Quando Tudo Estiver Bem

Meditação do dia: 08/09/2020

Porém lembra-te de mim, quando te for bem; e rogo-te que uses comigo de compaixão, e que faças menção de mim a Faraó, e faze-me sair desta casa;(Gn 40.14)

Quando Tudo Estiver Bem – Sempre há uma expectativa de que os pares se reconheçam. Quem sofre, sabe reconhecer outra pessoa que passe pelo mesmo drama. Quem já viveu exilado, conhece o sofrimento de outro exilado. Alguém ferido, sabe entender a dor de outra pessoa ferida. São expectativas prováveis, mas não necessariamente certas, porque  as reações humanas são muito difíceis de se prever. Não é desconhecido que pessoas vítimas de violência na infância, se tornam violentos e pessoas que foram abusadas, se tornam abusadoras. São os dilemas da vida que temos que conviver e contornar, trabalhar para minorar os sofrimentos e produzir mudanças e transformações para que o ciclo não se repita. No primeiro olhar desse texto, eu identifico o pedido de José com o pedido daquele homem condenado a pena capital por crucificação e que fora executado juntamente com Jesus, no Calvário. Excetuando o local, data e horário, as semelhanças param por aí. Ele fora um homem que estragara sua vida com a violência e o crime, e a longo braço da justiça romana e sua mão de ferro esmagadora o alcançou e agora ele recebia sua merecida punição. Discordando de seu outro companheiro de sentença, ele até aceitara com resignação sua condição de condenado, e entendia que Jesus não deveria estar nas mesmas condições. “Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.” (Lc 23.40,41). Um dos primeiros passos para se encontrar a salvação, é a admissão de que se encontra perdido. Enquanto o pecador,  e aqui vale salientar, tanto o de fora quanto o de dentro da igreja, precisa dar esse mesmo passo para ser ajudado por Deus. Reconhecer a condição de pecado e desobediência à justiça divina e arrepender-se,  confessando de coração, a pessoa encontra aquele que veio buscar e salvar o que se havia perdido (Lc 19.10). Aquele homem, lá no antigo Egito, ainda estava preso, mas ao receber a palavra profética de José, de que dentro de três dias seria liberto e voltaria a alcançar o favor do soberano do pais, ele se viu favorecido e abençoado, livrando-se daquele fardo de angústia e desespero que lhe pesava tanto. José pediu-lhe um favor, que qualquer um, em situação semelhante ficaria grato e feliz em poder atender; ainda que ele não pudesse dar garantias a José de ele seria liberto, mas poderia sim, prometer-lhe a intercessão em tempo oportuno diante de Faraó. Quando tudo ficou bem para ele, os antigos companheiros e a anterior condição lhe fugiu completamente da lembrança. Gratidão é a nossa palavra do dia, juntamente com a capacidade de identificar-nos com os que sofrem e ainda em situações com as quais temos familiaridades. Socorro é um ministério de amor e fé, citado por Paulo aos Romanos 12; que compõe os dons motivadores dados ao Corpo de Cristo para realizar suas tarefas. Você é naturalmente misericordioso e consegue sempre ver pessoas em sofrimento e se move para ajudar? Podemos nos desafiar hoje, ou estes dias em perceber o quadro ao nosso redor, descobrindo pessoas que precisam serem lembradas, não pelo estado, prefeitura, mas por mim, por você, pela nossa igreja local. Que tal nos movermos nessa direção?

Senhor, obrigado pelas oportunidades que aparecem diante de nós e podem ser enviadas pelo Senhor para revelar o que há em nossos corações; será que estamos ocupados demais com nossas próprias preocupações? Será como igreja estão tão focados em fazer a tua vontade, que ela passa bem em nossa frente e não vemos, porque temos a nossa própria idéia do que seja a tua vontade? Pedimos ao Espírito Santo que nos assista, para nos conduzir a uma experiencia de fé, diferente daquelas do nosso dia a dia; mas onde possamos ser úteis e abençoadores, lembrando o quanto temos sido ajudados e socorridos por ti, e agora quando tudo está bem conosco, não podemos esquecer os que estão ao nosso redor. Pedimos isso, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s