Aproximação

Meditação do dia: 04/05/2021

“E disse José a seus irmãos: Peço-vos, chegai-vos a mim. E chegaram-se; então disse ele: Eu sou José vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. (Gn 45.4)

Aproximação – Eu gosto dessa palavra “aproximação” – Ela me remete a muitas experiencias boas e tem um sentido de acolhimento. Pode ser que para outras pessoas não surta o mesmo efeito. De alguma forma, alguns termos, ainda que abstratos nos conectam a eventos e experiencias de um passado que foi marcante, quer positivo ou não. Nossa fé cristã tem uma narrativa de reconciliação, pois a redenção parte desse princípio de aproximação, reaproximação e com isso somos beneficiados pela graça maravilhosa de Deus. Podemos dizer que toda a história da humanidade pode ser contada com apenas três palavras: Geração – Degeneração e Regeneração. Por isso, reconciliação é um ponto vital das nossas relações com o Criador e ao mesmo tempo, isso trás a beleza da aproximação. O pecado nos distanciou de Deus e de seus planos, mas a redenção nos trás de volta e nos reaproxima de Deus e da possibilidade da reabilitação plena. O pecador é naturalmente arredio, ficando por vezes assistindo de perto, disfarçado de desinteressado e até resistente, quando na verdade ele está sendo atraído por um irresistível amor até ser de fato convencido pela ação poderosa do Espírito Santo, a se render e confessar com a boca aquilo que crê no coração e ser salvo pela graça através da fé. Aprecio viagens aéreas e depois de um percurso, é gratificante ouvir a voz do comandante anunciando que iniciará procedimentos de aproximação e pouso, dando as boas vindas ao destino, incluindo informações relevantes de clima, temperatura e a cortesia pela escolha daquele voo. Geralmente tem alguém nos esperando ou iremos encontrar alguém que torna significativo aquela experiencia. Quando olhamos para a palavra de Deus e seus ensinamentos, percebemos que suas narrativas são histórias de pessoas e isso nos leva a identificação pessoal. Já experimentamos algo parecido ou estamos dispostos a aprender com o sucesso daquele personagem ou corrigir a nossa rota antes de acontecer os infortúnios que acometeram pessoas que deixaram de ser obedientes e por isso mesmo sofreram com suas inconsequências. Meditar e acompanhar José tem sido assim, enriquecedor, porque ele foi um adolescente como já o fomos e tal qual ele tivemos nossos desafios e muitos de nós também tivemos irmãos mais velhos e mais novos e como em toda família, tem disputas e a chapa esquenta. Há experiencias de irmãos muito prestativos e próximos, como também temos históricos de adversários e até inimizades fortes entre irmãos. Tudo que José experimentou e seus irmãos lhe causaram, produziram essa linda história de amor e fé, sucesso e bênção. Como todos os clássicos, amamos finais felizes e o protagonista sofrer muito mas dar a volta por cima em grande estilo, é enredo básico mas nem sempre como esse. “…Peço-vos, chegai-vos a mim… Aquele homem sisudo, enérgico, pronto para prender, exercer uma justiça rígida e até escravizar alguém inocente, vítima de armação, era na verdade um coração generoso, apaixonado por sua família e com muita saudade, que nem via a hora de parar com todo aquele teatro e correr para o abraço; abraço esse que antes não era possível e nem aceito por aqueles mesmos expectadores boquiabertos ali diante dele. Esse convite de aproximação era uma cura para aquelas almas atormentadas pela culta. Seria difícil dizer o que de tudo aquilo era mais maravilhoso: Serem perdoados de roubar taças, reencontrar um irmão desaparecido por mais de vinte anos, serem aceitos e amados quando mereciam vingança e punição e muitas outras possibilidades. Deus nos dá oportunidades de reconstruir relacionamentos e corrigir erros do passado e iniciar uma nova história. Quem tiver uma oportunidade dessas, não perca! Não resista e não  desperdice!

Pai, obrigado pela reconciliação que a redenção em Cristo nos possibilita contigo, com a criação todo e com a eternidade. Obrigado por sermos parte de uma família, que tem lá seus altos e baixos, mas podemos aperfeiçoar o amor e a convivência com base na graça salvadora que Jesus nos oferece com seu sacrifício. Obrigado pela aproximação possível com um passado quebrado e ferido, que agora pode ser consertado e restaurado pelo perdão e aceitação incondicional da tua oferta de amor. Pedimos cura e restauração de vidas quebradas, histórias sofridas e experiencias duras que aconteceram. Em nome de Jesus, produza em nós uma atitude de compreensão do que tens feito e ainda farás em nós e por nós. Para a tia glória e honra, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s