Me Leve do Egito

Meditação do dia: 03/01/2020

 “Mas que eu jaza com os meus pais; por isso me levarás do Egito e me enterrarás na sepultura deles. E ele disse: Farei conforme a tua palavra.” (Gn 47.30)

Me Leve do Egito – As pessoas tem suas preferencias para muitas coisas na vida, algumas até incluem atos pós morte. Elas podem revelar as crenças ou descrenças cultivadas em vida. Embora não dando para acreditar em tudo que se diz, mas falam por exemplo, que Alexandre o Grande, exigiu que seus médicos o carregassem no funeral e que seu corpo estivesse com os braços pendentes, como que arrastando pelo chão; que suas riquezas fossem espalhadas pelo trajeto do percurso de sua última viagem. As explicações eram de que os médicos podem muito, ajudam muito, mas só enquanto estamos vivo e que eles não tem soluções para tudo. Os braços pendentes, seria para mostrar que não carregamos e nem seguramos nada desta vida; os bens espalhados era para lembrar que tudo o que conquistamos, fica para trás e nós seguimos só e sem nada. Não importa o quanto conquistamos e nem o quanto acumulamos, tudo isso não tem lugar na outra vida. Os cristãos valorizam a vida como um presente de Deus e almejam uma eternidade com Deus, inclusive com recompensa pela caminhada de fé e pelos serviços prestados ao Reino dos Céus. Jacó alimentava a expectativa de ser sepultado juto aos seus antepassados, Abraão e Sara; Isaque e Rebeca e lá também estava sepultado sua esposa Lia, que ele mesmo sepultara numa tumba na gruta de Macpela, na terra de Canaã. Assim, antecipando o dia final, ele fez esse recomendação a José, que sob juramento se responsabilizou por fazer o desejo último de seu pai. Jacó, não só expressou um desejo pessoal, como também agiu em conformidade com sua fé e as revelações de Deus para consigo e o futuro de sua descendência. Ele estava de volta na Terra que lhe fora prometida e ali estavam os alicerces de sua fé e da participação deles na grande obra da redenção, que Deus vinha trabalhando. Enquanto alguns vê apenas um homem idoso, querendo ser sepultado em sua terra natal, pela fé nós podemos ver um homem de Deus, tomando posse de algo muito maior do que ele e do qual ele fora fiel em cumprir a sua parte. Mas aquilo era a sua herança. Para José, seria estar fortalecendo as convicções de fé e consolidando a herança passada de geração para geração e mesmo ele tendo feito a vida no Egito, sendo reconhecido e respeitando e se quisesse poderia ter seu memorial de grande estadista na terra dos faraós, ele apostava na promessa e nos sonhos que Deus havia lhe dado e para cumprir a sua parte, ele passou toda a sua vida adulta e produtiva no Egito e ali veio a falecer. Jacó viera ao Egito para a etapa necessária, mas sua vida e sua fé sempre esteve em Canaã, a terra das promessas de Deus. Onde estou, onde estamos e onde é o nosso lugar enquanto ainda estamos servindo? Podemos até servir em um lugar que não é o nosso, mas precisamos estar conscientes disso e de onde é de fato o nosso lugar.

Senhor, obrigado por ser o nosso Deus, e como tal, estás muito acima e além das conveniências e limites humanos; mas também és soberano para determinar e delimitar nossos espaços e nosso tempo em cada um deles. Obrigado por nos dar uma pátria que não se muda, não se troca e nem se transfere de governo, porque o que se assenta ali no trono, vive eternamente. Obrigado pelo tempo oportuno de servimos onde estamos e pelo tempo que te apraz, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s