As Duas Filhas de Labão

Meditação do dia: 16/02/2020

 E Labão tinha duas filhas; o nome da mais velha era Lia, e o nome da menor Raquel. (Gn 29.16)

As Duas Filhas de Labão – Estamos falando de pessoas, famílias e de suas histórias. Elas tomam determinada importância, porque suas vidas cruzaram a linha do plano de redenção, que passava pela família de Jacó. Veja bem que os propósitos divinos para uma pessoa são de abençoá-la, e dar-lhe dignidade e honra, mesmo que ela não saiba disso e nem esteja trabalhando para isso. Tudo passa a ter sentido quando ela fica disponível para servir aos propósitos eternos e assim, se alinha com a perfeita vontade de Deus. As chances de Raquel, fora da convivência com Jacó, seria completamente anônima, para nós e fora do circulo de influencia messiânica, tal qual aconteceu com seus irmãos, pois sabemos que elas tinham irmãos, anos mais tarde na narrativa, é registrado que eles juntamente como pai estavam ressentidos com o crescimento dos bens de Jacó em detrimento dos deles. Labão entra na contagem por seu irmão de Rebeca e estar lá quando Eliézer apareceu. Agora ele aparece, por seu o hospedeiro de Jacó e por acaso pai de duas filhas, Raquel e Lia. A bênção vai chegar às nossas vidas, não necessariamente pela nobreza do nosso nascimento, ou mesmo por estarmos numa linhagem, cujo peso do nome faça sentido. O amor de Deus para com as pessoas independe de suas linhagens, pois Deus não faz acepção de pessoas. E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; Mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo (At 10.34,35). Por outro lado, sabemos que o cuidado de Deus em providencias todas as coisas para que seus planos não sejam frustrados, é tão grande que Ele trabalha em várias frentes ao mesmo tempo, enquanto nós temos um olhar linear da história e dos fatos. Só sabemos o que está diante de nós e aquilo que nos é informado simultaneamente. Nossas escolhas e ações estão margeadas pelas possibilidades limitadas do nosso conhecimento e dos planos que podemos arquitetar dentro desses limites; exceto isso é lidar com o imprevisível, imponderável e fora do nosso radar e assim as chances de dar certo, existem, mas estão fora de controle. Jacó saiu de casa para fugir de uma confusão, faria sentido trabalhar para que a aliança de Abraão e Isaque fosse mantida em mente e assim Isaque e Rebeca os abençoaram para ao chegar na casa do tio, se estabelecesse e constituísse família e assim os propósitos se manteriam e ao retornar para casa, tudo voltaria ao plano original. Mas eles, os pais, e o próprio Jacó, não tinham conhecimento prévio da existência de duas moças tais que atendessem o chamado divino do filho. Há aqui, a vontade muito específica de Deus para Jacó, dentro da aliança; e há também a margem de escolhas que ele poderia fazer livremente que não comprometeria nada e contribuiria positivamente para o sucesso do mesmo. Ele poderia ter se casado só Raquel como desejava e a vida seguiria seu curso; eles iriam batalhar contra a infertilidade dela, o que não era nenhuma novidade naquela linhagem, uma vez que Sara e Rebeca, traziam essa carga genética e a possibilidade dela aparecer em Raquel ou Lia, era grande e normal. A questão da fé é que Deus pode contornar os obstáculos que a vida apresenta, para que a totalidade e o cerne do que de fato importa não seja alterado. Labão tinha duas filhas, Jacó conheceu a mais nova primeiro e quando conheceu a segunda, já tinha uma preferencia definida. Mas ambas seriam instrumentos para os propósitos da aliança.

Senhor, obrigado pela clareza dos teus planos e propósitos, nos quais nossas vidas são colocadas à disposição. Somos teus filhos, comprados pelo precioso sangue de Jesus, que se ofereceu em sacrifício definitivo, único e perfeito para todo sempre. Não há salvação fora de Jesus e não reconhecemos outro Deus além de Ti. Nossas vidas tem sentido e propósito justamente por causa da obra de Cristo e do teu amor para conosco. Nossa gratidão e nosso reconhecimento pela tua infinita graça. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s