, é que precisamos olhar para trás e ver se nós mesmos ou alguém brincalhão não está pisando na mangueira e cortando o fluxo. Nossos pecados e vida desregrada ou descuidada são as possibilidades mais comuns, mas sempre do nosso lado.

Senhor, obrigado por ter riqueza de generosidade e recursos inesgotáveis disponíveis aos teus filhos, todos os dias, de geração em geração. Permita, nos mantermos alertas e atentos para que o pecado e os erros corriqueiros não impeça o fluir da tua graça sobre nossas vidas. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s