Betel

Meditação do dia: 13/11/2019

  E chamou Jacó aquele lugar, onde Deus falara com ele, Betel.” (Gn 35.15)

Betel – Na verdade, Jacó está apenas confirmando esse lugar onde ele tivera uma experiência maravilhosa com Deus, na primeira noite fora de casa, quando partiu para Harã, à muitos anos atrás. Acordando, pois, Jacó do seu sono, disse: Na verdade o Senhor está neste lugar; e eu não o sabia. E temeu, e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar senão a casa de Deus; e esta é a porta dos céus. E chamou o nome daquele lugar Betel; o nome porém daquela cidade antes era Luz (Gn 28.16,17,19). O nome daquele antes era Luz, mas devido ao encontro que ele teve com Deus e recebeu ali as promessas da aliança para ele e para sua descendência, entendeu ele que estava na casa de Deus, daí o nome Betel. Anos mais tarde, ele está de volta, agora com uma família numerosa, muitas posses, com saúde e em boas condições, com tudo o que recebera na promessa, agora era de fato. Então seria a hora certa para cumprir o seu voto. Estamos vendo um homem de palavra, confirmando diante de muitas testemunhas a fidelidade do seu Deus, que ali, naquele lugar, a muitos anos atrás lhe fizera promessas, que iria com ele para Harã, estaria com ele e o abençoaria sobremaneira e no devido tempo o traria de volta, com uma grande família, muito rico e próspero, para servir a Deus na terra que era sua por promessa feita a seu avô, confirmada a seu pai e transferida a ele. Jacó estava honrando a Deus ao honrar sua palavra dada em voto. Cumprir uma palavra tem muita importância, porque aquilo que falamos, quer seja a Deus, quer seja à pessoas, penhoramos nosso caráter com nossas palavras. É muito importante cumprir o que falamos, seja uma promessa ou não. O servo de Deus não pode ter um comportamento frívolo, irresponsável, falando as coisas e depois deixar para trás um rastro de obrigações não concluídas. Para Jacó, no início de sua caminhada, as promessas de Deus eram boas e maravilhosas, ele estava aprendendo a andar ao lado do Altíssimo, a quem ele conhecia pela convivência com o avô e o pai, mas agora era sua vez de ter sua própria experiência. Para nós, Betel não é um lugar, mas uma condição, porque casa de Deus somos nós, santuário do Espírito Santo. Essa condição foi revelada na Nova Aliança. Sendo habitação de Deus, estamos o tempo todo na sua presença e assim todos os nossos atos são culto a Deus. Para encontrar a Deus não precisamos ir a algum lugar, pois nós somos esse lugar. Isso imprime também em nós a necessidade de um selo de autenticidade e garantia de serviço de excelência. Há alguma promessa pendurada em sua vida, que não cumpriu ainda? Há alguma atividade que ficou comprometido e ainda não honrou? Os encontros com Deus visam nos preparar para novas experiencias, mas não podemos deixar pendencias inacabadas. Tal como Jacó, precisamos ter nosso Betel, nosso Maanaim e nosso Peniel, que são estações de crescimento e oportunidades. Não são lugares definitivos ou finalidade última.

Senhor, gratos somos por encontrarmos propósitos para nossas vidas e uma razão para servir com excelência ao Senhor. Tudo o que somos e tudo o que temos já está consagrado a Ti e todos os dias queremos renovar nossas experiências com Espírito Santo, que nos guia a toda a verdade e nos proporciona experimentar a tua presença em todo tempo. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s