A Última Coisa da Vida

Meditação do dia 14/06/2017

Dn 5.30 – Naquela noite foi morto Belsazar, rei dos caldeus.”

A Última Coisa da Vida – Ouvi de um hábil evangelista, desses bons de evangelismo pessoal, com abordagens fora de série, que ele não perdia tempo e nem oportunidade, ao contrário, ele criava oportunidades de compartilhar o Evangelho. Quando por exemplo, ele usaria um elevador, com acessorista, ele o cumprimentava e dirigia uma pergunta: “A sua última viagem será para cima ou para baixo?” – Belsazar, um rei caldeu, que provavelmente crescera sob a influencia de Daniel e outros servos de Deus, ministros de confiança da família real, parece que não aprendera muito ou nada com o que presenciara nos tempos de Nabucodonosor, segundo alguns, seu pai, ou avô; Hoje ele acordou alegre, querendo festa, alegria e muita animação e mandou preparar tudo para uma grande festa. Parece que depois de uns goles à mais, e com um caráter não muito confiável, sem mencionar a incapacidade administrativa que permitisse a segurança de seu povo e até mesmo de sua família e pessoal. Ele teve uma idéia, que só pode ter vindo do submundo do inferno, uma idéia profana, idólatra e uma disposição de cometer um sacrilégio incomum para qualquer pessoa. Tomar os vasos e utensílios sagrados do Templo de Jerusalém, e utilizarem-nos para as orgias de sua festa. Nem os captores que destruíram o templo e saquearam os seus bens e os transportaram para Babilonia, o seus guardiães, tiveram tal ousadia. Na sua mediocridade insana, supunha ser maior que seus antecessores o suficiente para desafiar o conceito de sagrado, e especialmente daquela divindade que se revelara tão poderosa e produzira a conversão e mudanças significativas no Imperador e no império. Quem sabe, ele, um rebelde sem causa, agora queria impressionar os nobres e ofuscar os conceitos da administração anterior e estabelecer suas próprias marcas. Se ele queria uma festa sobrenatural ele conseguiu! Mas conseguiu também mais do isso, pois a reação do Deus de Israel foi imediata, absoluta e implacável. Um ser espiritual, grande o suficiente para escrever no alto da parede da sala de banquete, invisível na proporção que queria, para que se visse apenas a mão, como humana, escrevendo uma charada. Todos, incluindo o próprio rei, perceberam que haviam passado dos limites, mas agora, não tinha como voltar atrás, pois todos estavam na festa, todos se apossaram dos vasos sagrados e brindavam ídolos os mais diversos para zombaria e escárnio contra a fé hebraica. Na cabeça dele, todos os deuses eram iguais e sem nenhum poder de ação e reação e o único conceito certo, era o dele. Poucos homens na história tiveram a experiência de serem visitados por Deus, momentos antes de sua morte, e serem avaliados expostos publicamente a sua condição espiritual e eterna, que iniciaria em instantes. Não deve ser fácil, não crer em Deus e nem em verdades espirituais, céu, inferno, etc. e tal e receber a visita de Deus e ficar sabendo que Deus existe, é soberano sobre sua vida, você está em falta e não tem mais tempo para consertar. E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? (Lc 12.19,20). Enquanto tudo era festa no palácio, os medos tiveram tempo para represarem o Rio Eufrates e entrar na cidade por baixo das muralhas, e tomaram o poder. Para Belsazar, o seu último dia começou com festa, alegria irresponsável, profanação, perdeu o trono e perdeu a vida, e nada disso estava na sua agenda para aquele dia! Ninguém nasce sabendo o prazo de validade de sua vida, e ninguém tem esse controle. Qual será nossa última coisa feita?

 

Pai, obrigado por ser Senhor de tudo e de todos! Nas tuas mãos está todo o poder e que bom que sabes como utilizar isso de maneira tão sábia. Somos teus filhos e adoradores, entregamos a ti o direito de reger nossa vida e existência para um propósito maior e eterno, de forma que nossos dias se cumprem segundo a tua vontade. Obrigado pelo privilégio de estar nas tuas mãos e viver para tua glória. Em nome de Jesus, amém.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s