Virando o Jogo

Meditação do dia: 1º/02/2020

 “Quanto a Gade, uma tropa o acometerá; mas ele a acometerá por fim.” (Gn 49.19)

Virando o Jogo – Estamos pensando na história de pessoas que receberam informações antecipadas de um futuro que elas mesmas não estariam presentes, mas por suas ações e características produziriam tais resultados. A ficção e as lendas desenvolveram histórias sobre a capacidade de se conhecer o futuro, e por mais criativos que sejam, sempre fica um sinal de que não é de fato boa coisa antecipar-se em relação ao futuro. Em algumas peças de ficção do cinema, que procuram relatar de forma mais científica, eles mostram que a cada movimento que se faz, altera-se o atual futuro; ou seja, ele continua complicado, porque está tudo interligado e alterando uma coisa, altera-se outras. No nosso caso, precisamos olhar a história pelo mesmo prisma que Gade, o filho de Israel, que entre os irmãos ali na presença do pai, esperava pela sua vez, para saber o que lhe caberia e o quinhão de sua herança, que só agora o pai revelaria. A mensagem que ele recebe é curta e simples: “Uma tropa vai te ferir e você a ferirá no final.” Parece pouco, inconcluso, vago e sem graça nenhuma. Acontece que são fatos para uma realidade futura a ser desenvolvida e trabalhada. Já que não dá pra saber tudo, é preciso confiar e acima de tudo, tomar as medidas necessárias para transformar uma situação ruim em algo que traga alento. Imaginemos uma profecia que diz respeito a nós, a igreja, feita por alguém confiável e que não nos deixa margem para fugir do lado ruim, antes, aprender a lidar com isso e nos fortalecer para sairmos vencedores e mais qualificados. Estou pensando no texto de João: Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo (Jo 16.33). Veja bem, Todo o contexto dos ensinamentos de Jesus visava uma promessa de paz, uma certeza de que seriam afligidos, uma sugestão de encarar com bom ânimo e um exemplo a servir de espelho. Nossas atitudes interiores como pessoas e coletivamente como igreja, e ações nossas influenciam o tempo todo o resultado do que Jesus falou. Paz, só em Jesus e Jesus habita no nosso interior, então buscar paz exterior é inútil. Também não adianta tentar fugir das aflições, elas virão mesmo e temos que encarar; sejam crises externas, internas, por erros e sem erros, por obra do diabo ou sem a mão dele, por perseguição ou sem perseguição, a vida não é um campo de férias de verão! Ter bom ânimo é uma escolha! Podemos ficar motivados ou desanimados, mas a sugestão de Jesus é encarar numa boa, porque no final ele venceu e a idéia é que vençamos também. Creio que os descendentes de Gade, deveriam ter pensado que seremos atacados e feridos, então podemos aceitar isso e simplesmente sofrer, o nos preparar e oferecer resistência e fazer com que a nossa vitória venha o quanto antes e os danos sejam os menores possíveis. Como reagimos ao que nos espera é determinante para traçar o tipo de destino esperado. Um velho ditado afirma que “Um homem prevenido, vale por dois!”

Senhor Deus e Pai, certamente a mensagem para os teus filhos são de vitórias e de bênçãos. Podemos aprender e nos fortalecer com as lutas e provas que vida nos impõe, mas a derrota não faz parte dos teus propósitos e também não fará dos nossos. Conceda sabedoria aos teus filhos para reverterem aquilo que é possível e prevalecermos contra os ataques dos inimigos. Jesus venceu e nos deu o direito de sermos mais que vencedores, e assim o seremos, na força do Senhor. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s