O Cuidado Com as Palavras

Meditação do dia: 03/09/2019

  Com quem achares os teus deuses, esse não viva; reconhece diante de nossos irmãos o que é teu do que está comigo, e toma-o para ti. Pois Jacó não sabia que Raquel os tinha furtado. (Gn 31.32)

 O Cuidado Com as Palavras – O comentaristas de arbitragem de dizem constantemente que “sem intenção também é falta.” Nem todas as nossas ações são de fato intencionais, especialmente no sentido de fazer o mal ou prejudica alguém ou alguma coisas, mas mesmo assim, as Sagradas Escrituras nos tornam responsáveis por todas e cada uma de nossas ações. As palavras tem poder! Elas são sementes, são energizantes e provocam aquilo que significam quando proferidas. Isso é matéria vencida e incontestada nas páginas da Bíblia. Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado (Mt 12.36,37). Momentos de evolução emocional pode levar a pessoa a perder o controle sobre suas palavras e se comprometer de forma negativa. Aqui, estamos diante de uma situação de pressão e estresse, onde Jacó, tinha suas preocupações com a proteção da família, das posses, a segurança na viagem e ainda trazia o temor de ações de retaliação de Labão e de fato as coisas não aconteceram para males maiores por intervenção divina que levou Labão a se refrear em seu ímpeto de prejudicar a Jacó. Mas de repente o foco se muda para algo que poderia ser considerado de menor importância, que foi a acusação de que Jacó havia furtado os ídolos pessoais da devoção idólatra de Labão. Confiante na sua inocência e na sinceridade de sua família em relação a isso, ele proferiu essas palavras dando um veredito de sentença de morte para qualquer pessoa com quem fosse encontrado os tais objetos. Jacó não sabia que sua amada Raquel tinha se apropriado furtivamente dos tais objetos de seu pai, momentos antes de partir e os tinha escondido na sua bagagem pessoal. Me faz lembrar muito bem, a cena do Jardim do Éden, onde isso é contato e repetido geração após geração, quando Eva apanhou o fruto da árvore, comeu e deu ao marido e depois se esconderam da presença de Deus; quando receberam a sentença de morte, o famoso “certamente morrerás,” eles não caíram duros no exato momento, mas o processo iniciou-se e se instalou em suas vidas. Aqui, Jacó, com a sua autoridade patriarcal, proferiu que o detentor de tais objetos não viveria; presumimos que a intenção seria um julgamento sumário e a consequente execução capital da pessoa. Mas ele estava firme em sua convicção de NINGUÉM teria feito algo dessa natureza. A ignorância dele, não anulou a força de sua palavra proferida dando uma sentença de morte. Irmãos, o peso de nossas palavras é muito grande e temos responsabilidades eternas no uso dos nossos dons e ministérios e da autoridade que nos foi delegada para oficiarmos como ministros de Deus. Seja, porém, o vosso falar: SimsimNãonão; porque o que passa disto é de procedência maligna. (Mt 5.37). morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto (Pv 18.21). Nossa oração nessa manhã e nesse dia é por sabedoria e sermos cheios do Espírito Santo para superarmos as crises e dificuldades pessoais enfrentadas e no meio de todo o processo, não utilizar os nossos lábios e nossa língua para produzir morte e destruição; ao contrário, glorificarmos a Deus e edificar os nossos ouvintes e produzir vida e saúde para nós mesmos.

Pai amado, obrigado por delegar autoridade para que o teu reino seja proclamado e vidas sejam salvas, libertas, curadas e restauradas pelo ministério da Palavra. Buscamos sabedoria e discernimento para não permitir que venhamos a agir impulsivamente sob fortes emoções e pouca razão e proferir palavras que matam ao invés de palavras que produzem vida. Fazemos das palavras do salmista, uma de nossas orações sinceras e almejadas: “Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!(Sl 19.14). Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s