Tudo é Muita Coisa

Meditação do dia: 29/07/2020

Vendo, pois, o seu senhor que o SENHOR estava com ele, e tudo o que fazia o SENHOR prosperava em sua mão,(Gn 39.3)

Tudo é Muita Coisa – As artes cênicas sempre se serviram da caricatura dos fatos para mostrar a realidade dos atos das pessoas e da sociedade. Me lembro dos anos noventa, com um desenho animado, “o incrível mundo de Bob,” espero não ter errado, no nome certo do desenho. Mas o garotinho, entendia literalmente tudo que era dito a ele ou perto dele; é claro que isso cria situações muito inusitadas. No Brasil, até pouco tempo tinha um personagem de um quadro de programa de humor, que exigia tudo nos mííííínimos detalhes; também já viu né, confusão à vista. As palavras são objetos muito exatos e ainda que aplicados em mais de um sentido, um deles é mais forte e é a idéia principal da raiz ou origem do termo. Hoje, pensando em prosperidade e bênção de Deus na vida de José, pretendo me ater a uma pequena palavra, que transforma o sentido todo da frase, em algo relevante para se pensar. O vocábulo aqui é TUDO – “…e tudo o que fazia o SENHOR prosperava em sua mão.” Nas minhas práticas pastorais na Monte das Oliveiras, é comum é definir bem os termos para não restar dúvida e quando é um caso desses, eu costumo dizer para a igreja, que nos originais hebraico e grego das escrituras, o termo tudo é muito semelhante com o significado em português; porque “tudo” lá é exatamente como aqui, é “tudo” mesmo! É “tudo” também! Quando pensamos em TUDO, normalmente pensamos em tudo mesmo, não fica de fora, não sobra nada e não falta nada, é tudo e tudo. Muito bem, definido sentido da Palavra chave, vamos encaixá-la de novo na frase e no contexto da vida. Ser abençoado e prosperar em TUDO que se faz, é inusitado, porque não é o trivial que encontramos na vida e nas observações. À não ser no mundo da ficção e literatura, encontramos poucas pessoas que fazem de tudo com perfeição e conseguem solução para qualquer problema, tipo “Mcgiver” – 007 – Sherlock Holmes, Xena ou Hércules. Nossa fé na Palavra de Deus, não nos guia para tomada de decisões às cegas ou por fanatismo inconsequente. Embora intangível e metafísica, a fé é muito consistente e tem suas próprias regras que precisam ser respeitadas. José, prosperar em tudo que fazia e botava a mão, além de ser um caminho para abrir portas por onde o propósito divino passaria, também atraía atenção para uma fé diferente das apregoadas e experimentadas por ali. Mas encontramos promessas bíblicas de bênçãos imensas e em grandes proporções para serem acessadas por todos os que creem e se dispõem a procurar esses tesouros. Vejamos alguns exemplos rápidos, à título de estímulo de fé. O Senhor mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros, e em tudo o que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que te der o Senhor teu Deus (Dt 28.8). Foi escrito literalmente para todos os israelitas e por extensão à todo o povo de Deus. Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido (Js 1.8). Prosperar e ser bem sucedido em resposta à meditação e obediência prática da Palavra de Deus. Se vale para Josué, vale para mais gente. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará (Sl 1.3). Também resultado do prazer na Lei do Senhor e a meditação constante e consciente. Tu, pelos teus mandamentos, me fazes mais sábio do que os meus inimigos; pois estão sempre comigo. Tenho mais entendimento do que todos os meus mestres, porque os teus testemunhos são a minha meditação. Entendo mais do que os antigos; porque guardo os teus preceitos(Sl 119.98-100). Ter mais sabedoria, ter mais entendimento e ter mais prudência sobre os seus pares, não é para qualquer um; mas a Palavra pode fazer isso, e faz! Para fechar, a cereja do bolo (embora em e muita gente não gostemos de cereja); E o rei falou com eles; entre todos eles não foram achados outros tais como Daniel, Hananias, Misael e Azarias; portanto ficaram assistindo diante do rei. E em toda a matéria de sabedoria e de discernimento, sobre o que o rei lhes perguntou, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos astrólogos que havia em todo o seu reino(Dn 1.19,20). Ser chamado para um vestibular ou Enem oral, inquiridos pelo Rei, em todas as áreas do conhecimento e das ciências e em todas as matérias esses rapazes se distinguir a tal ponto de serem dez vezes melhores que os professores que lhes ministraram, tem que que ter algo à mais! E tem, pode acreditar! Estou induzindo vocês e a mim sobre viver o propósito de Deus. Se entregar aos cuidados do Senhor e permitir que ele faça milagres, socorros, livramentos, abra e feche portas, dobre reis e poderosos e todos reconhecerem que algo diferente está acontecendo ao nosso redor. Só e tudo isso!

Pai de amor, sabemos por tua Palavra que não fazes acepção de pessoas e não gostas mais de um do que de outro; reconhecemos as diferenças de vocação e o papel específico de cada um dentro da tua multiforme sabedoria. Há um lugar para cada e todos nós nos teus planos e propósitos. Queremos nos encaixar e consagrar-nos totalmente a ti e aos teus desígnios. Eis-nos aqui, e molda o nosso caráter e guia-nos pelas sendas do Calvário, para vivermos plenamente a tua vontade; essa é a nossa oração nesse dia, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s