Tamar Está Grávida

Meditação do dia: 09/05/2020

 “E aconteceu que, quase três meses depois, deram aviso a Judá, dizendo: Tamar, tua nora, adulterou, e eis que está grávida do adultério. Então disse Judá: Tirai-a fora para que seja queimada.” (Gn 38.24)

Tamar Está Grávida – “O Macaco enrola o rabo, senta em cima e fala mal do rabo do outro!” A autoria dessa sabedoria popular certamente é desconhecida, mas passada adiante pela tradição oral; a mim, chegou pela Dona Alice, minha mãe, é claro. Era a forma dela ensinar utilizando os ditados populares dos sertanejos goianos. A moral da história se trata de alguém com defeitos, que ele tenta esconder, mas ao mesmo tempo ele alardeia os problemas alheios. A nossa Bíblia trabalha muito bem o ensino pelo exemplo, a transmissão pela prática aliada à repetição memorial. Foi assim que Deus implementou no seu povo uma capacidade muito grande de perpetuar ensinamentos espirituais através de festas, rituais e cerimonias simples, realizadas constantemente. Quem estuda as muitas festas celebradas pela cultura judaica, se impressiona com a riqueza de detalhes e profundidade de seus alcances, mas de forma didaticamente simples. Holocausto é de cada sábado, além do holocausto contínuo, e a sua libação. E nos princípios dos vossos meses oferecereis, em holocausto ao Senhor, dois novilhos e um carneiro, sete cordeiros de um ano, sem defeito; E as suas libações serão a metade de um him de vinho para um novilho, e a terça parte de um him para um carneiro, e a quarta parte de um him para um cordeiro; este é o holocausto da lua nova de cada mês, segundo os meses do ano (Nm 28.10,11,14). Festa com sacrifícios e banquetes oferecidos respectivamente todos os sábados e todas as luas novas – semanais e mensais. Essas repetições não permitiam esquecer o compromisso e ter que relembrar o significado. Gosto muito de um ensinamento do apóstolo São Paulo, sobre o discípulo de Jesus, ajudar as pessoas em suas dificuldades e até a superarem as tentações e pecados, sem que o ajudador se envolva na prática dos mesmos erros. Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo (Gl 6.1-3). Judá me parece estar exatamente nesse ponto de sua jornada. Depois de se envolver em práticas nada saudáveis para um homem de Deus; não honrar a palavra empenhada a sua nora viúva, de que ela se casaria com o seu filho mais novo para suscitar descendência aos dois outros filhos, que haviam se casado com ela e morrido sem deixar descendência. Agora ele se levanta pronto a executar os rigores da lei (não leis de Deus, porque isso aconteceu antes do tempo da lei). As tradições antigas, punia o adultério com a pena de morte, e nesse caso, parece que a execução acontecia queimando a vítima. Ele foi à justiça exigindo seus direitos de homem honesto, cidadão exemplar e pai dedicado que lutava por preservar os bons costumes e o sagrado direito de perpetuar a linhagem da família. Mas o pecado alcança os pecadores! Tamar, de boba não tinha nem a cara e nem o andar; ela havia calculado friamente cada passo e ensaiado todos os discursos que seriam necessários para desmascarar um hipócrita de carteira, aliás, sem carteirinha, sem selo, sem cordão e sem cajado. A falsa sensação que o pecado dá às pessoas de que depois de certo tempo, não tem perigo, o flagrante já passou. Outro detalhe muito forte aqui nesse caso, que tende a perdurar pelos tempos à fora, é sobre o peso e as medidas para ambos os lados. A Palavra e a credibilidade de Judá, contra uma mocinha viúva, carente e vivendo novamente com os pais, daria uma larga vantagem para o meliante figurão. Por que o abuso e a violência domestica e ou infantil é tão complicada de se tratar? Porque é a palavra de um adulto, bom cidadão, trabalhador e respeitado por todos, contra a palavra e o testemunho de uma criança de ”imaginação criativa;” contra uma mulher ciumenta ou exagerada… Os males causados pela imoralidade no clero, seja qualquer o credo – um sacerdote, um líder respeitável e piedoso, contra uma vitima indefesa e normalmente tendo o testemunho de toda uma congregação contra a vítima, arcando com o ônus da difamação e retaliação ou rebeldia! Gente, aquele que tudo vê, que é onisciente e faz justiça, sabe a verdade e no devido tempo eles se enfrentarão face a face e lá não precisará de testemunhas e provas legalmente válidas. Ele conhece a motivação e a intenção dos corações. Antes de fazer o mal, pense bem! O Espírito Santo, que Deus, que é onisciente e onipresente, está em você, nunca longe e distante. Fechamos com Hb 4.13: E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.

 

Pai, Tu nos sondas e nos conhece e de longe sabes o que se passa no nosso interior. Esconder os nossos pecados e atitudes ruins, ao invés de arrepender e confessar para receber perdão e graça, só nos afasta mais de ti e dá vantagens ao mal. Oramos por restauração das nossas vidas, pois foi por causa dos nossos pecados que Jesus veio ao mundo e deu sua vida em sacrifício para perdão e redenção. Pedimos graça e sabedoria, para evitarmos morrer no pecado, mas morrer para o pecado e viver para a justiça, revitalizados pelo poder do Espírito Santo. Buscamos graça restauração e ajuda tanto para as vítimas de abuso, quanto para os abusadores arrependidos e buscando restauração em ti. Acreditamos no poder da conversão e purificação que há no sangue de Jesus. Em nome dele é que oramos, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s