Isaque já Nasceria Senhor de Terras

Meditação do dia 10/11/2018

 “Porque toda esta terra que vês, te hei de dar a ti, e à tua descendência, para sempre.  (Gn 13.15)

 Isaque já nasceria senhor de terras – Nossa vida moderna e predominantemente urbana, mudou muito o valor de se possuir uma terra. Vivemos na era da otimização, da customização e da reciclagem, o que poderia ser apenas uma boa medida de economia e de melhor uso ou reaproveitamento de bens e sobras, se torna ideologia de vida e sistema de sustentação de sociedades. Observe bem como era grande os lotes (datas) de anos atrás nas cidades e hoje não passa de uma pedaço de 10m x 15m e ainda se divide  ao meio para fazer duas construções, ou utiliza construções verticais para melhor aproveitamento de espaços. Esses conceitos são transferidos para a vida e as práticas de modo que a propriedade em si apenas supre uma necessidade imediata. Nos tempos dos patriarcas, quando se pensava em possuir terras, como no caso de Abraão, Deus estava lhe falando de território que nos moldes de hoje, são ocupados por várias nações. Para Abraão, eram suas terras da promessa, ainda que ocupadas por moradores nativos, cidades e povoados, mas tudo aquilo viria a ser tudo território de uma grande nação, que por acaso seria de seus descendentes. Sendo assim, quando Isaque seu filho nascesse, já viria com o direito de herança de tamanho território, para que de geração em geração fosse sendo ocupado e conquistado. Quero estar pensando com vocês aqui, sobre a importância de se apropriar de promessas de Deus para nossas vidas e ministérios, que estão fora do alcance de nossa visão literal e física hoje. Abraão, era proprietário e pai sendo isso efetivamente só veio a se materializar na pessoa de Isaque, uns vinte e cinco anos mais tarde. O que são vinte e cinco anos? Para quem? Para mim ou para Deus? As duas alternativas. Por que Deus me daria promessas que dificilmente eu desfrutaria delas? Ou por que deixaríamos de apropriar só porque não está dentro do meu campo de visão e desfrute? Entender e ver a vida do ponto de vista de Deus é muito transformador, pois esses medidas de tempo e utilidade, deixam de ser barreiras. Minha vida existe desde as linhagens de meus ancestrais e continua na minha posteridade. Sou apenas um elo na corrente e importante é a corrente e não um elo e si, ainda que seja eu. Quando alguém olha para o seu trabalho e vê ali apenas uma atividade enfadonha e cansativa, mas obrigatória, porque tem bocas para alimentar; certamente essa visão é limitada e o foco está totalmente errado. Isso vale para trabalho e ministério. Nossa visão precisa ser a mesma do Senhor da vida e do Reino; cada um de nós está cumprindo uma etapa e fazer isso bem feito dignifica quem faz, honra quem é o Senhor e ter nobre a tarefa. E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis (Cl 3.23.24). Um texto geracional que muito me faz pensar nesses aspectos, diz sobre o rei Davi, descrito em Atos dos Apóstolos num discurso de Paulo em Antioquia da Pisídia: Porque Davi, na verdade, havendo servido a sua própria geração pela vontade de Deus, dormiu e foi depositado junto a seus pais e experimentou corrupção. (At 13.36). Davi serviu na própria geração – agora é a minha geração, a minha vez e a minha oportunidade. Já existiu etapas antes de mim e haverá depois, ainda que estejamos aguardando a volta do Senhor para instantes; mas enquanto ele não vem, a ordem e seguir em frente. Isaque não tinha nascido, mas as bases para isso e para o que ele deveria fazer já estavam acontecendo. Nosso ministério ao Senhor, não começou com a minha ordenação e não termina com a minha parada; o Reino é maior e mais importante do que individualmente nos apresentamos como parte dele. Somos e fazemos parte de algo maior e foi para isso que somos chamados e capacitados.

 

Deus de promessas e de alianças, obrigado por nos dar sabedoria para vermos além de nossos pequenos horizontes. Tu és fiel e justo em todos os teus caminhos. Graças por despertar-nos para realidades  maiores e de valores elevados. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s