O agir de Deus

Meditação do dia: 28/08/2019

  Veio, porém, Deus a Labão, o arameu, em sonhos, de noite, e disse-lhe: Guarda-te, que não fales com Jacó nem bem nem mal. (Gn 31.24)

 O Agir de Deus – Aos meus leitores mais assíduos, meditamos hoje sobre um versículo que gostamos do tema: quando há um agir de Deus em favor dos seus. Em momento algum duvidamos da presença e do poder do Senhor em cuidar de nós e manifestar-se poderosamente. Mas ao pensar nesse acontecimento aqui, posso ver os meus avanços e também o quanto ainda preciso crescer nessa graça de compreender o agir de Deus. De certo modo cultivamos (comigo acontece), uma certa prerrogativa de que o Senhor a quem servimos é quase que exclusivo nosso. Eu diria até uma arrogância evangélica de somente nós conhecemos de fato a Deus e somente nós somos capazes de perceber sua voz. Ainda que teoricamente saibamos e dizemos que não, mas pelo menos achamos que é assim mesmo. Vamos concordar que Labão, nos nossos padrões diríamos, não era uma pessoa piedosa, temente a Deus. Mas também não podemos descartar a influencia que ele tivera ou sua família ainda nos tempos que Abraão morara em Harã, antes de chegar em Canaã. Também agora com a presença de Jacó, por vários anos dentro de sua casa, casado com suas filhas, e ele viu o agir de Deus em lhe abençoar através de Jacó no cuidado dos rebanhos. Ele quando soube que Jacó fugira para voltar para Canaã, agiu com extrema rapidez e o volume de gente que levou atrás de Jacó, denunciava que suas intenções não eram amistosas. Foi num contexto assim, na noite anterior ao dia em que ele alcançaria a caravana de Jacó, que Deus se revelou a ele e falou-se instruindo-o a não provocar e nem prejudica-lo. Me desperta a atenção a repreensão divina para que ele não dirija a palavra em nenhum dos dois sentidos: Bem ou Mal! Não é admirável? Naturalmente, ele não estava inclinado e nem tinha em seu coração uma palavra de bênção e edificação para proferir a Jacó, à suas filhas ou mesmo aos netos. É muito provável que palavras amargas, ácidas e maldizentes ele teria aos montes para derramar e despejar todo o seu coração rancoroso sobre aquele família. Deus mesmo se encarrega de julgar e corrigir os seus filhos e ele tem um modo muito justo e especial de fazer isso; o ser humano, com suas emoções fora de controle, sob o domínio do pecado se torna facilmente um instrumento mais destrutivo do que corretivo e cuidador ao aplicar justiça e disciplina. Quando foi confrontado por Deus, com escolhas sobre a disciplina que viria inevitavelmente sobre ele e a nação pelo seu pecado, ele não teve dúvida de escolher ser corrigido e disciplinado por Deus, porque as suas misericórdias se manifestam poderosamente. Vai, e dize a Davi: Assim diz o Senhor: Três coisas te ofereço; escolhe uma delas, para que ta faça. Foi, pois, Gade a Davi, e fez-lho saber; e disse-lhe: Queres que sete anos de fome te venham à tua terra; ou que por três meses fujas de teus inimigos, e eles te persigam; ou que por três dias haja peste na tua terra? Delibera agora, e vê que resposta hei de dar ao que me enviou. Então disse Davi a Gade: Estou em grande angústia; porém caiamos nas mãos do Senhor, porque muitas são as suas misericórdias; mas nas mãos dos homens não caia eu (2 Sm 24.12-14). Deus é perfeitamente perfeito! Ele faz juízo e justiça em perfeito equilíbrio, de modo que um elemento não pesa mais que o outro. Labão tinha recebido muitas bênçãos de Deus por meio de Jacó, e havia tentado retribuir com trapaças e desonestidades, não se efetivando por intervenção divina em favor de Jacó e primariamente em favor do plano eterno de redenção e da aliança celebrada entre ele e Abraão, Isaque e o próprio Jacó. O que aprendo hoje é que sirvo a um Deus grande e misericordioso que me protege, indo adiante de mim, está sobre sim e cuida da retaguarda. Tem Labão vinda atrás de você? Permaneça fiel à aliança com o seu Deus e confie na provisão e na proteção dele. Labão não tem nenhuma palavra que abençoe a nossa vida e também Deus não permitirá que ele profira nenhuma maldade e nem maldição sobre nós.

Senhor, obrigado pela proteção contínua sobe nossas vidas. Estamos confiados em ti e é no Senhor que iremos descansar sempre. Não há ninguém capaz de cuidar de nós e daquilo que é nosso, além de ti. Nossa jornada continua até onde tens determinado, e assim, seguimos sob os teus olhos e sob o teu cuidado, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s