Ações Inconsequentes

Meditação do dia 30/03/2017

Jr 34.17 Portanto assim diz o Senhor: Vós não me ouvistes a mim, para apregoardes a liberdade, cada um ao seu irmão, e cada um ao seu próximo; pois eis que eu vos apregôo a liberdade, diz o Senhor, para a espada, para a pestilência, e para a fome; e farei que sejais espanto a todos os reinos da terra.

Ações inconsequentes – Não vivo caçando pelo em ovo, e nem tentando achar maldição em tudo que é tragédia; mas não posso fazer vistas grossas como essa possibilidade não existisse. Em certo sentido, “crença é como nariz: cada um tem o seu.” Uns acreditam outros não, uns pagam para ver, outros negam, mas preferem não arriscar. Provérbios fala algo que deve ser considerado: Como ao pássaro o vaguear, como à andorinha o voar, assim a maldição sem causa não virá (Pv 26.2). Para mim, é simples: Maldição sem causa não acontece! Então se houver causa, acontece; e assim ela existe e pode atingir alguém ou alguma coisa. Todos ficamos horrorizados com o histórico sofrimento do povo hebreu ao longo de suas jornadas. Cativeiros, tentativas de extermínio, holocausto nazista, racismo e anti-semitismo, juramento de serem varridos do mapa por povos árabes e mulçumanos e por aí vai. Nesse texto de hoje de nossa meditação, ainda naquele contexto de estarem cercados militarmente e prestes a cair sob o domínio babilônico; o rei e os príncipes, resolveram agir e fazer alguma coisa boa e praticar atos de solidariedade com relação aos seus escravos. Conforme a Palavra de Deus dada a leis que regulamentava tal prática, à cada seis anos de trabalho, a pessoa adquiria sua liberdade automática, por princípio legal e de fé. Mas há muitos tempos isso fora respeitado por toda a sociedade. Agora resolveram fazer do jeito certo e fizeram uma cerimonia oficial, no templo, com uma aliança celebrada por todos e com a invocação de Deus por testemunha. Logo após, proclamaram a liberdade a todos os escravos. Mas anularam tudo e voltaram atrás e obrigaram os ex-escravos a voltarem a sua condição anterior. Na minha linguagem: “Aí o Senhor Deus, arrepiou!” Já que deram as costas à Palavra de Deus, e às suas próprias palavras empenhadas sob juramento, no templo, com testemunhas, agora iriam também experimentar desse tipo de liberdade “me engana que eu gosto… pois eis que eu vos apregôo a liberdade, diz o Senhor, para a espada, para a pestilência, e para a fome; e farei que sejais espanto a todos os reinos da terra. E até hoje, eles servem de espanto, entre todas as nações. Gente violar aliança, violar votos sagrados feitos diante de Deus, com invocação de bênção e com testemunhas, e depois não levar isso em conta, é algo muito sério. Como pastor, eu celebro muitos casamentos, e fico as vezes impressionado com a pompa, a festa, os convidados, as testemunhas e os padrinhos que dão presentes caros, os votos, a mão sobre a Bíblia, a questão que eles fazem da bênção do pastor e de Deus no momento mais feliz da vida deles…. Você também acha que isso não é sério? Não tem problema não, é só ir no cartório e pronto, tá prontinho pra registrar outro e pedir mais bênção… Cuidado! Você pode não ser sério e honrar sua palavra empenhada, mas Deus não!

 

Senhor, somos chamados para sermos filhos e nos conformarmos a cada dia mais com o teu caráter e tua santidade. Nunca, como filhos, vimos ou iremos ver o Senhor não honrar uma palavra, uma promessa. Certamente, não é contigo que se aprende esses maus caminhos. Guia, os meus caminhos, em conformidade com os teus eternos e justos caminhos e assim, mantém-me longe da maldição aproximar-se da minha vida e daquilo que me confiaste. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s