Contamos-lhe Nossos Sonhos

Meditação do dia: 29/09/2020

E estava ali conosco um jovem hebreu, servo do capitão da guarda, e contamos-lhe os nossos sonhos e ele no-los interpretou, a cada um conforme o seu sonho.(Gn 41.12)

Contamos-lhe Nossos Sonhos – Um elemento abundantena vida de José foi “sonhos;” Alguém querendo caracterizá-lo, não estaria exagerando se o chamasse de sonhador, pois até seus irmãos já o haviam chamado de “o Sonhador-mor.” Nesse caso, o sonhador-mor, interpretou os sonhos do copeiro-mor e do padeiro-mor. Provavelmente se José fosse brasileiro, os paulistas iriam reivindicar sua cidade de nascimento como sendo Monte Mor, ali na região de Campinas. Nada mal. José foi uma pessoa de sonhos desde a sua adolescência, quando ficou notório diante da família e eram sonhos grandes e de grandeza. José não perdia tempo em dormir e sonhar pequeno. Já que é para sonhar, então que seja grande! Mas os sonhos dele, não eram frutos de sua imaginação fértil de adolescente mimado. Não eram seus sonhos – eram os sonhos de Deus para ele e para sua família e a futura nação que eles formariam. Sonhos de Deus, você tem algum assim? Sua vida, seu ministério, suas funções no trabalho da igreja local, tem alguma coisa que partiu dos sonhos de Deus para você? Constantemente nessas meditações eu tenho escrito e citado metaforicamente a jornada que empreendemos espiritualmente, comparando-a com a vida cotidiana, ou até mesmo uma viagem. Tal qual numa viagem, partimos com um destino e nos tempos modernos, já temos previsões muito assertivas sobre quando chegaremos, caso não haja contratempos. Assim, partimos para a viagem e entre o ponto de partida e o de chegada, existe todo o trajeto, não importa se é uma viagem curta ou longa. Esse trajeto faz parte da viagem. O que acontece nele também faz parte e precisa ser levado em conta, porque existe ensinos e aprendizagens que enriquecerão nossas vidas para sempre. Quantas histórias temos de nossas viagens que já fizemos e mesmo sendo  várias pelos mesmos caminhos, sempre há elementos diferentes; a paisagem muda com as estações do ano, os cultivos e as novas construções e melhorias que acontecem. Aplique isso na sua vida espiritual e ministerial e veja que riqueza e quantas lições preciosas foram produzidas. Deus prometera formar uma grande nação através de Abraão e partindo de um casal, as jornadas e os passos para isso foram se sucedendo e tudo estava no percurso. Mas com as cenas do cotidiano, pode-se perder o quadro maior e até perder a visão do todo. Os sonhos de José era uma janela para o horizonte próximo, mas nem Jacó, nem os irmãos perceberam isso e não buscaram discernimentos; ao contrário, procuraram silencia-lo. Seus sonhos o levaram ao Egito para crescer e desenvolver as aptidões que seriam necessárias, mas que jamais poderiam ser providas para ele ali na Terra de Canaã. Quando ele ouviu os sonhos dos servos de Faraó, e por inspiração divina deu as interpretações corretas, estava dando os passos certos, no lugar certo e no tempo certo para fazer acontecer os seus próprios sonhos. O copeiro e o padeiro contaram seus sonhos para a pessoa certa. José tinha como ajudar e valorizar o sentido da mensagem. Nós que lidamos com o sagrado encargo de fazer uso da Palavra de Deus, não podemos mesclar nossos sonhos, impressões e desejos como sendo “inspirados” e com autoridade divina. A Bíblia, como Palavra de Deus continua sendo a maior e a mais completa revelação de Deus à humanidade. O próprio Senhor Jesus, é a Palavra encarnada, o Verbo que se fez carne. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade” (Jo 1.14). Também não misture seus sonhos pessoais com mensagens de Deus, pois são coisas diferentes. O profeta que tem um sonho conte o sonho; e aquele que tem a minha palavra, fale a minha palavra com verdade. Que tem a palha com o trigo? diz o Senhor” (Jr 23.28). Nem sempre devemos contar nossos sonhos para quaisquer pessoas, pois podemos contar para as pessoas erradas e elas trabalharem para matar os sonhos de Deus em nossas vidas. Podem não conseguir é verdade, mas causam prejuízos e muito sofrimento desnecessário.

Senhor, obrigado por nos dar sonhos que são os passos futuros daquilo que estás construindo em nós e através de nós. Pedimos sabedoria e discernimento espiritual para compreendermos exatamente o teu querer e assim cooperarmos com a tua vontade para executar os teus propósitos. Obrigado pelas pessoas que animam e nos incentivam a vivermos os teus planos e sonhos de grandeza e excelência. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s