O Hábito de Inclinar-se

Meditação do dia: 04/01/2020

 “E disse ele: Jura-me. E ele jurou-lhe; e Israel inclinou-se sobre a cabeceira da cama.” (Gn 47.31)

O Hábito de Inclinar-se – Para quem tem mais de sessenta anos e ainda pode estar acompanhado dos pais, deve lembrar que houve um tempo em que o respeito e a reverencia a Deus era uma questão cultural e de boa educação. Os mais antigos, digo, meus avós e ancestrais, quando conversavam, ao citar o nome de Deus, eles inclinavam a cabeça e tiravam o chapéu da cabeça e o colocava sobre o peito; caso não estive de chapéu, fazia o sinal de reverencia, como se tivessem de chapéu. Eles diziam que o nome de Deus era sagrada, portanto, digno de reverencia e respeito e não o podia citar em vão, pois isso era mandamento das “leis de Deus.” Eu cresci num ambiente assim, e creio que me fez muito bem. Ao olhar o texto que fecha o capitulo que estamos estudando, vi ali, a oportunidade de versar sobre oração, adoração, reverencia, respeito e hábitos saudáveis que fazem parte de uma disciplina espiritual. Para um ancião nas condições de vida e saúde como estava Jacó, ninguém se atreveria cobrar dele uma postura de ajoelhar-se, inclinar ou fazer quaisquer das posturas clássicas que a vida religiosa impõe sobre um fiel. A vida de Jacó, está para nós, muito acima dessas pequenas questões. Ela, fora inteira de adoração, oração, serviço e adoração ao Deus Todo-Poderoso. A Palavra de Deus está repleta de citações sobre o habito de inclinar-se, que literalmente indica dar atenção total a algo ou alguém; quando se trata da pessoa de Deus, tem a idéia de alguém nas alturas, se colocando em posição de ouvir alguém que está muito abaixo, prostrado, e que assim o grande, o soberano, está sendo compassivo e generoso para com o adorador. Inclina, ó Deus, os teus ouvidos à minha oração, e não te escondas da minha súplica (Sl 55.1).  Quando pensamos nas ilustrações da vida cristã e a produtividade ministerial, inclinar trás a idéia de humildade e simplicidade, para acolher as disciplinas e ensinamentos espirituais que tornam a vida e o ministério mais eficientes. Olhando para uma árvore frutífera, os galhos que mais produzem, são os que mais se inclinam, alguns casos é até preciso auxiliar com suporte ou escora para que não se quebrem. Quando pensamos na terra seca à espera das águas abençoadora das chuvas, quando estas chegam, os lugares mais baixos são os que primeiro recebem e acumulam a bênção. Jacó estava tratando de assuntos familiares em relação à sua pós morte, e mesmo assim, no leito, ele tinha atitude de inclinar-se. Isto ensina muito a todos nós, pois não é questão de onde ou porque, mas a adoração e a reverencia devem estar presentes em nossas vidas em todo tempo e lugar.

Pai, obrigado, por estar presente sempre em nossas vidas e acolher a adoração e a reverencia daqueles que te conhecem e sabem que só o Senhor é Deus, o Deus Altíssimo, Soberano, o Possuidor dos céus e da terra. Nosso desejo é estar sempre em adoração reverente, porque és digno e merecedor do nosso culto em todo tempo de nossa vida, agora e por todos os tempos, pelos séculos dos séculos, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s