Jesus Cristo

Meditação do dia 28/08/2017

Mt 1.1 – Livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.

 Jesus Cristo – Provavelmente estou iniciando uma ciclo de meditações sobre personagens da Bíblia e com eles aprender muito sobre a vida cristã e andar com Deus. Acho justo, muito razoável iniciar por Jesus Cristo e porque não, pela linhagem genealógica dele. Excetuando o casal inicial, Adão e Eva, que foram os primeiros humanos criados por Deus e colocados aqui, para deles desenvolver toda a espécie. E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação (At 17.26). Todos os demais nasceram num contexto de família e estabeleceu-se as gerações e em termos de estatísticas, as genealogias são muito importantes. Todos nascemos e temos um contexto anterior de ancestrais e com Jesus não foi diferente. Para ser uma pessoa humana, teria que ter pais humanos, pois ele deveria se identificar com sua espécie para se eficiente como redentor. Como os projetos de Deus todos tem início, meio e fim, a genealogia registrada de Jesus comprova soberbamente que ele é nosso parente e portanto habilitado para ser nosso representante. Ninguém marcou mais  a história humana do que a pessoa de Jesus Cristo. Esperado por milhares de anos e muitas gerações, onde povos e nações estabeleceram vínculos e tomaram decisões em virtude da promessa de sua vinda. Reis e poderosos souberam de sua futura aparição e muitos deles piedosos contribuíram para o preparo desse advento; outros foram instrumentos do mal na tentativa de evitar a qualquer custo que ele pudesse vir a nascer e assim se estabeleceu um conflito do bem contra o mal para a seu modo cada um validar sua opção. Desde a corrupção de Caim, o primeiro a nascer na terra, até chegar a José e Maria, foram envidados esforços para que uma linhagem santa e pura não tivesse continuidade, afinal o Messias não poderia vir de um contexto de perversidade e corrupção. Mas a boa notícia é que todos os fatos se deram como Deus projetara. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos (Gl 4.4,5). Entre todas as razões possíveis que se possa imaginar sobre a pessoa de Jesus, a mais nobre de todas, é que ele veio para nos salvar dos nossos pecados e nos dar o direito de adoção de filhos de Deus. Nenhum outro conhecimento sobre ele sobrepõe a isso. O mais simples, é o mais valioso!

Obrigado, Pai amado, por preparar uma tão grande salvação e disponibilizá-la a nós na pessoa de Jesus Cristo o seu filho amado, nosso Salvador e Senhor. Ele seja a honra e toda a glória, por tudo o que ele foi, é e sempre será. É no nome dele, que está a nossa salvação e o perdão de nossos pecados, a nossa filiação e tudo mais que graciosamente podemos alcançar. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s