Jacó Fez Voto

Meditação do dia 21/06/2019 

 “E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir; (Gn 28.19)

 Jacó Fez Voto – Fazer voto é uma prática usual entre os cristãos e isso para quem entende do assunto, sabe-se que é uma coisa séria, é palavra empenhada diante do sagrado e com isso não se brinca. Quanto ainda era seminarista, voltei de férias para casa e num bate papo com minha mãe, ela me contou um sonho que teve, e ela estava associando a um voto que fizera e esquecera de cumprir e ela entendia que o boleto acabara de chegar e na verdade tudo que ela queria era apenas que eu confirmasse o que ela já sabia e confirmei; afinal, prefiro ficar do lado do sagrado! Ela me contou que à uns tempos atrás havia orado sobre algo e caso a resposta fosse positiva, ela iria confeccionar uma toalha de mesa e dar de presente para a igreja, uma congregação quase em frente à nossa casa. Ela recebeu a bênção e tocou a vida. Nesses dias da minha chegada ela sonhara que o pastor da congregação, que por sinal era nosso vizinho, chegou para ela com uma toalha de mesa toda podre e esburacada, imprestável e sem conserto, pedindo que ela consertasse porque era a única que a igreja tinha e estava naquele estado lastimável. Não era preciso ter dom de discernimento e muito menos receber uma revelação sobre o significado do sonho. Ela cumpriu sua promessa imediatamente. Jacó se viu diante do Senhor e sendo contemplado com tantas bênçãos, ele entendeu que seria plausível fazer um voto e ele o fez. Os versos seguintes concluem a narrativa dos termos onde ele invoca a bênção da continua presença e companhia na viagem, provisões básicas de comida e vestes, o que para nós também se subentende, um teto para viver e um feliz retorno à casa dos seus pais; a parte dele seria em ter ao Senhor por seu Deus; aquela Pedro erguida como coluna, seria um local de adoração, e se comprometeu a ser dizimista em tudo que ganhasse.  Sabemos que ele cumpriu sua promessa, e o fez porque o Deus Altíssimo, que o conhecia antes dele nascer já tinha tudo planejado e sempre seria fiel à sua Palavra. Nos tempos de Salomão ele deixou um sábio conselho sobre votar: “Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o. melhor é que não votes do que votares e não cumprires” (Ec 5.4,5). Nós, somos daqueles que cumprem a palavra diante de Deus e do próximo. Voto deve ser algo sério que demanda uma medida de consagração e dedicação valiosa. Mas precisa-se fazer uso da sensatez, para não incorrer em emoção demais e vontade de menos e depois não ter como cumprir o que foi votado.

 

Senhor obrigado pela lição que podemos aprender da experiência de Jacó naquela manhã do encontro contigo; ele teve sua vida transformada, e respondeu com dedicação e honrou ao Senhor com sua vida e seus bens, estabelecendo uma generosidade de quem reconhece a ti como Senhor e soberano sobre tudo, incluindo a vida financeira. Agradecemos em nome de Jesus pelo suprimento de nossas necessidades de forma tão abundante em todo tempo. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s