Betel é Para Cima

Meditação do dia: 30/10/2019

  E levantemo-nos, e subamos a Betel; e ali farei um altar ao Deus que me respondeu no dia da minha angústia, e que foi comigo no caminho que tenho andado. (Gn 35.3)

 Betel é Para Cima – O que você faz na vida? Nada! Mas sou muito bom naquilo que faço! Acabo de ler no meu momento devocional, uma citação de uma versão da Bíblia em inglês, chamada Everyday Bible (Bíblia Diária) do Salo 131: “Senhor, meu coração não e orgulhoso. Eu não diminuo os outros. Não faço grandes realizações e não posso fazer milagres. Mas sou calmo e quieto.” Está no livro O Impacto da Liderança com Integridade, de Fred Smith (Editora vida). Davi foi pastor de ovelhas, como Jacó, Paulo fabricava tendas, e cada pessoa se torna conhecida por alguma coisa que faz, e Jacó, fazia muitos altares, deve ser porque o coração dele se inclinava muito para a adoração a Deus; então ele entendeu a importância do altar. Tem  pessoas que oram muito; outros jejuam muito, alguns pregam muito, enquanto outros ensinam e ainda outros cuidam dos necessitados; uns cuidam de crianças carentes e em risco, outros gostam de moradores de rua, ainda outros se ocupam dos viciados em drogas; alguns se envolvem com famílias desestruturadas e outros escrevem livros e pesquisam as melhores aplicações das verdades bíblicas na solução dos muitos males sociais. Jacó entendeu que voltar para Canãa, significava envolver-se no projeto de Deus para sua vida, e sua vida incluía sua família e os valores eternos que eles precisavam assimilar para si e para transmitirem para gerações futuras. Ele era um pastor de ovelhas, um fazendeiro, ou homem de negócios do ramo do Agro pastoril, mas tudo isso era nas horas vagas, porque o tempo integral dele era como patriarca chamado para construir uma nação que representasse Deus e sua vontade de tal forma que abençoasse todas as famílias da terra. Abraão, Isaque, Jacó e muitos dos santos da antiguidade, tinham uma compreensão muito mais expansiva da vida, do que a maioria dos cristãos tem de suas vidas e de seus papeis no Reino de Deus. Jacó ordenou que sua família e todos de sua comitiva abandonassem seus deuses falsos e juntos se levantassem e subissem com ele para Betel, onde ele faria “…um altar ao Deus que me respondeu no dia da minha angústia, e que foi comigo no caminho que tenho andado. A idéia é semelhante aquela de Samuel ao levantar uma coluna e chama-la de Ebenézer: Então tomou Samuel uma pedra, e a pôs entre Mizpá e Sem, e chamou-lhe Ebenézer; e disse: Até aqui nos ajudou o Senhor ( ISm 7.12). Policarpo de Esmirna, discípulo de João, diante do magistrado que o tentava a desistir da fé em Cristo e confessar o senhorio de César, e assim evitar o martírio disse: “Há oitenta e seis anos que o sirvo e nunca me fez mal algum. Como poderia blasfemar meu Rei e Salvador?” Quem foi que me valeu no dia da minha angústia? Quem foi que te respondeu no tempo da sua angústia? Para quem é sua adoração, para quem levantas um altar? Até aqui o Senhor tem nos respondido, não há razão para descrer de as fidelidade de agora em diante. Faremos um altar para reafirmar nosso compromisso de fé, para nós, para nossa família e para nossas próximas gerações.

Senhor Deus que tem me socorrido no tempo das minhas angústias, venho renovar a minha decisão de continuar contigo, como adorador, como servo e como proclamador das tuas misericórdias. Posso não fazer muito, mas o meu altar é para ti. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s