Holocausto

Meditação do dia 05/06/2018

E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi.”  (Gn 22.2)

Holocausto – Era um sacrifício oferecido a Deus, onde a vítima, que poderia ser um boi, carneiro, cabrito ou pomba, era completamente queimado sobre o altar. O sangue era derramado no altar e a carcaça era queimada. A ideia é substitutiva, o animal imolado estava ali substituindo a pessoa ou quando era um sacrifício coletivo, valendo para toda a nação. O holocausto era uma forma receber perdão de Deus pelos pecados. Deus é justo, por isso o pecado precisa ser punido. O castigo pelo pecado é a morte e a separação eterna de Deus. Mas Deus nos ama e quer ter um relacionamento conosco. Por isso, Ele permitiu o sacrifício da morte de um substituto inocente e sem defeito, em lugar do pecador. O holocausto apenas tinha valor se a pessoa se arrependesse do pecado. O holocausto mostrava que a pessoa entendia as consequências do pecado mas queria mudar de vida. O fogo consumia completamente o holocausto, assim como o castigo de Deus consome o pecado. O sangue derramado do animal representava a morte da pessoa que tinha cometido pecado. O sacrifício de animais não podia apagar completamente o pecado. Sempre que a pessoa cometia outro pecado, precisava fazer novo holocausto. Mas quando Jesus morreu na cruz em nosso lugar, ele fez o sacrifício perfeito e definitivo, Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez. E assim todo o sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar os pecados; Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus, Porque com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados” (Hb 10:10-12,14). Jesus substituiu todos os holocaustos. O holocausto apontava para Jesus, que iria levar todos os nossos pecados, derramando seu sangue na cruz. O sacrifício de Jesus faz o que os holocaustos não podiam fazer: ele muda nossos corações. Ainda que as implicações do pedido de Deus a Abraão estivesse focado na sua obediência que estava sendo testada; ele estava ambientado com tal prática, mas sempre com animais e nunca com pessoas, mas ele entendeu que o Deus a quem ele servia, tinha outros planos e mesmo que ele não pudesse ver o quadro todo, ele podia confiar, sabendo que o Todo-poderoso, podia tudo e não frustraria seus próprios planos. A idéia da aliança fora de Deus, a promessa de um filho herdeiro também foi ideia do Senhor e o cumprimento de tudo isso era sua perfeita vontade. Abraão, pela sua fé, apenas somou dois mais dois e pronto. Aconteça o que acontecer, Deus continuará fiel. Abraão entendeu o pedido e obedeceu prontamente, sabendo que nada que Deus lhe pedisse era demais e tudo que ele fizesse por sua fé e relacionamento com o Altíssimo ainda era de menos. Quando falta fé e convicção, sempre se quer salvar um pouquinho ou um pedacinho; quer-se economizar uma parte ou guardar uma parte como souvenir, uma lembrancinha. Mas o pedido era de um holocausto, então, por si só, já significava “totalmente queimado.” Fica a minha pergunta, para mim mesmo e também para vocês: O que na minha vida, não é totalmente queimado para Deus? O que de minhas consagrações é parcial, é meio a meio ou falta pouco para entrega total? Mas o que foi mesmo que o Senhor pediu?

Senhor, Deus Todo-Poderoso, o grande El Shaddai, Senhor de tudo e de todos. Obrigado por dar o que de melhor o Senhor tinha contigo aí na eternidade. Obrigado Senhor Jesus, por ter se oferecido completamente a Deus em substituição a mim e aos meus irmãos na fé. Reconhecemos que o teu sacrifício é completo, é perfeito e é suficiente diante do Pai para nossa completa libertação por esse preço pago. Por isso, ó trindade santa, és o Deus da nossa salvação. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s