Cinquenta Justos

Meditação do dia 11/05/2018

Se porventura houver cinqüenta justos na cidade, destruirás também, e não pouparás o lugar por causa dos cinqüenta justos que estão dentro dela?  (Gn 18.24)

Cinquenta Justos – Nosso modo de pensar e a cultura mental adotada acaba por influenciar nossas vidas de forma tão significativa que podemos incorrer em erros grosseiros diante de Deus, na mais pura ignorância e ingenuidade de que estamos certos. Quando acompanhamos a história bíblia, digo, lendo a Bíblia, iniciando em Gêneis seguindo livro após livro, de certa forma acompanhamos o desenvolvimento da civilização e naqueles hiatos de tempo, alguma coisa acontece sem percebermos e quando nos damos conta estamos nas cenas seguintes, com um quadro bem diferente e isso gera linhas de pensamentos estranhos à nossa fé. Me refiro, por exemplo, ao fato de que inicialmente, Deus criou tudo e todos e ele é soberano e interage com tudo naturalmente. Vem o dilúvio e começa tudo, com oito pessoas e apenas tres reproduzem as gerações de pessoas que povoaram todo o mundo e são as raízes das nações e culturas atuais. Fecha essa cortina e abre-se novamente com Abrão sendo chamado por Deus em Ur dos caldeus; aqui a nossa mentalidade já é de que todo o mundo é povoado por idólatras pagãos politeístas e que Abrão foi um herói da resistência que conseguiu ouvir a Deus num mundo infestado de pecadores maus. A idéia básica na cabeça de todos é que crer em Deus, o Criador era coisa nova para Abrão e que fora disso só havia escuridão espiritual. No fundo, imaginamos que a verdade e a justiça existia apenas em Deus e ele estava se revelando para começar tudo do zero com Abrão e fazer isso se massificar com seus descendentes. É comum pensar ou agirmos como se TODAS as pessoas não fossem criadas por Deus, sustentadas e amadas e candidatas à redenção que viria por meio de um homem, uma família, uma nação, uma família e novamente um homem – o Cristo. Sabemos de fato que cidades como Sodoma e Gomorra, alvos aqui da ira de Deus e da intercessão de Abraão, realmente se destacaram em termos de pecados grosseiros, imoralidade sexual, homossexualismo, injustiça e violência a um nível tal que despertou a necessidade da intervenção divina com juízo tal qual sabemos pela história. Quando Abraão apela a Deus em nome da possibilidade de ter ali cinquenta pessoas justas, o que é que entendemos, como você lida com isso. Já ouvi de pregadores que Abraão estava pensando em Ló e sua esposa e duas filhas, quatro pessoas que conheciam a Deus e fora discipulado por ele e acrescia dois futuros genros que por certo seriam boas pessoas. Certamente eles geravam influencia positiva na vida de escravos, empregados e vizinhos, isso daria no mínimo uma congregação de cinquenta pessoas. Pode ser isso, ou pode ser de outra forma que não seja estritamente pela ótica da ética e moral judaico cristã como é no mundo atual. É preciso ver que todas as pessoas são criadas por Deus, independe da situação cultural, religiosa de cada um, ainda são criaturas de Deus. Consigo pensar numa daquelas famílias antigas com muitos filhos e eles crescem e adotam profissões, fé, costumes e hábitos os mais variados e quando se faz a reunião da família, para os patriarcas, são filhos e ainda que se tenha que respeitar as diferenças e administrar atritos, ali são filhos. O pai ama e quer o melhor para todos e paz entre eles.

Pai, obrigado por teres um conceito correto de justiça e retidão que vai além do nosso entendimento e o teu amor sobrepõe a tudo isso. A grande verdade do evangelho é que amaste o mundo de tal maneira que o teu filho veio e foi nos dado para que todo o que nele creia não pereça, mas tenha a vida eterna. Obrigado, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s