Naquele Mesmo Dia

Meditação do dia 12/10/2018

 “E Ismael, seu filho, era da idade de treze anos, quando lhe foi circuncidada a carne do seu prepúcio. Naquele mesmo dia foram circuncidados Abraão e Ismael seu filho, e todos os homens da sua casa, os nascidos em casa, e os comprados por dinheiro ao estrangeiro, foram circuncidados com ele”  (Gn 17.25-27)

 Naquele Mesmo Dia – Pode não parecer interessante, mas é de fato muito interessante o que fica implícito na narrativa que descreve a instituição da circuncisão como símbolo da aliança entre Deus e Abraão e sua descendência. Entre esses descendentes estava Ismael e todos os homens da casa de Abraão, incluindo empregados contratados e servos ou escravos, ninguém estava isento de participar. Mas o elemento que desejo destacar na meditação de hoje está associado ao evento dia, o momento em que aconteceu aquilo na vida de Abraão e de Ismael e um dia iria acontecer com Isaque e posteriormente com cada um que viesse a nascer naquela genealogia, até Jesus Cristo, lá em Belém, muitos anos depois e todos os judeus até o dia de hoje. No imaginário nosso, formado pelas lembranças da literatura ou de histórias contadas a nós, tudo começa do mesmo jeito e terminam também do mesmo jeito; há uma fórmula ou padrão no modelo de narrativas; começa assim: “Era uma vez, num lugar muito distante, havia…..” e para terminar: “E foram felizes para sempre….” Mas eu e você sabemos que na vida real, as coisas não são assim! Sabemos muito bem que o que muito distante para alguém, é bem ali para outros; meus colegas pastores da capital, que dista 550 km de Guararapes, as vezes me dizem: “Voce mora longe…” eu digo a eles: Não, você é que mora longe, Guararapes é pertinho para mim, como Sampa é para vocês!” Quando foi que oficialmente Abraão e Ismael selaram e confirmaram suas participações nas alianças com Deus? O que comprovava e legitimava? Esse Instante é que faz toda a diferença do mundo na vida de alguém. Paulo, o apóstolo, fez uso de um termo muito interessante numa de suas cartas: Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino (I Co 13.11). Preste atenção nos termos que destaquei: o quando ali é determinante na vida de Paulo e é na minha e na sua e de todos os cristãos.
Quando é que aconteceu… No dia que Deus fez a aliança, “naquele mesmo dia eles foram circuncidados.” Alguém tinha tantos anos, e alguém tinha tantos e todos os demais entraram também, naquele mesmo dia! Quando foi que você se converteu, quando foi que recebeu o batismo com o Espírito Santo; quando foi que recebeu o chamado de Deus; quando foi que obedeceu; quando foi que abandonou tais e tais práticas e assumiu sua identidade de cristão… Paulo disse que quando era menino – e quando foi que ele deixou de ser menino e assumiu postura de homem? Quando era menino, agia, falava, decidia e vivia como menino, com valores e responsabilidades de menino. Mas assim que se tornou homem… Quando foi isso? Quando foi que Ismael foi circuncidado? Com treze anos, no mesmo dia que o Pai e a comunidade! Há algo decidido, definitivo que marca e separa uma coisa da outra, um período do outro. Voce conhece esse fronteira? Sem isso, a vida da pessoa é uma mistura infeliz de infantilidade com maturidade e nem ela e nem os outros ao redor, sabe quando ela vai agir como um ou como outro. É impossível sucesso, progresso, prosperidade, desenvolvimento sem essas “crises” que rompem com um estágio e inicia o outro. Não é sem sentido, que encontramos pessoas acima dos trinta, quarenta e cinquenta anos de idade ainda pensando no que será quando crescer.

 

Senhor nosso, quando olhamos para ti, vemos o mais perfeito exemplo de como ser e fazer a vida acontecer. Cresceste perfeitamente em estatura, sabedoria e graça diante de Deus e dos homens. Ensina-nos, a romper com as fases que já venceram e deveriam ter ficado para trás e assim, experimentarmos o bom e o melhor que tens para nós todos os dias em todas as etapas do nosso crescimento. Sabemos que tens uma identidade e um destino muito bem distinto e definido para cada um e todos nós, para sermos exatamente aquilo para o qual fomos criados e salvos e chamados a servir. Desperta e desprenda a cada um de nós de tudo o que está prendendo e limitando a manifestação da tua graça. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s