Homem de Deus

Meditação do dia 14/09/2017

Jo 1.6 – Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.

Homem de Deus – Bons pregadores normalmente são craques em sermões ou estudos com três pontos, além da introdução e conclusão. Como não sou desse nível, fico no raso para não aventurar em águas mais profundas e correr riscos desnecessários. Mas é muito significativo pensar e concluir assertivamente que a obra de Deus aqui na terra sempre foi feita por homens, e não podia ser diferente. Talvez tirando a intromissão da jumenta de Balaão, os corvos que levavam alimento para Elias e o peixe que teve Jonas como seu lanche mais indigesto, no mais é só da “nóis na fita!” (Não vou considerar a serpente, porque ela estava servindo na oposição). Esse planeta terra, foi concebido para ser o lar dos humanos e o pedaço aqui é nosso, então as responsabilidades e privilégios, também o são. “Sois benditos do Senhor, que fez os céus e a terra. Os céus são os céus do Senhor; mas a terra a deu aos filhos dos homens” (Sl 115.15,16). No momento crucial do projeto de redenção, novamente aparece a figura humana –  um homem, e como todos os demais tem uma história tão peculiar como qualquer outro de nós. João era filho de sacerdote, família piedosa e adoradora de Deus, que aguardava fielmente a vinda do prometido Messias. Nascido sob promessa, uma vez que os pais naturalmente já haviam esgotado as chances de terem filhos; mas uma visitação divina, revelou ao seu Zacarias, que não só teria um filho, como seria o homem que precederia como arauto ao Messias de Israel. Mesmo para grandes tarefas, Deus ainda mantém sua fidelidade e chama homens para compor seu quadro de serviço. Mesmo hoje, com tanta modernidade, tecnologia e comunicação em massa e em tempo real, inteligência artificial e outras coisitas mais… você e eu ainda estamos na agenda do Senhor para sermos instrumentos pelos quais ele vai alcançar outros homens que conseguem se identificar com nossas condições, fraquezas e limitações. Para isso, além de ser homem, ou humano, precisa ser enviado de Deus. O serviço de Deus, feito da maneira de Deus, sempre contará com os recursos de Deus. Tal qual em outras épocas, há pessoas que se oferecem para servirem em áreas para as quais não foi chamado por Deus e nem recebeu ou receberá autoridade ministerial. Uma necessidade, não constitui uma chamada. Como servos, sempre devemos estar disponíveis para servir e ajudar, facilitando de todas as formas o bom andamento do Reino de Deus; mas esse servir, não pode ser confundido com vocação ministerial. Se meter onde não foi chamado e invocar prerrogativas e capacitação humana e secular como desculpa, não valida em nada, o divino direito e senhorio de Deus em colocar quem ele quer, onde e por quanto tempo entender necessário. Nem por ser um bom pregador, ensinador ou administrador, que justifica se tornar pastor, bispo, apóstolo, vice-deus e outras posições no seio da igreja. Seja eficiente e abençoador, mas na vocação em que foste chamado. Hebreus orienta no seguinte sentido: “E ninguém toma para si esta honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão”  (Hb 5.4). Outro fator, é que esse homem, enviado por Deus, tinha nome – JOÃO. O nome deve refletir o caráter e destino da pessoa. Ao citar um nome de uma pessoa, isso deve levar qualquer um a ligar esse nome a uma imagem, preferencialmente positiva, construtiva e digna. As culturas antigas entendiam a importância da escolha de um nome para uma criança, e isso a acompanharia por toda a sua vida, como uma marca. Observe na Bíblia, as pessoas que tiveram seus nomes escolhidos ou indicados divinamente, na notificação de seu nascimento. Todos com sentidos fortes, definidos e comprometidos com uma missão tão específica quanto á pessoa. O que significa seu nome? Ou que significado ele passou a ter devido as marcas que você imprimiu na vida? Qual a reação das pessoas quando ouvem o seu nome? Para o tempo atual, esse versículo deve ser contextualizado sem prejuízo algum da seguinte forma: Houve uma pessoa enviada de Deus, cujo nome era ….. (Jason, Wellington, Kezia…)

Senhor da Seara, eis nos aqui, no nosso tempo e para ser da tua maneira e no poder do teu Espírito Santo, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s