Vamos Celebrar Com Vinho?

Meditação do dia 31/03/2017

Jr 35.2 Vai à casa dos recabitas, e fala com eles, e leva-os à casa do Senhor, a uma das câmaras e dá-lhes vinho a beber.

 Vamos celebrar com vinho? – Sou fã dessa família de recabitas e já fiz uso dessa história pra ministrar em dos nossos “MÊS DA FAMÍLIA” que todos os anos, dedicamos o mês de Maio, apenas para esse tema. O que desejo compartilhar hoje está ligado ao todo da vida com Deus e de como cada família e cada indivíduo toma decisões e estabelece preceitos, que não podem violar a Palavra de Deus, mas podem propor um padrão de vida acima do normal e permitido, inclusive pela própria Palavra de Deus, para atingir objetivos e eficiência moral e espiritual, com plena aprovação divina. Começas por alicerces firmes, o que já está definido e vale para todos em todo tempo e lugar: Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra (Ef 6.1-3). Construir fora dessa base, é edificar sobre a areia, mais cedo ou mais tarde a casa vai cair. Essa família tinha bons princípios, aprendidos e praticados, mas tudo indica que esse senhor, Recabe instruir bem a sua família sobre como ser fiel a Deus. Na geração seguinte, Jonadabe, um dos filhos de Recabe, deu instruções sobre a vida de fé, de ética, conduta, hábitos e práticas sócias e profissionais, que foram dadas e explicadas a todos os familiares e isso foi assimilado por todos e se tornou marca daquela dinastia dali em diante. Por várias gerações eles se mantiveram fiéis aqueles ensinamentos mesmo que isso os tornassem diferentes dos demais membros da sociedade. Hoje, ser diferente não é bem visto, ser minoria é ser inferior, mesmo que os padrões sejam melhores. Até os cristãos querem se igualar aos não cristãos para “se misturarem o multidão” e não se passar por uma minoria que ainda faz do jeito certo. Abordando o tema do ponto de vista devocional, sem entrar nos méritos doutrinários, culturais adotados por qualquer igreja ou denominação, incluindo a minha; Para os hebreus possuir casas e terras, plantar vinhas, fazer vinho, beber e celebrar com vinho, era cultural, e bom e as Escrituras deles mostram que isso era até sinal de bênção de Deus e até forma adoração. Levava-se vinho como ofertas e dízimos à casa de Deus e nas festas sagradas também se celebrava com vinhos. Não era pecado. Jesus bebia vinho, seu primeiro milagre, foi justamente transformar água em vinho, e dos bons, segundo o mestre sala. Mas Jonadabe, cortou isso! Recabita que se presa, não bebe! Nem homem, mulher, jovens e nem em festa, casamento ou qualquer ocasião. Não era pecado não beber, e ele escolheu assim. Não iriam ter propriedade, casas fixas, empregos estáveis, teremos estilo de vida de peregrinos. Todas as práticas que eles rejeitaram, eram boas, legítimas e biblicamente corretas, mas eles escolheram que isso não serviria para eles, e foi exatamente por isso que foram objetos dessa aula sobre obediência. Um pai humano falou e os filhos e descendentes levaram a sério e nunca mais praticaram algo; Deus falava todos os dias, de diversos modos, além da palavra escrita e ninguém levava à sério. Um detalhe muito interessante: Provavelmente Jeremias não sabia que eles não bebiam vinho; mas Deus ordenou que ele os convidasse e os conduzisse à casa de Deus, nos átrios, ou dependências sagradas e lhes oferecesse vinho. Todos, de mamando a caducando disseram não! Obrigado, não bebemos, é preceito de família. O que quero destacar, comparando com a realidade de hoje entre os “cristãos” é que se um homem de Deus, um profeta do nível de Jeremias, me leva no santuário, por palavra de Deus, e me convida para participar de algo lícito, aprovado por Deus, como eu vou dizer não, à vontade de Deus? É sim, da vontade de Deus que eu beba, só hoje, só um pouquinho, só socialmente, é por revelação…. Quando eles falarm não, sem se sentirem tentados, ou desobedientes a uma revelação divina, foram aplaudidos por Deus! “Jeremias, é disso que estou falando, e esse tipo de gente que estou procurando, eles sabem separar as coisas e sabem o que é melhor para si, sem pecarem ou darem mal testemunho.” Sabe queridos, a grande revelação que aquelas família recebeu de Deus naquele dia: Portanto assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel: Nunca faltará homem a Jonadabe, filho de Recabe, que esteja na minha presença todos os dias (35.19). O que é que me distingue dos demais, sem violar a cultura, os costumes, as tradições e a Palavra de Deus e me torna excelente, acima da média? Vou deixar Jesus orar por mim, usando as suas palavras:

Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. (Jo 4.21-24)

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s