Simeão Está Livre

Meditação do dia: 13/04/2020

 E ele disse: Paz seja convosco, não temais; o vosso Deus, e o Deus de vosso pai, vos tem dado um tesouro nos vossos sacos; o vosso dinheiro me chegou a mim. E trouxe-lhes fora a Simeão.” (Gn 43.23)

Simeão Está Livre – Nossa visão e conhecimento do fator tempo é linear, isto é, percebemos a vida como se ela se desenvolvesse numa linha reta, sempre em frente, em velocidade constante, não acelera e não diminui, não retrocede. Até parece que ela passar como estivéssemos vendo da janela de um veículo em que não temos nenhum controle na direção. O que está acontecendo ao meu redor agora enquanto escrevo, às 10:31 horas, só posso descrever, pois vocês estão nesse exato momento em outro lugar e vendo a vida de vocês da perspectiva de vocês. Ainda que já possuímos meios de comunicação em tempo real, isso permite participação apenas parcial nos acontecimentos em outros locais, ainda estamos muito limitados. A teoria sobre a eternidade e como Deus lida com ela e conosco num universo regulado pelas limitações dimensionais e de tempo não deixa de ser extremamente interessante. Entendemos que Deus não está limitado nem por tempo, pois para Ele, passado, presente e futuro estão igualmente expostos; nossas três dimensões mais reconhecidas nos permite movimentos e segundo alguns, a quarta dimensão é a da fé, onde nos movemos no sobrenatural, numa esfera não física e praticamente ilimitada. E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê (Mc 9.23). Porque para Deus nada é impossível (Lc 1.37). Nada é impossível para Deus e tudo é possível para quem crer! Há um fator nivelador aqui. Vamos largar as teorias e voltar aos fatos. Israel estava em Canaã, apreensivo à dias, desde a chegado dos filhos da primeira viagem ao Egito, sem a companhia de Simeão e com a intimação para levar Benjamim e assim libertar o irmão que lá ficara. Os nove outros filhos, estavam com o coração na mão desde a hora que chegaram no Egito e foram tratados como espiões por José, a situação piorou quando ficaram todos detidos por três dias e por fim um alívio com a proposta de trazerem o caçula, mas sem direitos de contraproposta. Como você imagina o clima entre eles durante o percurso? Como eram as conjecturas de o por que estavam passando por aquilo? Vamos contar a verdade inteira para o papai ou só a nova verdade? São dois lados dos fatos. Mas e Simeão, lá na prisão, sem nenhuma explicação! Por que eu? Por que o homem poderoso do Egito me escolheu daquela forma? Por que me amarrou daquele jeito? Como foram aqueles dias de quarentena para ele? Alguns de nós, nesse momento de quarentena forçada pelo Covid19 estão com a cabeça cheia de perguntas e nenhuma delas é conclusiva. Dá para identificar com Simeão em alguma coisa. E José? Reencontrar os irmãos, não ser reconhecido por eles, poder experimentá-los para ver se haviam mudado nas atitudes; dar o troco (talvez) em Simeão e fazê-los trazer Benjamim, o irmãozinho que ele não via à muitos anos. Deveria ser uma miscelania de emoções e cuidados, pois agora ele estava no controle da situação (será?); imagina se Simeão surta na prisão e faz uma bobagem??? Se um deles pira no caminho ou mesmo os perigos das viagens naqueles caminhos! Se o pai endurece e não deixa eles voltarem com Benjamim!? Eu teria todas essas e muitas outras indagações. Mas tem o lado bom também. José os amava profundamente e estava consciente de seu papel e já havia entendido o por que das coisas. Era o amor sincero, mas revestido de disciplina e busca por encontrar o melhor nas pessoas. Como Deus faz conosco. Mesmo sabendo nosso histórico inteiro, com as motivações mais mesquinhas quando erramos, e com nossos arrependimentos meia-boca, ou incapacidade completa de ver o bem muito claro diante de nós; ainda assim ele continua nos amando e cuidado de nós, esperando a iniciativa certa, e quando ela acontece, ele vibra como se aquilo fosse novidade para Ele. Como pais, dando sopinha ou sorvete para os bebês e eles insistem em tomar a colher e comer por eles mesmos e a gente resignados permite, onde menos acertam é na boca, mas quando o fazem, os pais vibra e celebram como se eles tivessem ganhado medalha de ouro no tiro ao alvo. Simeão está solto, por todos fizeram o dever de casa e José tinha caráter e estava conseguindo mudanças significativas e o tempo da bênção estava se aproximando.

 

Senhor, mesmo que a gente não veja o quadro todo, Tu és fiel! Independente das nossas escolhas, permaneces fiel e justo. O plano de abençoar todas as famílias da terra estava indo muito bem, obrigado; porque quem fez a promessa era, é e sempre será poderoso para cumprir e zelar por sua Palavra. Jesus prometeu que voltaria para nos buscar, e muitos já desistiram de esperar e acreditar e estão até engendrando teorias para explicar coisas que não sabem. O Senhor é a nossa esperança, e sempre será! Enquanto o Espírito Santo estiver atuando na igreja, estamos comprometidos em servir e aguardar a tua promessa. Obrigado por tua fidelidade, ainda que não possamos explicar tudo, podemos crer em Ti que pode todas as coisas, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s