Que Sonho é Este?

Meditação do dia: 21/06/2020

 “E contando-o a seu pai e a seus irmãos, repreendeu-o seu pai, e disse-lhe: Que sonho é este que tiveste? Porventura viremos, eu e tua mãe, e teus irmãos, a inclinar-nos perante ti em terra?” (Gn 37.10)

Que Sonho é Este? – Ninguém é muito chegado a aceitar a subversão. Com exceção dos próprios subversivos, todos os demais preferem a ordem, a constância e a rotina costumeira. Pessoas tem perfis de personalidade diferentes uns dos outros e assim elas podem até se agrupar pelas próprias conveniências; Há os conservadores, os inovadores, os ajustáveis e os arrastados. Inovadores não se ligam a nada e estão sempre prontos a começar algo diferente e não se importam se der errado; na verdade se torna um motivo à mais para fazer de novo e de novo. Os conservadores preferem que as coisas permaneçam como estão e como sempre estiveram. Para eles “em time que está ganhando, não se mexe!” Os ajustáveis ou adaptáveis, eles não tomam iniciativas logo, mas à medida que percebem que faz sentido e que pode ser bom, eles entram e se adaptam ao novo e seguem suas vidas. Os arrastados, como o próprio nome diz, eles vão porque alguém os arrastam; não gostam e não aceitam mudanças e estão sempre na defensiva. Esses grupos forma todos os nichos sociais, poderia até arriscar que de cada dez, quatro são conservadores, quatro são inovadores, um adaptável e um arrastado. O que isso nos interessa? Amplie isso para dentro de sua família e veja quem é quem; faça o mesmo na igreja, imagina uma congregação com cem pessoas e enquadre-os nos perfis e verá como os dons, as motivações e a administração são impactadas só pelo perfil de personalidade de cada um. Eu, Jason, sou adaptável – não sou tão chegado em mudanças e novidades me incomodam, mas assim que percebo as vantagens e os ganhos, procuro me adaptar e me acomodar ali, para melhor produtividade. Observar isso, é de muita importância para liderar grupos e trabalhar em equipes. Mas voltando ao sonho de José, ele tinha um cenário de muita hostilidade por parte dos irmãos, mas contava com o apoio e a simpatia do pai, que via nele um futuro para as pretensões de serem uma grande nação. Acontece que os frequentes sonhos dele estavam afetando a harmonia dentro de casa e os ânimos entre os outros dez filhos estão muito exaltados. Desta vez quando José contou o sonho de ter visto o sol, a lua e onze estrelas se inclinando diante dele, o próprio pai já se antecipou trazendo uma interpretação razoável, mas com um viés de reprovação. Jacó, viu abuso nas pretensões de José, como se o próprio José fabricasse os sonhos e ou tivesse controle de sonhar sobre o que quisesse. Havia uma ordem natural de família, quem dava as ordens e quem obedecia; também a cultura impunha um padrão de respeito e hierarquia patriarcal, que não estava sendo observado nos sonhos do filho. Isso não é normal! Deve ter sido o pensamento e as conclusões de Jacó; como um filho, o décimo primeiro entre doze, ousa ascender sobre os demais e ainda até mesmo subverter a ordem de comando, levando pai e mãe a se curvar diante dele? Tudo o que difere do nosso padrão de normalidade nos chama à atenção e tendemos a nos opor a isso. A ordem existe para ser mantida e respeitada para o bem de todos! Se seguimos essa linha, acabamos com as inovações e a criatividade dos inconformados, que são os que produzem mudanças significativas no mundo ao nosso redor. É o exercício do bom senso e do respeito que produz uma boa interação entre todos os perfis e assim cada um pode oferecer sua contribuição sem ser achatado ou atropelado pelos demais. Deus é criativo, inovador, adaptável e conservador ao mesmo tempo em um perfeito equilíbrio, de sorte todos os filhos pode olhar, se ver e dizer que é muito parecido com esse aspecto do Criador. Nós, os pais não podemos podar as asas criativas e inovadoras dos nossos filhos; nem empurrá-los para algo que os assustam e sim, permitir e cooperarmos para que suas qualidades e habilidades sejam saudavelmente desenvolvidas e utilizadas para realização pessoal deles, para a glória de Deus e para o crescimento do Reino de Deus. Há lugar para todos na família de Deus. Com a motivação certa, todos seremos abençoados e todos desenvolveremos nossos potenciais. Acredite, invista, apoie e ao mesmo tempo, exerça influencia saudável e abençoadora, na sua casa, na sua igreja e na sua sociedade. Contribua!

Pai, obrigado por nos criar à tua imagem e semelhança. Individualmente somos pequenos e não temos como expressar todos os aspectos da tua vida em nós, por isso precisamos da comunhão e da comunidade, para nos completarmos uns aos outros e os múltiplos dons e habilidades serem expressos em comunhão e amor. Obrigado pela redenção em Cristo que possibilita a morte do Eu e o renascimento da Comunidade. Formamos um só Corpo, com um propósito todo especial, projetado por ti, e onde há espaço para todos se expressarem. Louvamos a tua grandiosidade e capacidade de operar tudo em todos. Em nome de Jesus, o nosso Senhor, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s