Ismael Está Dentro

Meditação do dia 10/10/2018

 “Então tomou Abraão a seu filho Ismael, e a todos os nascidos na sua casa, e a todos os comprados por seu dinheiro, todo o homem entre os da casa de Abraão; e circuncidou a carne do seu prepúcio, naquele mesmo dia, como Deus falara com ele.”  (Gn 17.23)

 Ismael Está Dentro – Legalidade é um termo muito usado pelas pessoas que lidam com libertação e batalha espiritual. Não que a palavra em si seja apropriada apenas para essa situação. Mas nesse contexto, eles tratam de brechas e oportunidades que porventura venham a existir nas vidas das pessoas e se forem pecados ou coisas erradas, ainda que por ignorância foram praticadas, dão um direito legítimo para as forças do mal operar na vida da pessoa, produzindo destruição e outras manifestações de forças malignas. Quando é uma legalidade positiva, no sentido de estar vivendo e praticando os mandamentos e ensinos da Palavra de Deus, a pessoa fica exposta ao favor e às bênçãos descritas na Palavra, como resultados da prática da fé. Estou pensando nessa palavra legalidade hoje, no contexto da vida de Ismael, porque ela precisa ser vista como um fator de inclusão para esse rapaz. Ele, era filho legítimo de Abraão, pois fora uma ação pensada e acordada entre o casal de patriarcas. A situação de Ismael não pode ser tratada como se fosse um caso extraconjugal da parte de Abraão, ou outra qualquer situação de imoralidade que resultou num filho, que posteriormente teve que ser reconhecido. Nos aspectos culturais de família no que se tratava da geração de herdeiros, era um ato legítimo e os referidos filhos seriam reconhecidos e tratados como do casal, podemos ver isso no caso dos doze filhos de Jacó, que originaram a nação israelita. Mas além disso, quando Deus celebrou essa aliança com Abraão e instituiu a circuncisão para todos os que estavam sob a proteção de Abraão, quer filhos, quer servos nascidos em casa ou comprados, deveriam ser circuncidados e assim trariam as marcas da aliança divina. Abraão foi circuncidado e seu filho Ismael também o foi, não como servo ou empregado, mas como filho. Legalmente então, Ismael estava dentro da aliança de bênçãos de Deus. Em nenhum outro lugar das Escrituras encontramos evidencias de ele tenha sido destituído dessa bênção e dos benefícios que ela traria na vida dos seus participantes. O fato de Ismael não ser o herdeiro da aliança em cuja promessa estava um filho de Abraão e Sara, não o desmerece ou desqualifica para qualquer posição diante de Deus. Para Abraão e para Deus, Ismael nunca foi uma ameaça, ou um concorrente adversário das alianças e promessas de Deus ao seu povo . A visão moderna da igreja cristã, coloca Ismael numa condição triste de ser um homem mau, um inimigo que cedo ou tarde terá de sofrer as penas de seus atos. Não estou santificando os povos árabes e colocando-os em pé de igualdade com Israel, em termos de alianças e promessas. Estou afirmando, isso sim, que todas as pessoas foram criadas por Deus e são especiais e amadas por ele, que enviou Jesus Cristo para morrer por elas e salvá-las. Isso está alinhado com a obra de redenção e aqui, o pecado nivelou todos os homens por baixo, colocando-os todos em situação de depravação e escravidão espiritual. Em contraponto, a obra da redenção em Cristo Jesus nivela todos os homens pelo sacrifício vicário de Jesus na cruz. Ali, todos podem ser salvos, libertos e se tornarem filhos de Deus. Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo. Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa (Gl 3.26-29). É assim que afirmo que Ismael está dentro, como sem Cristo, qualquer um está fora!

 

Senhor, graças te rendemos por sua bondade revelada nas alianças e confirmadas em Cristo e seu sacrifício na cruz. Ali, todos podemos começar uma nova história e uma nova vida. É nesse nome, que adoramos e agradecemos, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s