Justiça Pela Fé

Meditação do dia 01/04/2018

E creu ele no Senhor, e imputou-lhe isto por justiça.”  (Gn 15.6)

Justiça pela fé – A simplicidade é a melhor sofisticação. Abrão creu, acreditou, teve fé, confiou em Deus. Os dois conversaram e argumentaram e no final da experiência Abrão estava com o seu coração em paz e as demandas resolvidas. Deus vai cuidar de mim, da minha família, dos meus descendentes e eles serão muitos, mas muitos mesmos, tanto que nem vou conseguir contar, igual as estrelas do céu. Paulo inspirado pelo Espirito Santo, apresentou em pormenores a doutrina da justificação pela fé, citando a experiência do patriarca, tudo isso está em Rm 4 e em outras cartas que ele também escreveu endereçado às igrejas cristãs. Na carta aos Gálatas, ele também cita e ele foi brilhante. Aquele monte de palavras, doutrinas bem alinhavadas, estruturadas em textos bíblicos e verdades eternas, ficou sistematizado para nós até hoje e assim podemos entender melhor o sacrifício de Cristo e suas aplicações em nossa experiência de salvação. Que bom, que alguém com a competência e o conhecimento espiritual e versado nas Escrituras como Paulo, facilitou o nosso aceso ao entendimento da verdade. Hoje as pessoas até discutem sobre a doutrina, o alcance dela, sobre como acontece a apropriação pela fé e como funciona etc e tal. Abrão vivenciou isso da forma mais simples possível. A fé é simples, apesar dos teólogos e a igreja complicar as coisas. Há uma conversa, talvez seja anedota, sem peso algum, mas dizem que alguém perguntou certo dia a esposa de Einstein se ela entendia as complicadas teorias do seu esposo; ao que ele respondeu com muita simplicidade e simpatia, que não. Ela não entendia aquelas teorias complicadas do marido, mas ela entendia muito bem o marido. Acredito que o mesmo se aplica a alguém perguntar à Abrão, se ele entende bem a doutrina da justificação pela fé; provavelmente ele diria que não; mas ele acreditava muito em Jeová, o possuidor dos céus e da terra, também chamado de El Shaddai, o mais do que suficiente e segundo ele (Deus), um dos meus descendentes, será o Messias, o Cristo e ele vai nos salvar dos nossos pecados, só isso. Só existe um caminho para Deus e para a eternidade boa, que se chama Jesus, e se a pessoa estiver em Jesus e Jesus estiver nela, então está no caminho e só há um caminho, esse caminho. Assim não há espaço para dúvida de para onde vou na eternidade. Não somos salvos ou justificados pelo conhecimento que temos, mas pela fé que exercitamos. Não precisamos ganhar discussões teológicas e concursos de perguntas bíblicas complicadas. Tudo o que precisamos já está pronto na obra de Cristo. “Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido. Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Rm 10.11-13). O Evangelho, é Jesus, puro e simples! Feliz Páscoa 2018.

 

Senhor, justiça nossa, obrigado por criar e sustentar um plano tão simples para o homem ter acesso a ti. Só Jesus salva e isso é suficiente para minha fé. Obrigado, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s