Um Legado

Meditação do dia: 16/01/2020

 “E abençoou a José, e disse: O Deus, em cuja presença andaram os meus pais Abraão e Isaque, o Deus que me sustentou, desde que eu nasci até este dia;” (Gn 48.15)

Um Legado – Não sei precisar em termos de horas, quanto tempo José, seus filhos e Israel passaram juntos naquele quarto, nesse dia de abençoar os meninos. Mas parece que o tempo não passou tão depressa, ou isso não fazia o menor sentido. Mas sei que a preciosidade daqueles instantes, juntos tem uma profundidade e uma riqueza espiritual tão imensa, que precisaremos muitas e muitas meditações para mais lições e mais aprendizado. Isso, claro, não contando aqueles momentos em que o silencio é tão eloquente, ou um olhar diz muito mais do que um discurso inflamado e um toque na mão, no ombro, um afago nos cabelos, um toque no queixo, um aperto na bochecha, um apertar de nariz nas crianças; coisas da intimidade e carinho entre familiares em situação de afetividade. Ainda penso nos olhares fixos no chão, pelos meninos enquanto os adultos falavam. Vou até criar um exercício de raciocínio: Ali estavam dois pais, três filhos, dois irmãos, dois netos e um avô, num momento único, que ficou eternizado. Israel, ao abençoar os meninos, ele invocou sobre José, o grande legado de sua vida e a razão de tudo pelo qual ele batalhou, sofreu, lutou e perseverou. Ele tinha uma aliança com o Deus de seus pais Abraão e Isaque; que um dia impuseram as suas mãos e abençoaram a próxima geração, que levaria adiante um legado de muita responsabilidade, para fazer diferença na história de todos os povos e todas as nações em todos os tempos. Ele sabia, pois era um adolescentes de dezessete anos, quando Abraão foi recolhido por Deus e sepultado por Isaque e Ismael e ele e Esaú estavam ali, vendo uma lenda viva da fé, encerrando a sua jornada vitoriosa e deixando bem encaminhado a sua tarefa. Israel, podia lembrar-se de como ele chegou a ter as mãos de Isaque sobre sua cabeça e proferindo a bênção, mesmo que ele trapaceara para ter os resultados, o preço por aquilo fora de fato muito grande e sobrou sofrimentos e solidão para mais gente do que só para ele. Agora, estava chegando a sua hora e tinha muitas cabeças para impor as mãos e proferir a bênção em nome de seus antepassados que andaram na fé e esse mesmo Deus, andou com ele e o sustentou por todos os anos de sua vida. Esse tipo de reconhecimento é rico e poderoso. Todos, desde então, não começaram nada sozinho, pois sempre houve gerações antes de nós e por razões que desconhecemos, passaram um legado para nós e encontramos a porta da salvação e o caminho de significado de identidade e destino para uma vida repleta de significados e propósitos. Há coisas que nunca (embora nunca seja muito tempo) iremos entender, mas podemos crer e aceitar como parte da bondade de Deus. É uma verdade que quanto maior o nosso conhecimento, maior o nosso universo e não é por acaso, que somos servos do Senhor e criador do universo. Como Israel, também fomos nascidos para algo muito especial e grande, grande o bastante para ser maior do que nós e pelo qual vale a pena viver e morrer, desgastar-se totalmente na sua realização. Como a moral daquelas parábolas de Jesus ensina: Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo. Outrossim o reino dos céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas; E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a (Mt 13.44-46). Tudo por um reino!

Senhor, que as lições daquele encontro de família, que produziu tanta riqueza para o Reino dos Céus, nos inspire a valorizar o nosso legado espiritual, que em Cristo se tornou nosso, como agora descendentes de Abraão, e herdeiros pela fé, pois andamos nas pisadas dele. Legado é bênção, é herança forte e eterna que a fé nos permite desfrutar e passar para frente. Israel agradeceu pela herança recebida de Abraão e Isaque e agora ele a passava para José, Efraim e Manassés – ele passou adiante como recebera. Em nome de Jesus, faremos isso no nosso tempo e na nossa vez. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s