Deus Jurou Por si Mesmo

Meditação do dia 24/06/2018

 “Então o anjo do Senhor bradou a Abraão pela segunda vez desde os céus,
E disse: Por mim mesmo jurei, diz o Senhor: Porquanto fizeste esta ação, e não me negaste o teu filho, o teu único filho,
  (Gn 22.15,16)

 Deus Jurou por si mesmo – Nas entrelinhas das narrativas vamos encontrando ensinamentos nos quais podemos investir tempo e meditação para aprendermos aspectos significativos para uso na vida diária. Aqui aparece a questão do juramento. Na verdade, segundo a Wikipédia Um juramento é uma afirmação de um fato ou de uma promessa, geralmente feito perante ou sobre algo (um valor moral) ou alguém que quem o faz considera sagrado (geralmente Deus), como testemunha da natureza vinculativa desta promessa ou da veracidade desta declaração ou fato.” Isso então fica subentendido que é coisa de homens, que precisam garantir que sua palavra ou compromisso não será anulado. Invoca-se algo sagrado, sobre o qual não se mente, não se brinca e pode ser utilizado como uma garantia segura. Na vigência da Lei Mosaica havia regras claras sobre juramentos e promessas, vinculando-se uma palavra empenhada à honra da pessoa. Quando um homem fizer voto ao Senhor, ou fizer juramento, ligando a sua alma com obrigação, não violará a sua palavra: segundo tudo o que saiu da sua boca, fará. Também quando uma mulher, na sua mocidade, estando ainda na casa de seu pai, fizer voto ao Senhor, e com obrigação se ligar, E seu pai ouvir o seu voto e a sua obrigação, com que ligou a sua alma; e seu pai se calar para com ela, todos os seus votos serão válidos; e toda a obrigação com que ligou a sua alma, será válida” (Nm 30.2-4). Nos versos seguintes regula-se os votos e juramentos onde há intervenção dos pais das moças ou dos maridos em relação às suas esposas; esses votos seriam invalidados e a pessoa não seria cobrada espiritualmente por isso. Na nova aliança, Jesus, trouxe uma iluminação maior sobre o “espírito da letra” dessa lei e cobrou uma postura mais veraz dos seus seguidores. “Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não perjurarás, mas cumprirás os teus juramentos ao Senhor. Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; Nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; Nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto. Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna” (Mt 5.33-37). Para Jesus, a idéia não é cumprir uma palavra porque se está debaixo de juramento, mas falar a verdade sempre, sem precisar de garantias. A explicação do Mestre é que as motivações interiores são provenientes de duas fontes: Deus e o Maligno. Falar a verdade é de Deus, trapacear, mentir, falsear a verdade, dar duplo sentido e depois optar para a opção que mais lhe interessa, é maligno. Mas o nosso caso principal é o fato de Deus se interpor com juramento; Ele precisa jurar? O Escritor aos Hebreus esclarece: Porque os homens certamente juram por alguém superior a eles, e o juramento para confirmação é, para eles, o fim de toda a contenda. Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento” (Hb 6.16,17). Mesmo sem necessidade de fazê-lo, mas apenas para mostrar sua imutável capacidade cumprir tudo o que prometia, Deus jurou por si mesmo, uma vez que não há ninguém maior ou superior a ele mesmo. Para nós, que conhecemos o seu caráter, não altera nada, apenas reafirma e confirma que ele é fiel e que suas palavras não cairão no vazio. Minha aplicação pessoal, recai mais sobre o fato de sermos concitados a falar a verdade, do que termos que jurar e nos obrigar a cumprir a palavra empenhada. Sim, sim – Não, não! Palavra de goiano!

Obrigado Senhor, por demonstrar amor e transmitir confiança aos homens que se propõe a andar contigo. A vida de Cristo em nós, tem nos guiado a um estilo de vida muito ligado à falar a verdade, viver a verdade, amar a verdade e escolher ser verdadeiros em todo tempo e situação. Em nome de Jesus, que o Caminho, a
Verdade e a Vida, agradecemos, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s