Profetizar Para Ossos Secos

Meditação do dia 28/05/2017

 Ez 37.26 – Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos.

Profetizar para ossos secos – As questões espirituais tem certos aspectos que justificam as palavras de Paulo, aos Corintios de que “são loucuras para o homem natural…” Não basta ser cristão, precisa ser espiritualmente maduro, para não levar tudo literalmente, ou ao pé da letra. Ficamos tão acostumados com o ambiente de igreja e de linguagem própria das nossas tribos, que se torna um novo idioma, ou dialeto, o “evangeliquez,” que confunde qualquer um que não está familiarizado entre nós. Aqui, neste texto clássico, há espaço e condições de se desenvolver uma imensa quantidade de mensagens, pregações, estudos bíblicos, palestras e conferencias para todos os gostos. Começamos pelo “sair no Espírito do Senhor,” um tipo de experiência que o profeta teve e muito comum nas páginas das Escrituras, mas bastante contestado e contra-argumentado no modernidade eclesiástica. Era uma visão? Um êxtase, um frenezi? Uma experiência mística? Ele viu de verdade, faz de conta, foi sonho, imaginação fértil? Eu tenho minha posição muito firme e sólida e não me abala outras versões ou posições. Mas o que me interessa hoje, nesse devocional é que Deus mostrou algo ao seu servo, conversou com ele sobre os fatos, fez perguntas, obteve respostas e deu instruções que ele deveria executar e que envolveria fé e obediência. Resultados espirituais sempre estão associados à fé e à obediência – afinal, toda a vida cristã deve ser experimentada pela fé – sem fé é impossível agradar a Deus. Cada um de nós estamos colocados por Deus em um lugar e numa circunstancia onde temos algo a fazer e que está dentro da vontade e dos planos do Pai. Deus não vai nos dar uma visão, se não estamos prontos para vê-la, interpretá-la e agir para que ela se cumpra. O campo de trabalho da igreja de Cristo é um vale de mortos e feridos, que só serão restaurados mediante a proclamação da Palavra de Deus. Palavras humanas, palavras de pastores, mensagens de igrejas e denominações e organizações não salvam ninguém, não transformam ninguém e não produzem resultados espirituais duradouros. E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência; Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também (Ef 2.1-3). Já disse outras vezes, que quando Deus nos faz uma pergunta, ele não espera necessariamente uma resposta, mas uma atitude, porque ele é onisciente e já sabe as respostas possíveis e até nossas condições e capacidades. Ezequiel viu aquele vale cheio de ossos secos e a pergunta divina é se aquilo tem condições de viver! Em termos simples ele disse: “O senhor é quem sabe!” Verdade! Deus sabe, pode e faz, mas nessa tarefa toda ele espera contar com a nossa participação, ele nos quer como co-criadores com ele. O poder é de Deus, mas a instrumentalidade é humana; a palavra profetizada (pregada) é divina, mas sai de uma boca, um coração e uma vida humana rendida, submissa e disponível a Deus. Mesmo que a gente diga as palavras certas, no tom certo, no momento certo, para a situação certa, ainda é o poder e a graça divina que faz acontecer as mudanças e transformações. Somos apenas e tão somente os canais da graça e os instrumentos para que o amor e os propósitos divinos aconteçam. O seu campo de trabalho, de ministério, sua igreja, departamento ou função é exatamente um vale de ossos secos, e você e eu não temos nenhuma carta na manga, para produzir vida neles, mas o Espírito Santo do Senhor, é que nos leva ao campo de ação e ele que dá a visão, dá a palavra e o modo como fazer. A obra de Deus para alcançar homens, tem que ser feita por meio de homens. Homens, pessoas tais quais Ezequiel, Jason, José, Maria, você e os demais filhos de Deus. Levante-se ao comando do Espírito de Deus e aja no poder de Deus.

Obrigado, Pai, por sua generosidade em compartilhar conosco os mistérios do reino e nos permitir fazer parte de algo tão grande e tão poderoso, infinitamente maior do que nós mesmo e que nossa existência. Usa-nos como te aprouver, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s