O Ponto de Vista

Meditação do dia 09/03/2018

E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do Senhor ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do Senhor, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar.” (Gn 13.10)

O Ponto de Vista – Beleza está nos olhos de quem vê! Esse pensamento circula por aí a muito tempo, seja nos meios poéticos e filosóficos, bem como dos românticos e galanteadores de plantão. Gosto da história do passeio ao zoológico feito por um grupo de deficientes visuais e ao retornarem, foram ouvir a experiência de cada um sobre a experiência e ao descreverem o elefante, um deles, que abraçara a perna gigantesca do animal,  disse que ele se parecia com uma árvore; outro que havia tocado na orelha do animal o descreveu como maleável como uma folha de bananeira; um outro que pegara no rabo do elefante, disse que ele se parecia muito com uma corda e um outro que apalpara a lateral do paquiderme, disse que ele se assemelhava mais com uma parede. A conclusão de todos eram verdadeiras, mas em parte, pois foram experiências isoladas e cada um teve o próprio ponto de vista. Voce pode imaginar a cara de satisfação de Ló, sobrinho de Abrão, olhando de um lugar elevado, toda aquela planície das campinas do Jordão? Para ele era a própria visão do paraiso; o sonho de consumo de todo pecuarista. Na visão dele, dava para se comparar com o, Jardim Éden, e se comparando a um lugar melhor descrito pelos homens, eram as terras férteis do Egito, banhadas pelas enchentes do Nilo que as deixavam renovadas e mais férteis a cada ano. Mas isso é a descrição do ponto de vista de uma pessoa cheia de cobiça e mentalidade mundana, com interesses pessoais egoístas e sem escrúpulos. Tudo o que ele estava vendo e descrevendo, era uma visão do que era uma aparente realidade antes de Deus destruir Sodoma e Gomorra. Humanamente falando é muito difícil fazer previsões, e como diz alguém mais cético do que, “se é difícil fazer previsões, ainda mais quando se relaciona com o futuro!” Como é que Ló iria saber que aquelas duas prósperas e belas cidades seriam destruídas? Como ele saberia que aqueles verdes campos, se tornaria uma pradaria árida e desértica com ruínas perpétuas? Não saberia! Como não soube e como Abrão só ficou sabendo devido a sua vida de oração e intercessão e isso levou o Senhor Deus a compartilhar um acontecimento futuro e no qual ele ainda batalhou pelas vidas de Ló e sua família em intercessão diante do Senhor e conseguiu misericórdia suficiente para salvar ao menos suas vidas e tudo o mais se perdeu. O Apostolo Paulo, fala sobre essa dualidade de pessoas em relação à fé – os carnais e os espirituais, e alguns acham que não há muito de diferente entre ambos, até isso difere o carnal do espiritual: Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido (I Co 2.14,15). O carnal não entende as coisas espirituais, enquanto o espiritual entende tanto as naturais, quanto as espirituais. Duas pessoas olhando uma mesma situação, chega-se a conclusões imensamente diferentes, como revelam a experiência de Josué e Calebe contra a mesma experiência dos outros dez espias enviados por Moisés. A diferença de ponto de vista entre Davi e o rei Saul ao verem o mesmo gigante Golias. A visão de André ao ver um garoto com cinco pães e dois peixes e a visão de Jesus sobre o mesmo cesto. Isso pode ser aplicado em infinitas possibilidades na atualidade: Como vemos a igreja, o mundo, a volta de Jesus, o ministério, a família, os problemas, a Bíblia, a oração, a santidade etc. etc. Qual é o seu ponto de vista? O que você está vendo agora e gastando sua vida, seu tempo, seu dinheiro, sua energia, como isso vai ficar depois de Deus fazer a intervenção dele? A sua própria vida, como a vê?

 

Senhor, as coisas espirituais só podem ser entendidas e discernidas por pessoas espirituais e são elas que fazem a história acontecer, os demais são coadjuvantes e figurantes pois apenas reagem ao fatos e acontecimentos da vida. Somos a igreja e somos o teu povo, colocado aqui para influenciar e fazer a diferença, permita que hoje tenhamos uma visão mais ampla, mais além das campinas verdejantes do mundo próximo de ser destruído e nem sabem da iminência de seus destinos. Desperte mais gente do teu povo para esses momentos finais e decisivos da história da igreja na terra, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s