Engole o Choro!

Meditação do dia 16/05/2017

 Ez 24.17 – Geme em silêncio, não faças luto por mortos; ata o teu turbante, e põe nos pés os teus sapatos, e não cubras os teus lábios, e não comas o pão dos homens.

Engole o choro! – Sou da geração da Vara da Infancia e da Adolescencia, comandada Pela minha mãe e meu pai, nada demais e não havia abuso de poder, mas a coisa funcionava, ah! Pode acreditar. Mas me lembro de algumas ou muitas situações comigo e com meus irmãos e irmãs e já descobri que em todas as demais Varas de Família da vizinhança, parentela e Brasil à fora, ocorria o mesmo: Depois de levar uma “piaba” eles ainda nos diziam: “Engole o choro, pare de chorar!!!” Não entendia naquela época e ainda hoje também não, mas agora é até divertido pensar naquela situação; como uma criança leva umas varadas e não pode chorar? Ainda que algumas eram bem escandalosas e faziam questão de compartilhar seu choro com toda a vizinhança. Hoje eu me deparo com um texto que vou escrever sobre ele, devocionalmente, mas confesso que não é uma experiência fácil para empatia e até para solidarizar é quase ímpar para qualquer um. Não temos registros mais precisos sobre a vida familiar e social do profeta Ezequiel, mas fica a inferência que era casado e que amava muito a sua esposa, diria até que era apaixonado e admirava muito essa pessoa. Veio a ele uma palavra poderosa de Deus, na qual ele e ela seriam personagens centrais de uma ilustração para toda a nação. Ela, a esposa do profeta morreria de imediato, sem estar doente, sem acidente ou sei lá; seria um golpe trágico, fatal, letal… e não era para ele seguir qualquer costume, tradição ou ritual da cultura em relação a morte de uma pessoa querida e próxima. Sem choro, sem desespero, sem luto, sem reação, só aceitar o fato! A cultura e os costumes são elementos muito fortes na vida de um povo e sempre a uma reação esperada, em cada caso e no caso de Ezequiel, a reação dele de obediência à Palavra de Deus, causaria mais choque nas pessoas, do que a própria morte instantânea de sua jovem esposa, sem causas razoáveis. Todos entenderiam como um sinal inusitado e que significaria algo da parte de Deus e eles esperariam dele uma explicação imediata. Aqui, com os meus botões, com cabeça de cristão, de pastor e com responsabilidades ministeriais que incluem interpretar os acontecimentos no tempo e na história, e fazer conhecida a vontade de Deus para a igreja e isso inclui a minha vida e a minha experiência. Eu sei muito bem que não sei tudo e nem muito; mas sei o suficiente que o caráter de Deus é perfeito, seus atos são justos, retos e ele tem todo o direito de dispor das nossas vidas no tempo e no modo que lhe apraz e isso não compromete nem o seu amor, nem a sua fidelidade e tão pouco as suas promessas. Ele tem o perfeito controle de tudo e mesmo que eu não entenda, eu posso crer e descansar minha alma. Deus não tem que me dar satisfação de todos os detalhes de seus atos, e em sua sabedoria todas as coisas terminarão em glória e louvor para o seu santo nome. Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, e santo em todas as suas obras (Sl 145.17). A pergunta que vale um milhão, que faço a mim mesmo e permito que se identifique também com ela: O quanto estou comprometido e disposto na minha identificação com o ministério e suas implicações para ser feita a vontade de Deus?

Senhor, graças de dou, porque não sei a resposta, mas mantenho a disposição de permanecer dentro de tua vontade e andar na tua luz todos os dias da minha vida e ser e estar disponível em tudo que o Senhor precisar. A tua graça é melhor do que a vida, e quero compreender melhor isso. Consagro e mantenho-me no teu altar, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s