Saída Rápida

Meditação do dia: 05/10/2020

Então mandou Faraó chamar a José, e o fizeram sair logo do cárcere; e barbeou-se e mudou as suas roupas e apresentou-se a Faraó.(Gn 41.14)

Saída Rápida – “A Pressa é inimiga da perfeição!” Quem nunca ouvir essa frase, com maior incidência quando alguém acaba de errar ao se apressar para fazer algo. Existem muitos ensinamentos sobre o dilema da pressa e da necessidade de comprometer o resultado. No futebol, os especialistas estão sempre comentando que as vezes o time em campo confunde pressa com precipitação; ao tentarem apressar um lance o jogador não raciocina e erra, podendo resultar em falha capital. Faço uma recomendação de literatura de qualidade, para quem gosta de ler: Rápido e Devagar – Duas Formas de Pensar, é um best-seller publicado em 2011 pelo, laureado em Economia, Daniel Kahneman. Foi o vencedor pelo melhor trabalho criativo que ajuda a compreensão pública de tópicos em ciência comportamental, engenharia e medicina. Voltando ao cárcere onde José estava e sempre aguardando uma visita com alguma notícia que o beneficiasse para sair da li ou oferecesse alguma esperança de justiça; hoje a bênção chegou e seria daquelas que dizemos, que não só uma porta se abriu, mas a parede inteira foi removida; como dizem os mais fervorosos, “É pra glorificar de pé!” Vocês já esperaram por alguma coisa, tão ansiosamente que quando ela acontece, ficamos paralisados, abobalhados e as até dizemos: “Não acredito!!!!” Pois foi assim com José; um mensageiro real, com escolta da elite chegaram e sem alvará de soltura, Habeas Corpus, Mandado disso ou daquilo, chegaram chegando e querendo saber quem é José aqui? Vamos, vamos, apresse-se, o Faraó  não tem tempo à perder e ele está aguardando você! Foram demorados demais, por dois anos e agora são rápidos demais. Até então era José que tinha vontade de sair daquela prisão; agora era eles que tinham que pressa que ele saísse daquela prisão. Tem tanta coisa para aprendermos com as lições da vida e as experiencias de servir a Deus e sabendo que ele está no controle e isso não é ameaçado em momento algum de se perder. Ainda sou humano e tenho minhas preocupações e luto com minhas limitações, fraquezas e incapacidades; mas não desisto de aprender, especialmente com pessoas que fizeram melhor que eu, melhor que a média dos homens bons. Como não podemos separar as muitas facetas da vida, e elas se apresentam juntas e misturadas, precisamos peneirar e encontrar as joias em meio aos grãos de areia e pedregulhos. Estou falando de José lidar com as emoções e ansiedades pessoais e estar tão disponível a servir, incluindo aqueles que só lhe fizeram mal desde que entrou naquele país. A humildade de saber o seu lugar e sua posição, para comparecer diante da maior autoridade do maior império dos seus tempos e sem nenhuma garantia de que servindo bem e fazendo favores de grande importância, ainda assim poderia não ganhar nada, não ter nenhuma benefício e no fim do expediente voltar para sua cela e para sua condição. Nem mesmo Faraó, ou o copeiro tinham um plano qualquer para José. Eles só precisavam que ele fosse útil e decisivo. Somos servos, servos de Deus e servimos a Jesus, o maior e melhor exemplo de Senhor e também de servo, e mesmo assim, temos tanta dificuldade em servir e se for sem gratificação, aí então fica mais complicado. “Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal; E, qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo; Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos” (Mt 20.26-28). Já escrevi antes e volto a repetir; o único direito de servo é não ter direito algum! Mas vá fazer isso entrar na cabeça e no coração dos servos modernos!! No mínimo eles querem fundar um sindicato dos direitos dos servos sem direitos que são oprimidos pela classe opressora. Gente boa, o Senhor a quem servimos, é maravilhoso e muito generoso e sabe cuidar de seus servos e recompensar no devido tempo, com toda a justiça e graça imerecida pelos serviços prestados. Mesmo que as pessoas a quem servimos não reconheçam, não valorizem e não correspondam, o nosso Senhor ainda valida o que fazemos e ainda mais, pela motivação com que fazemos. O lugar que estamos é o que fazemos ele ser. O cárcere nunca foi uma prisão para José, mas um lugar de servir e aprender e também se aperfeiçoar para o próximo lugar que iria e quem controlava tudo era Deus, o Altíssimo e nunca fora Potifar, a mulher dele, o  capitão da Guarda ou o próprio Faraó. Quem está no controle da sua situação? Da Minha situação? Quem nos chamou e colocou onde estamos e especialmente o que ele espera que estejamos fazendo?

Senhor, Deus de graça e misericórdia! Apresentamos nossa gratidão e ao mesmo tempo nosso pedido de perdão por estarmos constantemente desviando nossa atenção do alvo que propuseste para nós. Ficamos ansiosos e preocupados até mesmo quando não há motivos para tal; queremos sair e fazer quando uma ordem ainda não aconteceu da tua parte. Queremos os louros da vitória quando nem terminamos a luta e focamos mais na recompensa do que na tarefa; somos a geração do instantâneo e do pré-pago e queremos trazer isso para dentro da vida e ministério da fé! Hoje, é dia de refletir sobre ser servos com atitudes de servos, deixando nas tuas mãos a autoridade e possibilidade de determinar por tua infinita sabedoria, o que de fato é melhor para nós, aqui, agora, no futuro e para todo sempre. É essa Senhor, a minha oração a ti, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s