Conte Comigo

Meditação do dia: 04/09/2020

E eles lhe disseram: Tivemos um sonho, e ninguém há que o interprete. E José disse-lhes: Não são de Deus as interpretações? Contai-mo, peço-vos.(Gn 40.8)

Conte Comigo – Li um depoimento, um testemunho de um cristão, operador de Maquinas da prefeitura de uma grande cidade americana, onde ele diz ter começado um dia normal de trabalho, com sua Carregadeira e fazia um trabalho ao lado de uma movimentada avenida; logo cedo, na hora do rush matinal quando o trânsito travou tudo, ele percebeu uma ambulância com alerta acionado, mas presa entre as filas de carros; teve a idéia de ir lá e oferecer para jogar terra na vala central e ela poder sair pelo sentido contrário e os socorristas agradeceram a gentileza e partiram para o hospital. Ele trabalhou o dia com a sensação de ter feito o bem e ajudado alguém. A tarde quando chegou em casa, foi recebido pela esposa e o filho pequeno ainda e antes que falasse qualquer coisa ela disse a ele que o filho deles se engasgara com alguma coisa e chamaram o socorro mas a ambulância ficou presa no transito e um maquinista criou um caminho alternativo e eles chegaram ao hospital  à tempo de salvar o garoto. E ali estava ele para abraçar o pai depois do susto daquela manhã. (Obs: Nessa época, ainda não havia celulares e comunicação em tempo real). Os dois colegas de prisão de José estavam desolados, desiludidos e desesperados pela possibilidade de não saberem o significado de seus sonhos, que poderia significar algo importante. José, não se omitiu, e se colocou ao lado deles; estou aqui, conte comigo, conte-me o sonho, Deus pode nos ajudar a entender! Não era apenas solidariedade, mas identificação com o sofrimento alheio e percepção de oportunidade de servir. José acreditava que todas as coisas acontecem por um propósito e alguns pelo desígnio divino, e nesses casos, os filhos e servos de Deus estão ali para ministrarem e serem a ponte que ligará à solução. Era assim que o Apóstolo São Paulo também via as coisas. Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel (1 Co 4.1,2). Precisamos agir em tempo real, conscientes que detemos um tipo de conhecimento e sabedoria espiritual, dada a nós por Deus para servirmos como sal e luz num mundo insosso  e entenebrecido. Eles podem não gostar de nós, não os dar atenção, mas quando chegam ao fundo do poço ou do beco sem saída, toda ajuda é bem vinda e até ateu ora fervorosamente. É para isso que estamos colocados nesses contextos. José não esperou as pedras clamarem, como disse Jesus, ele antecipou se oferecendo para ser a voz de amor e compaixão. À Timóteo, para nomear obreiros, um dos requisitos paulinos era que o candidato já vivesse Guardando o mistério da fé numa consciência pura (I Tm 3.9). Nossa fé tem muitos mistérios, tem uma mística sagrada que de tão simples, alguns se dão ao luxo de não saberem nada. A Trindade é puro mistério; a Ceia do Senhor é mistério glorioso; a salvação pela graça através da fé é maravilhosamente misteriosa e lendo os escritos paulinos ele fala de mistérios que estiveram ocultos em todos os tempos e só revelados agora na Nova Aliança. O mistério que esteve oculto desde todos os séculos, e em todas as gerações, e que agora foi manifesto aos seus santos; Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória (Cl 1.26,27). O Ensinamento sobre “uma só carne,” que existe desde a primeira unidade familiar, é um grande mistério, porque aponta para mais coisas do que simplesmente casamento. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne.
Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja
(Ef 5.31,32). José disse a  eles: Conte-me os seus sonhos! Daniel, servia ao mesmo Deus que José e se apresentou para ajudar o rei da Babilônia. Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei; Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; ele, pois, fez saber ao rei Nabucodonosor o que há de acontecer nos últimos dias; o teu sonho e as visões da tua cabeça que tiveste na tua cama são estes: (Dn 2.27,28). Eu não posso, ele não pode, você e nem eles ou aqueles…, mas há um Deus no céu! Ele sabe e revela. Tem muito trabalho para fazer para quem deseja servir e abençoar.

Senhor, tu és um Deus maravilhoso e misterioso, mas não há ninguém como o Senhor nosso Deus. Não há mistério, não há impossíveis e nem difícil para ti. O teu caráter santo nos ensina que jamais receberemos uma ordem impossível de ser cumprida ou executada, mas junto com a ordem sempre virá a graça, a força e as ferramentas e instrumentos para realizar a missão. Propondo o homem fazer a obra de Deus, da maneira de Deus, sempre haverá recursos de Deus para o sucesso. Em Cristo, somos a resposta que o mundo espera e precisa e com a tua graça, faremos o teu nome ser glorificado em muitas vidas. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s