Sobre Sua Casa

Meditação do dia: 1º/08/2020

José achou graça em seus olhos, e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa, e entregou na sua mão tudo o que tinha.(Gn 39.4)

Sobre a Sua Casa – A casa do homem é o seu castelo! Não só é uma frase bonita e poética, como figuradamente é uma verdade importante. Excetuando-se ditaduras, regimes totalitários ou tempos de exceção, no mundo todo e em todas as culturas, a casa de uma pessoa é respeitada e o seu direito e domínio ali é sagrado. O dono, ou senhor da casa sabe disso, os familiares sabem e os servos ou empregados também conhecem seus limites e é assim que se constrói uma sociedade e relacionamentos saudáveis. A cultura bíblica judaico-cristã defende isso em seus ensinos e a antiga cultura hebraica preserva esses valores e até foram incorporados nas leis dadas a Israel. Um exemplo: Quando emprestares alguma coisa ao teu próximo, não entrarás em sua casa, para lhe tirar o penhor. Fora ficarás; e o homem, a quem emprestaste, te trará fora o penhor (Dt 24.10,11). Mesmo envolvendo todo um acordo comercial e financeiro, o respeito à propriedade do residência da pessoa ficava acima disso. Num de seus ensinamentos que aplicamos para evangelismo, batalha espiritual e ensino sobre famílias, Jesus fez uma citação que tem peso. Ninguém pode roubar os bens do valente, entrando-lhe em sua casa, se primeiro não maniatar o valente; e então roubará a sua casa (Mc 3.27). Tem que ser mais valente do que um valente para entrar na sua casa e pegar alguma coisa. O conceito divino sobre seu trabalho entre os homens é por vezes tratado como “Casa de Deus” e as pessoas que forem chamadas e comissionadas para lidar com esse sagrado, devem ter muita noção de seus direitos e deveres, o que pode e o que não pode. “E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele. Não é assim com o meu servo Moisés que é fiel em toda a minha casa (Nm 12.6,7). Paulo, o Apóstolo exorta a Timóteo a fazer o certo no ministério, valendo-se desse conceito. Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te bem depressa; Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade (1 Tm 3.14,15).  Sabendo que o maior compromisso de Deus é com sua própria Palavra e ninguém em hipótese alguma tem “direitos adquiridos” e pode assenhorear-se daquilo sobre sua responsabilidade como se lhe pertencesse. Ligando a vida e o serviço de José, como um dos melhores exemplos de mordomia, o Senhor Jesus advertiu sobre a vigilância e fidelidade dos seus seguidores quanto à sua vinda e o cuidado com o serviço delegado a cada um. Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o seu senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo? Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim. Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens (Mt 24.45-47). José foi colocado em pouco tempo sobre “toda a casa de Potifar,” devido à sua integridade e fidelidade. Observe esse verso acima que grifei a aplicação feita por  Jesus. Somos mordomos e podemos ser promovidos ou rebaixados, substituídos por outros conservos que atuam bem naquele pouco que lhe é confiado. Lição de hoje: Já pensou porque as coisas em suas mãos ou responsabilidade aumentam, prosperam ou diminuem, acabam ou morrem? Então pense! Já estou com minhas barbas de molho!

Senhor Deus e Pai, o dono de todas as coisas, Senhor de tudo e de todos, obrigado por nos permitir servir em tua casa, que pode ser minha família, meu emprego, meus relacionamentos, meu testemunho e até uma função ministerial de “menor importância” aos olhos humanos. Precisamos ser fiéis no pouco que iniciamos, para ainda sem merecimentos, servimos em outras posições conforme a tua sabedoria entende que podemos ser úteis e bênçãos ali. Hoje, obrigado pelas pessoas que nos servem todos os dias e abençoam as nossas vidas. Que elas sejam prósperas e progridam mais e mais e glorifiquem o teu santo nome. Oramos em nome de Jesus, o servo modelo, que deu sua vida por nós. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s